terça-feira, outubro 28, 2008

É ISTO QUE ESPERA DOS SEUS POLITICOS ? É ISTO QUE QUER PARA A MARGEM SUL ?



























De há décadas a esta parte, tem reinado permissivamente nesta Margem Sul um regime de conveniência politica, cheio de hipocrisia e de politicamente correcto , onde quase tudo é aparentemente consensual ou teatral , seguindo cada intérprete calmamente, a sua carreira no respectivo Partido, e na Politica.


Arrisco a dizer, que tem estado instalado, um caldo morno de equilibrios e relações que se têm preocupantemente abstido de comentar e intervir , nos chamados temas fracturantes ou politicamente incorrectos.

Os projectos aqui revelados há alguns dias e que mostram o que pretendem como Futuro para a Margem Sul (Siderurgia , ou Torre da Marinha, como já o tinha sido para a Moita, para a Quimiparque e para a Lisnave...Quinta da Trindade , Verdizela , Aldeia dos Capuchos , ) e que revelam a anuência de alguns e o silêncio de quase todos, pode bem ser caracterizador, da classe politica governante e não só.


Infelizmente, os tempos presentes têm revelado que os alertas e as críticas aqui trazidas desde o primeiro post , tinham não só razão de ser, como substância , num ensaio diário contra a cegueira acritica colectiva que nos pretendem consagrar.

Hoje vendem-se casas ao desbarato, depois de uma fase que já se arrastava há três ou quatro anos em que havia simplesmente, muitas e muitas casas por vender , isto enquanto se continua a construír, a projectar e a promover o agora "arco ribeirinho" , em feiras do imobiliário onde até parecemos viver num paraíso à beira mar plantado . Isto no país da cauda da "Europa dos quinze" e não só ...

Há quem reconheça ainda poucas virtudes na Blogoesfera, mas há que reconhecer , na chamada blogoesfera local , que pelo menos a virtude, de agitar águas tem estado do seu lado.


Nascem diáriamente novos projectos e novas formas de comunicar , as eleições presidenciais nos Estados Unidos mostram que a campanha, o pensamento e a politica deixaram de estar nas ruas em outdoors para passar para os blogues e para a Internet, tornando também obsoleta a "caixa que mudou o mundo".


Será pouco , mas é um caminho, até para criar uma verdadeira alternativa , também a Sul!

20 comentários:

Anónimo disse...

Sou Comunista mas não compactuo com esta visão para a Siderurgia , para Paio Pires e para o Seixal.
Este projecto é do actual governo por parte de uma empresa pública e apadrinhado pela Câmara , esta Câmara está vendida ao grande capital e não é representativa nem do povo do Seixal nem do PCP.Há muita fome e muita gente carenciada em Paio pires para ír para uma feira capitalista vender betão e o Seixal a pataco. Camaradas temos que dar uma volta a isto. Vamos à luta.

ex-militante disse...

Isto é uma feira de ilusões como o Parque Temático da Moita que afinal não existe, nem existirá .
A desilusão dos PC's com este pântano é como a desilusão dos capitalistas com a queda das bolsas.
O rebentamento da bolha do imobiliário é uma desilusão quer para Capitalistas quer para Comunistas porque aqui comem da mesma gamela.

Anónimo disse...

Esses projectos são ainda por cima de capital estrangeiro, principalmente espanhol. A Margem Sul tornou-se num protectorado do grande capital internacional.

aldeão disse...

O agora chefe do PS no Concelho do Seixal, diz que o tempo veio dar razão ao PS em relação ao Plano de Pormenor previsto para a Aldeia de Paio Pires, nos terrenos da antiga Siderurgia Nacional, mas neste caso do projecto previsto para a área da antiga Siderurgia o tempo dará sempre razão ao PS, pois na Assembleia Municipal um a parte do PS foi a favor (4), outra parte foi contra (3) e houve ainda quem se abstivesse, como podemos ver o PS sobre uma questão fundamental não só para a nossa Aldeia de Paio Pires, mas também para a região.

aldeia-paiopires.blogspot.com

aldeã disse...

Infelizmente PS/PSD destruíram a Siderurgia e não tiveram capacidade ou iniciativa para apresentarem soluções para resolverem o passivo ambiental deixado, nem sequer apresentaram qualquer ideia para a área da antiga Siderurgia Nacional, os sucessivos governos PS/PSD pura e simplesmente demitiram-se das suas responsabilidades e uma vez mais a Câmara Municipal do Seixal tomou a iniciativa apresentando em conjunto com a Siderurgia Nacional Empresa de Serviços (SNESGES) e outras entidades públicas um plano para os terrenos da antiga Siderurgia Nacional.

aldeia-paiopires.blogspot.com

aldeão disse...

O PS não contente com a sua imobilidade acerca dos terrenos da antiga Siderurgia Nacional ainda andou e anda a tentar entraves à resolução dos diversos problemas existentes no local e assim Vítor Ramalho o chefe distrital do PS e candidato a Presidente da Assembleia Municipal do Seixal fez um requerimento ao Ministério das Finanças sobre os terrenos da Área industrial de Sines (Siderurgia Nacional, Aldeia de Paio Pires, Seixal), não foi eu que me equivoquei mas é assim que surge aqui como podem ver, mas avançando para o que realmente interessa o senhor Vítor Ramalho acusou a Parpublica de Financiamento ilegal à Câmara Municipal do Seixal e tal como o agora chefe do PS no Concelho do Seixal inventou mais algumas falsidades como a falta de terrenos para a Industria e outras questões do género.

Com a resposta ao requerimento podemos constatar que o financiamento ilegal por parte da Parpublica à Câmara Municipal do Seixal que Vítor Ramalho e o PS anunciaram em diversos órgãos de comunicação social é falso, mas provavelmente a falta de carácter impediu de reconhecer essa situação, como se pode ler na resposta ao requerimento, também podemos constatar uma vez mais que a descontaminação dos solos, a resolução do passivo ambiental herdado é de única e exclusiva responsabilidade do estado (governo), assumida aquando do crime (privatização), mas nunca cumprido e que esperemos que conheça a sua resolução dentro em breve.

aldeia-paiopires.blogspot.com

ex-militante disse...

Obrigado aldeia-paiopires, é sempre bom conhecer e ficar registado para memória futura , a paternidade de algumas ideias e projectos,sobre a aberração que pretendem fazer para Paio-Pires temos que " (...) a Câmara Municipal do Seixal tomou a iniciativa apresentando em conjunto com a Siderurgia Nacional Empresa de Serviços (SNESGES) e outras entidades públicas um plano para os terrenos da antiga Siderurgia Nacional."

Já sabemos de quem é a responsabilidade e a paternidade.

Anónimo disse...

Mas o k é k estes gajos kerem ? Concorrer ás eleições? Então pq não concorre,m e deixem-nos em paz, sempre a dizer mal é só critica pela negativa. A construção desenvolve e traz riqueza, se não fosse a construção ainda estávamos na idade da pedra, deve ser isso k estes ecologistas kerem, kerem k se viva na idade das cavernas que é de onde o PCP nos tirou em 1974. Fascismo nunca mais!

joão botica disse...

Eu votaria e apoiaria um movimento cívico para concorrer em 2009 contra este pântano de betão.

aap disse...

Penso que uma iniciativa civica era muito importante para o aprofundamento da nossa Democracia Participativa, sobretudo em concelhos como os da Margem Sul tradicionalmente Comunistas e pouco democráticos , o que afasta os eleitores das urnas e dos eleitos.
Por esta via da cidadania activa aproximamos as pessoas do processo de tomada de decisão e das escolhas colectivas, valorizando o seu contributo, responsabilizando-as nas decisões. Isto, só por sí, aumenta significativamente a hipótese de sucesso das medidas que possamos adoptar para o futuro.Parabens.Este é realmente o caminho.

Anónimo disse...

Recebi por mail será verdade???Subject: Os amigos de Sócrates


E os irmãos Sa Couto quem são? Donos da empresa que fabrica o Magalhães, os tais que devem milhões ao fisco ?
Sim os dos tais computadores a quem o governo fez grandes campanhas promocionais em que foram protagonistas, para vendas quer para Portugal quer para a Venezuela, Argentina, etc?
Sim, que até incluiu a presença de muitos ministros nas escolas a fazerem a distribuição. E que depois de a imprensa falar sobre as dividas fiscais vieram a dizer que não tinham nenhum contrato com a JP Sa Couto?
Sim, quem serão os beneficiários do grande contrato de venda de milhares de computadores Magalhães sem concurso público?
E que afinal não é português, mas sim Yanquee (Intel) fabricado na China e montado em Vila do Conde?
Os irmãos Sa Couto são apenas os controleiros da secção do PS da Póvoa de Varzim...e grandes benfeitores da secção.


O PROFESSOR QUE SÓCRATES NÃO CONHECIA, NÃO CONHECEU NEM QUER OUVIR FALAR; A BEM DA NAÇÃO CHAMA-SE ANTÓNIO JOSÉ MORAIS E É ENGENHEIRO A SÉRIO; DAQUELES RECONHECIDOS PELA ORDEM (não é uma espécie de Engenheiro, como diriam os Gatos….).

O António José Morais é primo em primeiro grau da Dra. Edite Estrela.

É um transmontano tal como a prima que também é uma grande amiga do Eng. Sócrates. Também é amigo de outro transmontano, também licenciado pela INDEPENDENTE o Dr. Armando Vara, antigo caixa da Caixa Geral de Depósitos e actualmente Administrador da Caixa Geral de Depósitos, grande amigo do Eng. Sócrates e da Dr.ª Edite Estrela.

O Eng. Morais trabalhou no prestigiado LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil), só que devido ao seu elevado empreendedorismo canalizava trabalhos destinados ao LNEC, para uma empresa em que era parte interessada.

Um dia foi convidado a sair pela infeliz conduta. Trabalhou para outras empresas entre as quais a HIDRO-PROJECTO e pelas mesmas razões foi convidado a sair.

Nesta sua fase de consultor de reconhecido mérito trabalhou para a Câmara da Covilhã onde vendeu serviços requisitados pelo técnico Eng. Sócrates.

Daí nasce uma amizade.

É desta amizade entre o Eng. da Covilhã e o Eng. Consultor que se dá a apresentação do Eng. Sócrates à Dr.ª Edite Estrela, proeminente deputada e dirigente do Partido Socialista.

E assim começa a fulgurante ascensão do Eng. Sócrates no Partido Socialista de Lisboa apadrinhada pela famosa Dr.ª Edite Estrela, ainda hoje um vulto extremamente influente no núcleo duro do líder socialista.

À ambição legítima do político Sócrates era importante acrescentar o grau de licenciatura.

Assim o Eng. Morais, já professor do prestigiado ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa) passa a contar naquela Universidade com um prestigiado aluno - José Sócrates Pinto de Sousa, bacharel.

O Eng. Morais demasiado envolvido noutros projectos faltava amiúde às aulas e, naturalmente, foi convidado a sair daquela docência.

Homem de grande espírito de iniciativa, rapidamente, se colocou na Universidade Independente.

Aí o seu amigo bacharel José Sócrates, imensamente absorvido na política e na governação seguiu-o......' porque era a escola, mais perto do ISEL que encontrou '.

E assim se licenciou, tendo como professor da maioria das cadeiras (logo quatro) o desconhecido mas exigente Eng. Morais. E ultrapassando todas as dificuldades, conseguindo ser ao mesmo tempo Secretário de Estado e trabalhador estudante licencia-se, e passa a ser Engenheiro, à revelia da maçadora Ordem dos Engenheiros, que segundo consta é quem diz quem é Engenheiro ou não, sobrepondo-se completamento ao Ministério que tutela o ensino superior.

Eis que licenciado o governante há que retribuir o esforço do HIPER-MEGA PROFESSOR, que com o sacrifício do seu próprio descanso deve ter dado aulas e orientado o aluno a horas fora de normal já que a ocupação de Secretário de Estado é normalmente absorvente.

E ASSIM FOI:

O amigo Vara, também secretário da Administração Interna coloca o Eng. Morais como Director Geral no GEPI, um organismo daquele Ministério.

O Eng. Morais, um homem cheio de iniciativa, teve que ser demitido devido a adjudicações de obras não muito consonantes com a lei e outras trapalhadas na Fundação de Prevenção e Segurança fundada pelo Secretário de Estado Vara. (lembram - se que foi por causa dessa famigerada Fundação que o Eng. Guterres foi obrigado a demitir o já ministro Vara (pressões do Presidente Sampaio), o que levou ao corte de relações do Dr. Vara com o Dr. Sampaio - consta até que o Dr. Vara nutre pelo ex-Presidente um ódio de estimação.

O Eng. Guterres farto que estava do Partido Socialista (porque é um homem de bem, acima de qualquer suspeita, íntegro e patriota) aproveita a derrota nas autárquicas e dá uma bofetada de luva branca no Partido Socialista e manda-os todos para o desemprego. Segue-se o Dr. Durão Barroso e o Dr. Santana Lopes que não se distinguem em praticamente nada de positivo e assim volta o Partido Socialista comandado pelo Eng. Sócrates..... Que GANHA AS ELEIÇÕES COM MAIORIA ABSOLUTA. Eis que, amigo do seu amigo é e vamos dar mais uma oportunidade ao Morais, que o tipo não é para brincadeiras.

E o Eng. Morais é nomeado Presidente do Instituto de Gestão Financeira do Ministério da Justiça.

O Eng. Morais homem sensível e de coração grande, tomba de amores por uma cidadã brasileira que era empregada num restaurante no Centro Comercial Colombo.

E como a paixão obnubila a mente e trai a razão nomeia a 'brasuca ' Directora de Logística dum organismo por ele tutelado a ganhar 1600 € por mês. Claro que ia dar chatice, porque as habilitações literárias (outra vez as malfadadas habilitações) da pequena começaram a ser questionadas pelo pessoal que por lá circulava. Daí a ser publicado no ' 24 HORAS' foi um ápice.

E assim foi o apaixonado Eng. Morais despedido outra vez.

TIREM AS VOSSAS CONCLUSÕES E NÃO SE ESQUEÇAM: EM 2009 CONTINUEM A VOTAR NELES!!!

Anónimo disse...

Parece que há pessoas aqui assiduas mas que neste tema não falam... há muitos rabos presos em diversos partidos politicos.

pingus vinicius disse...

Existem vários termos que podem ser usados para o que se vai passar em Alcochete: "betanização", "seixalização", "barreirização"...
O povo diz que é desenvolvimento.

Iremos ver como se destrói um patrinómio em "menos de nada"!

Venha cimento que ele faz falt.

Anónimo disse...

No que respeita à participação da Câmara no S.I.L. (Salão Imobiliário de Lisboa), importa esclarecer que tal foi possível mercê do estabelecimento de um conjunto de parcerias que resultaram numa digna participação do município. Os projectos apresentados, embora se desenvolvam em espaços privados, foram escolhidos por se tratarem de projectos estruturantes para o Concelho, como por exemplo: Reabilitação das antigas secas de bacalhau - Para além de virem a reabilitar uma vasta área da Frente Ribeirinha, vão trazer emprego, mais visitantes e permitir que uma vasta área de terrenos passe para o domínio público; Plano de Pormenor do Alto dos Moinhos - Projecto com uma área de intervenção de cerca de 140.000m2, dos quais 80.000m2 serão espaço verde, para além de a construção do espaço multiusos de Alcochete, com uma área coberta com cerca de 1.000m2, onde passam a efectuar-se as várias férias e festas que se realizam em Alcochete.

Connosco o concelho de Alcochete crescerá de forma sustentada, o núcleo antigo de Alcochete não ficará desertificado, chegaremos ao final do mandato com mais de mil novos postos de trabalho, resultantes de novas empresas que se instalaram no Concelho e um conjunto de novos investimentos, que a seu tempo serão anunciados. Não promovemos a demagogia, trabalhamos por Alcochete, não nos transformaremos em mais um dormitório de Lisboa. Compreendemos as suas preocupações. Na verdade muitas das autarquias socialistas são bons exemplos do que não se deve fazer. Mas nós podemos afirmar que tal como diz um amigo nosso; “Alcochete, continuará a ser a Pérola da Margem Sul”.

António Luís Lucas Rodrigues (Jornal de Alcochete)

Vice-Presidente da Câmara
Municipal de Alcochete

leitor atento disse...

Até que ponto não estaremos nós a cultivar apenas a má-língua de um modo perfeitamente inconsequente? Pior: até que ponto não estaremos com isto a promover um civismo apático? Ainda é cedo para avaliar este problema. Pessoalmente, não acredito que este blogue em particular possa vir a ser um instrumento de pressão. Mas acredito nos blogues como movimento colectivo. Já há alguns exemplos de notícias que começaram nos blogues. É lícito esperar que os blogues funcionem no futuro como observatórios independentes que divulguem o que muitas vezes só se ouve em surdina.
De momento vejo este espaço como uma antecâmara de discussão. Eventualmente, haverá questões merecedoras de um envolvimento mais persistente e empenhado, o que passaria pelo envio de cartas a jornais e às entidades com responsabilidades.

joaquim mateus disse...

Sempre gostava de ver vocês darem a cara senhores doutores para sujarem as mãos com o bem estar para o povo. Querem lá saber do Povo , querem é os belos condominios fechados aí é que vocês querem ambiente , querem lá saber do resto. Mas dêem a cara e façam lá um movimento ,sempre gostava de ver.

janub disse...

Parabéns pelo excelente trabalho.
Há aqui comentários anteriores de ligeireza e ignorância sobre os assuntos da cidade querendo inibir o cidadão de enfrentar casos que no poder local tem adquirido uma particular gravidade: as relações pouco claras entre os executivos camarários e alguns empresários, especialmente ligados à construção civil e obras públicas. A Democracia, tanto a nível nacional como local não pode funcionar devidamente quando não há transparência nas relações entre a administração e os particulares. Não é possível que as suspeitas de corrupção e de favorecimentos continuem a minar a actividade política dos eleitos, criando no cidadão a ideia injusta que os políticos são todos iguais, só estão no poder para daí retirar proveitos pessoais por um lado e por outro que não vale a pena exercer a cidadania, porque vai tudo dar ao mesmo.
Penso que seria importante que um movimento cívico nasça e explique como vai contribuir para combater este descrédito em que tem vindo a cair a política, neste caso, ao nível municipal depois da longa ditadura do PCP e da letargia do PS e PSD.

Anónimo disse...

Deve ser um movimento reaccionário de extrema direita e xenófobo que manda prender os artistas urbanos e os que não têm a côr da pele do ponto mentiroso.

Anónimo disse...

Temo que não haja futuro para o seixal se os comunistas instalados na Câmara fizerem até final de 2009 o que ameaçam fazer. Construir ou aprovar para que se construa todos os cantinhos de terra que existem ainda livres. É uma vergonha o que estes autarcas CDU fizeram dum concelho que se construiu de raiz durante os ultimos 30 anos. O Seixal era um concelho cheio de quintas cultivadas, o poder local CDU com todo o seu oportunismo e corrupção deixou construir todo o território sem planeamento sem regras sem nada nuns sítios prédios de 3 andares ao lado 5 ou 10. Para onde estava previsto construir 3 pisos conforme o que conseguiam negociar com o pato bravo assim iam crescendo os pisos. Usaram e abusaram do poder dividiram as receitas por eles e por os amigos dando emprego a quem eles querem entregando obras da camara só a quem eles querem por valores exorbitantes sem que fossem cumpridos prazos e custos ficando sempre a obra pelo dobro do valor. O Seixal não quer este poder local corrupto e sem escrúpulos o Seixal não quer a CDU. Não queremos mais CDU, queremos rigor queremos transparência, queremos a liberdade de podermos participar na vida cívica do concelho, das nossas opiniões serem respeitadas. QUE NINGUEM SE ABSTENHA, FAÇAMOS DO DIA DAS ELEIÇÕES EM 2009 UM DIA DE PARTICIPAÇÃO CÍVICA PARA DEFENDER OS NOSSOS DIREITOS INDO VOTAR PARA QUE A CDU NÃO GANHE MAIS ELEIÇÕES NO CONCELHO DO SEIXAL.

Anónimo disse...

A todos os pais deste concelho apelo para que vão votar. É preciso tirar a CDU da Câmara do Seixal. Estes autarcas CDU esqueceram completamente as crianças deste concelho, aqui não há lugar para que as crianças tenham espaços condignos saudáveis e seguros para poderem brincar ao ar livre. No seixal da CDU não há lugar a parques infantis em quantidade suficiente para as nossas crianças brincarem, jardins, espaços de jogos, passeios com condições de segurança para que as crianças não tenham de andar na estrada correndo o risco de serem atropleladas. As crianças deste concelho jogam à bola nas ruas nos estacionamentos correndo o risco de serem atropelados e de destruirem os vidros dos carros obrigando assim os seus pais a pagarem as despesas. Muitas crianças vivem fechadas em casa em frente à televisão, com todos os problemas de obesidade e outros que isso possa trazer para o bom desenvolvimento das crianças e porque estes autarcas comunistas preocuparam-se mais na sua auto promoção do que na defesa dos habitantes deste concelho. Isto tudo porque a CDU apenas tem em mente construir o que os empresários quizerem porque estão todos em sintonia comunistas e construtores de betão e foi o que a CDU fez em 30 anos destruiram o território mas enriqueceram eles e os amigos. Pais deste concelho pelos vossos filhos não votem CDU.