quinta-feira, dezembro 31, 2009

2009 EM BALANÇO (3)


Resumindo 2009 :

Mais do mesmo na Margem Sul:

- Mais Rotundas
- Mais Promessas

- Mais Criminalidade
- Mais Decadência
- Mais Desflorestação

- Mais Urbanizações
- Mais Mentiras

- Mais Dependência do Automóvel
- Mais Superfícies Comerciais

- Mais Engarrafamentos ... a Toda a Hora !

- Mais Desertificação nos Centros Históricos
- Mais Expansão Urbana
- Mais Alertas de TNT na Água do Seixal

- Mais Zonas Verdes Cheias de Lixo e Entulho

- Mais Tachos e Tachistas
- Mais Controlo na Comunicação Local
- Mais Dinheiro para Propaganda
- Mais Descontentamento com o Metro em Almada
- Mais Abstenção
- Mais Um Julgamento para o caso do esgoto
- Mais horas pagas aos advogados das Câmaras
- Mais Desemprego
- Mais Parques Industriais
- Mais Parques Logisticos
- Mais Retail-Park
- Mais Hipermercados
- Mais Fábricas e Empresas a Fechar
- Mais Comércio Tradicional a Falir
- Mais Caça à Multa pela ECALMA
- Mais Grafittis
- Mais Lixo
- Mais Zonas de REN e RAM Urbanizadas
- Mais Violações de Rede Natura 2000
- Mais Destruição na Mata dos Medos
- Mais Betão na Revisão dos PDM
- Mais Cidadãos Tratados como Idiotas
- Mais Descontentamento
- Mais Alheamento
- Mais Revolta
- Mais Ganância a pensar no Aeroporto
- Mais Problemas em Bairros Sociais
- Mais Abandono Patrimonial
- Mais Incompetentes nas Autarquias
- Mais 4 anos de CDU

quarta-feira, dezembro 30, 2009

2009 EM BALANÇO (2)


Este foi o ano de funcionamento em pleno do Metro Sul do Tejo. Depois das promessas e da ilusão , vencidos anos de obras, instalou-se o descrédito e ficaram à mostra os erros do projecto.

A começar pelo traçado, escolhido pelo saloismo da prespectiva propagandistica de "mostrar" em vez do lado utilitário de servir.


Um traçado que foge do que são hoje as zonas onde as pessoas habitam e que é diferente do antigo eixo formado pela EN 10.

Um traçado que tornou ainda mais caótico o trânsito , quando devia ter servido para o tornar mais fluído e menos poluente (veja-se a entrada saída na Av.Bento Gonçaves que é cortada junto ao Centro-Sul) .

Um traçado que devia ser subterrâneo em algumas zonas, ou pelo menos devia ter sido desnivelado , e não atravessar vias principais ou passar demasiado perto da parede dos prédios , roubando inclusivamente espaço livre nas vias e passeios à superfície.

Um traçado que desertificou Almada e que foi a machadada final a um processo iniciado com a construção, fora da cidade, do Almada Forum .

Um projecto de muitos milhões de euros, feito com apoio de dinheiros comunitários que tem sido um DESASTRE em toda a linha graças ás opções politicas , ERRADAS , tomadas.

terça-feira, dezembro 29, 2009

2009 EM BALANÇO


2009 foi um ano mauzinho, todos o sabemos e sentimos ( bom, nem todos) .

Mas o mais preocupante é que se continuam a insistir nos mesmos erros, orientações e politicas que nos trouxeram até aqui , que nos arrastam cada vez mais para a cauda da Europa, em termos de país e região .

A esperada , desejada e necessária renovação, em democrática alternância ficou mais uma vez adiada , acentuando-se os cacíquismos e os compadrios locais e acentuou-se a falta de ética politica e falta de discussão e argumentação séria.

Continuou-se a construír habitação nova, em zonas verdes , em deterimento da recuperação , renovação e requalificação urbana , mas o que é mais grave , sem destinatário uma vez que o mercado atingiu graus de saturação elevados , associado a uma retracção no crédito e ao aumento do crédito mal parado.

Continuou-se também a delapidar território virgem a um ritmo galopante e a construír rotundas a um nível acelerado .

Continuou-se a anunciar betão e alcatrão como a fonte de todas as soluções, e mais grave , como orientação para o nosso Desenvolvimento.

Foi um ano de grandes alertas, contra a deflorestação, impermeabilização dos solos e sobretudo para a qualidade da água ao dispôr dos cidadãos.

E foi claro, um ano de propaganda constante, de manipulação permanente , de promessas galopantes que sabemos de antemão que serão cumpridaas como abandonadas foram aquelas feitas há quatro anos.

Enfim, (mais )um ano para esquecer...

segunda-feira, dezembro 28, 2009

A RESPOSTA MAIS CRETINA DO ANO


Já sabemos que nós cidadãos nunca temos razão ao criticar as autarquias comunistas , há sempre uma explicação ou um objectivo que mais ninguém vislumbra , excepto os iluminados que nos governam e o respectivos gabinetes de "comunicação" .

Mas ás vezes exageram, como foi o caso de ontem , num jornal de distribuiçãoo nacional, o PÚBLICO , em que na "Tribuna dos cidadãos" , o cidadão Pedro Oliveira questionava "Quando se resolvem os problemas da Av. 23 de Julho , em Almada ? Quando se fez a requalificação da Av. 23 de Julho para passagem do metro, cortaram a àrvore à frente do meu prédio. Em troca, passei a ter duas linhas de comboio em frente à janela, além de três vias de passagem de automóveis, e um passeio muito mais estreito que não tem pilaretes. Agora os carros em cima do passeio."

A resposta sublime do gabinete de imprensa da Câmara de Almada foi :

« Na Av. de 23 de Julho algumas àrvores foram cortadas, mas várias foram plantadas de novo, de acordo com o projecto de requalificação dos espaços exteriores associados ao Metro Sul do Tejo. os passeios foram alargados e há impedimentos fisicos instalados a proteger os passeios. Só em zonas de cruzamentos e entroncamentos há três vias para acomodar as viragens á esquerda e/ou à direita.
O estacionamento abusivo em cima do passeio é alvo de fiscalização mas tem como principal razão uma questão cívica. A linha do metro é integrada no piso, não constituindo uma barreira fisica.»

Digam lá que não é bonita esta resposta carnavalesca em plena quadra natalicia ? Então senhor Pedro Oliveira, ficou esclarecido ?

Eu gostei particularmente da explicação «A linha do metro é integrada no piso, não constituindo uma barreira fisica.» ... é bonito não é ?

Nota- Na imagem, um metro que corresponde a uma "linha do metro que não constitui uma barreira fisica" , só que é o metro do Porto... não o de Almada!

domingo, dezembro 27, 2009

COMO UM FUTEBOLISTA PASSA O NATAL NO SEIXAL


Os tiroteios no Seixal, tornaram-se tão frequentes no dia a dia que parecem até atraír alguns "famosos" , sem comentários :

« Miguel, jogador do Valência, envolveu-se numa série de desacatos esta noite, numa discoteca do Seixal, tendo o episódio acabado com tiros do jogador contra uma carrinha.

Segundo relata esta manhã (ontem) a SIC Notícias, o jogador foi barrado por seguranças à porta da discoteca RS, em Corroios, por volta das 5h00.


Segundo conta a estação, a confusão terá dado origem ao disparo de tiros, provenientes de uma pistola 9mm, detida pelo internacional português, contra uma carrinha.

A carrinha em causa, bem como o carro do jogador, foram apreendidos pelas autoridades. »
Miguel e um acompanhante estiveram detidos na PSP de Cruz de Pau mas foram libertados esta manhã.

sábado, dezembro 26, 2009

O NATAL DOS SAFADOS E OS OUTROS DIAS


CRIMES URBANISTICOS

« Será que não estará na hora de se fazer algo que moralize o nosso sistema político e a nossa sociedade?

Muito se tem falado nos últimos tempos da criação de um novo tipo de crime; o crime urbanístico. Este novo tipo de crime, que existe na maioria dos países da Comunidade Europeia, e que tanto tem dado de falar pelos resultados alcançados na vizinha Espanha, tem sido sistematicamente adiado em Portugal. Diga-se, em abono da verdade, que, para além do Ministério Público e dos investigadores criminais, aqueles que mais estão de acordo com esta nova tipologia são os autarcas, porque a esmagadora maioria é honesta e diariamente luta pelo bem das suas comunidades e sistematicamente vê o seu nome colocado em causa, por uma minoria que existirá sempre e que não olha apenas para o interesse dos seus munícipes, mas olha principalmente para a sua conta bancária e para o seu património. O grupo destas pessoas honestas está e sempre esteve completamente de acordo com a existência deste novo tipo de crime, porque isso ajudaria a separar o trigo do joio.

Tudo isto a propósito da divulgação do que se passou na Câmara de Lisboa, onde, no decurso de um relatório da Sindicância, levado a cabo naquela autarquia, se analisou mais de meia centena de projectos urbanísticos, tendo-se concluído que em cerca de quatro dezenas deles, o Plano Director Municipal havia sido violado, em alguns casos de forma grosseira. Consequências disso? Poucas ou nenhumas. A violação em si, no nosso sistema jurídico, é apenas uma violação administrativa, que só terá relevância penal se for provado que essa violação foi motivada pelo pagamento de dinheiro ou por influência de alguém, etc... Será que tanto tempo depois é possível provar a existência de corrupção ou de tráfico de influências nesses processos?

Parece-me a mim, talvez por ingenuidade, que não. Os processos serão arquivados e tudo continuará na mesma. Importa então fazer uma pergunta.

Para que servem os PDM, os planos de urbanismo, os planos de pormenor e outros? Servirão talvez apenas como referência de algo que ninguém vislumbra, bem como para serem cumpridos por uma maioria que não dispõe de nenhum tipo de influência e para serem violados por uma minoria que dispõe desse poder de influência e que está disposta a pagar o for preciso para ver os seus interesses satisfeitos.Será que continuaremos todos a concordar com este estado de coisas ou não estará na hora e no momento de se fazer algo, que moralize o nosso sistema político e a nossa sociedade?

Carlos Anjos, Presidente da ASFIC» in Correio da Manhã

sexta-feira, dezembro 25, 2009

quinta-feira, dezembro 24, 2009

BOAS FESTAS , FELIZ NATAL!



Votos de um Natal solidário e humano .

Um Natal exigente perante quem nos governa numa filosofia despesista de mera ostentação imediata.

Um Natal ambientalmente sustentável sem desperdício e com preocupações de partilha com os mais desfavorecidos , com os que perderam o emprego , com os que se deixaram levar com a filosofia do endividamento fácil e com a ilusão do betão.


Um Natal com pinheiros na margem sul para além dos de polipropileno dos hipermercados.

quarta-feira, dezembro 23, 2009

SEIXAL ESCOLA HI-TECH


« Alunos Gelam no Seixal

A permanência de crianças a estudar com temperaturas de 6º às 8h:00 levou os professores da Escola Básica nº1 da Arrentela, Seixal, a reivindicar em sessão pública na Câmara do Seixal um quadro eléctrico para a escola que consiga suportar aquecedores. O pedido dos professores arrasta-se há 13 anos, mas a vereadora da educação, Vanessa Silva,
não encontra soluções.»

Correio da Manhã

terça-feira, dezembro 22, 2009

TRANSPARÊNCIA, BERNARDINO ?


O líder e deputado do PCP, Bernardino Soares afirmou uma verdade de la Palisse , pois que « que casos de falta de transparência em negócios do Estado, alguns "mais badalados, outros menos" » .

Não sei se se referia a algum caso em concreto , o que sei é que pormenorizou depois « Em causa está a forma como "são adjudicados negócios, concessões, apoios, contratos, programas, prejudicando muitas vezes o Estado" »


Não podia de novo estar mais de acordo com o PCP, tal como estava ontem acerca da necessidade de monitorização das construções (competência das autarquias , também das autarquias CDU... ) .


Caro Bernardino Soares, comecemos então pelas autarquias Comunistas da margem-sul e a falta de transparência - aos olhos de todos - dos seus negócios, adjudicações, opções orçamentais , alterações de uso do solo, alterações dos Planos Directores Municipais , alteralções de Reserva Agrícola nacional, alterações de Reserva Eccologica nacional , urbanizações em Sitio natura 2000 ... etc...etc...etc...


O PCP está disposto a ir por aqui ?

Então começo por sugerir a clarificação dos seguintes negócios :

- Construção - em ajuste directo - para arrendamento à CM do Seixal , pelo Grupo A.Silva & Silva de instalações destinadas ao Parque Técnico da Autarquia (aquele onde Vªas Exªas costumam fazer Comícios) .

- Construção - em ajuste directo - para arrendamento à CM do Seixal, pelo Grupo A.Silva & Silva de instalações deestinadas aos novos Paços do Concelho.

- Compra de uma Tapeçaria a Manuel Cargaleiro no valor de 126 mil euros. - Demolição das instalações (em perfeito estado de conservação) da CM do Seixal no Fogueteiro incluía , três pavilhões, um refeitório, várias oficinas e gabinetes uma área verde considerável ...

- Plano de Pormenor da Flôr da Mata - zona verde a preservar para as futuras gerações segundo o actual PDM - e alteração do traçado da CRIPS - IC 32 de forma a causar o maior estrago e impacto negativo naquela zona verde, em oposição ao projecto anterior.

- Negócio com o SL Benfica / Vale e Azevedo / LIBERTAS / BRITALAR ...para a Quinta da Trindade. Caro Dr.Bernardino Soares , o que tem para dizer sobre estes negócios sob gestão CDU ?

- Negócio Carlos Ramildes - URBANGOL - Vale de Chícharos, sendo que Carlos Ramildes é um ex Comité Central do PCP e URBANGOL uma off-shore ... ?

E já agora, quanto a transparência, quem são os vereadores de "Os Verdes" eleitos nas Câmaras CDU da Margem - Sul ?

segunda-feira, dezembro 21, 2009

O PCP E O TERRAMOTO



No embalo das inúmeras réplicas de um terramoto de grau 6 ocorrido na passada quinta-feira , e que não causou estragos , deputados do PCP vieram a público , tentando criar , caso fossem levados a sério, algum pânico, pois - e citando - «O grupo parlamentar do PCP insistiu, esta quinta-feira, na necessidade de realizar um diagnóstico sobre o estado dos edifícios no país e a sua capacidade para resistir a sismos»

Devo firmar que não posso deixar de estar de acordo neste ponto .

Agora o que me deixou verdadeiramente preocupado é o que foi dito no seguimento desse alerta, é que segundo estes senhores deputados ... «Muitos edifícios não cumprem a legislação sobre a resistência sísmica na construção», referiu ainda, defendendo o aumento da fiscalização e que seja garantido «o cumprimento escrupuloso das propriedades de resistência sísmica dos edifícios».

Ora, eles deve-se estar a basear no conhecimento que têm dos seus autarcas , pelo que eu, cidadão, residente numa autarquia gerida pelo PCP , onde mais se construíu nas últimas décadas , estou sériamente preocupado com "a resistencia sismica" dessas construções , uma vez que , não tendo aberto uma excepção mas baseando-se certamente nos seus autarcas , "a fiscalização não será garantida" .

Há muito (link) que tenho dúvidas sobre as capacidades dessas construções em resistir a um sismo, agora os senhores deputados comunistas deixaram-me verdadeiramente preocupados.

Porque não dar a CDU o exemplo dos alertas que lançam por via do alter ego PCP ?

- As autarquias têm do seu lado autonomia , legislação e fiscalização para tal ! Porque esperam então ?

domingo, dezembro 20, 2009

COPENHAGA E O LOGRO


Um acordo não vinculativo é como jogar na roleta a feijões , e foi basicamente o que aconteceu em Copenhaga (link) onde se gastaram recursos , horas e horas de discussão para que a "real-politik" do costume não acrescentasse nada de novo ou de revolucionáriamente diferente.

Continuamos adictos ao consumo , a uma forma de vida sem futuro, a hábitos insustentáveis que nos arrastarão para o abismo.

No meio de uma vaga de frio num país da Europa do Norte , numa cidade que é um exemplo de vanguardismo urbano e de qualidade de vida , não se conseguiu chegar a um consenso sobre o que fazer para atenuar o aquecimento global .
É pena, é pouco , mas não é uma surpresa.

Temos no poder a geração mais egoísta e menos preocupada com os valores e com as gerações vindoras de que há memória.


Se fossem vivos , Charles Dickens e Andersen tinham muito para se inspirar para um triste conto em vésperas de Natal .

sábado, dezembro 19, 2009

COPENHAGA A EXPECTATIVA


Os Estados Unidos, a China, Índia e África do Sul chegaram esta noite, em Copenhaga, a um acordo “significativo” mas “insuficiente” para combater o aquecimento global, segundo fonte oficial da administração Obama, citada pela imprensa estrangeira.

O Presidente Barack Obama afirmou esta noite que o acordo é "significativo" e "sem precedentes". No entanto, os progressos conseguidos em Copenhaga ainda são "insuficientes".

De notar que este é apenas um acordo político, não vinculativo. O mundo ainda tem de trabalhar nesse sentido. Ainda assim, o acordo é considerado um “primeiro passo importante”, segundo uma fonte oficial citada esta noite pelo “New York Times”.

“Os países desenvolvidos e em desenvolvimento acordaram listar as suas acções e compromissos nacionais, um mecanismo de financiamento, definir uma meta de 2ºC para a mitigação e fornecer informação sobre a implementação das suas acções através de comunicados nacionais, com a possibilidade de consultas e análises internacionais de acordo com orientações definidas”, acrescenta. “Nenhum país está totalmente satisfeito com todos os elementos mas este é um passo significativo e histórico e a fundação para futuros progressos”.

(fonte PUBLICO - NYT)

sexta-feira, dezembro 18, 2009

CAPARICA - OS CULPADOS DO COSTUME


Dos posts destes últimos dias em que avaliámos aqui a situação degradante e explosiva a que se chegou na Costa de Caparica, seria fácil, muito fácil mesmo, sobretudo para os responsáveis Comunistas, unica força que gere em maioria este teritório desde o 25 de Abril , que se apontasse aqui, com raiva e xenofobia, como responsáveis , quem veio de fora e por cá assentou arraiais ( a maioria pacifica, integrada e trabalhadora ) , nomeadamente os Africanos e sobretudo os brasileiros.

Não vamos por aí .

Se as Máfias Brasileiras encontraram por cá território fértil para se instalarem e dominarem, a culpa não é dos próprios que enveredaram por essa actividade, há muito, e bem longe daqui, e onde a acção policial sobre a sua actividade é bem mais musculada .

A culpa por cá foi de quem lhes abriu descontroladamente a porta e os convidou a instalar-se , num meio que até é geográfica e arquitectónicamente muito parecido com o seu, mas com muito menor controlo policial do que o que tinham no Brasil.


Se outra cultura, a africana pretende também por cá decalcar o bairro de lata onde habitava em Cabo Verde, na Guiné ou em Luanda, também não os podemos criticar , além de cultural, aquela forma de viver permite amealhar mais uns dinheiros para mandar para a familia , razão pela qual cá se instalaram em busca de um El Dorado prometido , mas revelado amargo e sem retorno.

Também não serão criticáveis os nacionais que vêm na Costa e nos seus "Parques de Campismo" uma segunda habitação definitiva, o seu resort privado de férias ou os que após 1974 se instalaram e construíram a Fonte da Tenha e no mesmo local destruíram revolucionáriamente o "resort" de qualidade aí existente .

Não culpo, nem critico nenhum deles , culpo sim a total ausência de autoridade do estado (excepto a gestão ambiental do Engenheiro Carlos Pimenta) e recentemente o Programa Polis e as intervenções também recentes do INAG , tirando isto, o que é pouco para quase quarenta anos, tem sido o abandono TOTAL e completo , quer do Estado, quer da autarquia.

E quem tem de facto , a responsabilidade directa e inequívoca em tudo isto ?

A autarquia , como é óbvio , que fomentou uma politica de massificação urbana e suburbanização de toda a região , sem excepção para as zonas de potencial turistico e de paisagem mais valiosa, e promovida desde 1975 pela CDU , onde se ínclui também uma guerra politica entre a Junta de Freguesia da Costa de Caparica e a Câmara de Almada, históricamente de côr partidária diferente , o que aqui tem um peso não descurável.


Culpo pois a autarquia por ter permitido uma explosão urbana que não acompanhou paralelamente a construção de outros equipamentos , culpo a autarquia , sempre diligente a autuar ( e bem ) qualquer cidadão que faça uma "marquise" , mas que fecha os olhos á construção de um bairro de lata (mesmo quando se estava a demolir outro com dinheiros públicos a propósito do Polis) , culpo a autarquia por permitir os abusos e o não cumprimento das regras estabelecidas nos parques de campismo , e culpo sobretudo a autarquia por não ter dado seguimento ás demolições na Fonte da Telha, onde mais uma vez se fecharam os olhos ao crescimento de mais construção em território do dominio publico e em paisagem protegida.

Todo este sentimento de impunidade, de falta de controlo de autoridade autárquico e policial é incompatível com a demarcação de regras necessárias à existência de um Estado, e sobretudo a que nesse Estado se integrem individuos vindos de outra cultura.

Se continuarmos por esta via de displicência geral , permitindo a graffitagem em todo o lado, permitindo os bairros da lata de geração expontânea, fugindo das ruas , para a segurança do shopping, barricando-nos em condomínios fechados .... então é bom termos a consciência de que os acontecimentos quase diários na Caparica, na Bela Vista, na Quinta da Princesa ou na Jamaica , só ainda agora começaram e que um dia, mais tarde ou mais cedo , faremos parte , como vítimas , de uma daquelas notícias do Correio da Manhã !
____________________________________________

COP 15

« As negociações em Copenhaga para um novo tratado climático global entram hoje no seu último dia, num momento em que está a ser discutido um novo esboço de decisão que fixa em dois graus Celsius o aumento máximo da temperatura da Terra até ao fim do século.

O texto, segundo a agência Reuters, também estabelece um montante de 100 mil milhões de dólares de financiamento para os países pobres a partir de 2020 – um valor que ontem já era consensual entre os Estados Unidos, a União Europeia e parte dos países africanos.» Ricardo Garcia - PUBLICO

quinta-feira, dezembro 17, 2009

CAPARICA - BETONIZAÇÃO E ABANDONO




O estado moral, cívico e urbano a que se chegou na Costa de Caparica tem os seus responsáveis naqueles que ocupam lugares decisórios na autarquia de Almada nos últimos 35 anos .

Creio que não serão difíceis de encontrar e identificar.


A Costa de Caparica e toda a linha de Costa - e pinhais - do Estuário do Tejo ao Cabo Espichel , são uma paisagem única , com potencialidades turisticas , ambientais , agricolas e até industriais , únicas que não se souberam nem gerir nem conservar, nem potenciar, pelas autarquias CDU responsáveis por aquele território, ou seja , as Câmaras de Almada, Seixal e Sesimbra.

Cedeu-se todo este potencial a um único fim, a betonização e a ocupação desregrada do solo , pelo que hoje, a Costa de Caparica pouco se distingue da Cruz de Pau, do Laranjeiro e de tantas outras aberrações criadas por uma mentalidade tacanha ao serviço dos interesses do lucro fácil e imediato .

Na Costa da Caparica "desnatou-se o mercado" , como se diz em marketing , e passámos em trinta anos, das "burguesas" moradias de veraneio para o bairro da lata . Da calma e pacatez, para o sobressalto e o crime . Da maior "fábrica" de frescos produzidos nas melhores hortas da região , para mais betão - dito social - e alcatrão ... As imagens são elucidativas.

Sobretudo desde o final da década de setenta e anos oitenta em que reinaram as empresas SIL (Serra & Irmãos Limitada) e outras construtoras a quem se deve uma primeira incursão pelos terrenos agrícolas e a destruição do centro históriico-social da vila .

O Café Costa Nova foi substituído pelo Edificio Pescador , os Irmãos Serra fizeram o primeiro shopping e urbanização associada e nasceram as Torres das Argolas .Perdeu-se o sentido de escala , a dimensão humana e de lazer para onde fugiamos , a dois passos de Almada ou de Lisboa.


Hoje é o que se sabe ! A quem serviu a betonização e o abandono ?
___________________________________________

ÚLTIMA HORA

Um abalo de magnitude 6.0, com epicentro no Oceano Atlântico, a 185 Km de Faro e a Oeste de Gibraltar, foi sentido esta madrugada, à 01h37, um pouco por todo o país.

quarta-feira, dezembro 16, 2009

CRIME NA CAPARICA 2 - A MÁFIA BRASILEIRA


Em menos de dez anos a pacata e acolhedora Costa de Caparica transfigurou-se , resultado de trinta anos de suburbanização e desinvestimento turistico por parte da Câmara de Almada, e por uma politica errada de imigração e respectiva ausência de controlo por parte do poder central.

No meio de tudo isto, um posto de policia que é o mesmo de há vinte anos, sem qualquer capacidade, e que permitiu tornar a Costa no Paraíso das Máfias que hoje nos assusta e intimida.

A notícia publicada no Correio da Manhã , a propósito do crime aqui descrito ontem é esclarecedora sobre a realidade escamoteada pelos responsáveis máximos da autarquia. Cito :

« Comandam segurança ilegal em bares de alterne da capital e Margem Sul. Deram 3 tiros pelas costas a um rival, procurado pela Interpol por homicídio.

Três tiros nas costas e à queima-roupa, em plena rua no centro da Costa de Caparica, são só mais um episódio na guerra pelo domínio do tráfico de droga, roubos, extorsão e imposição, pela força, de segurança ilegal em bares de alterne e outros de Lisboa e Margem Sul do Tejo. A vítima da madrugada de ontem, com mandado de captura da Interpol por roubo e homicídio no seu país, chegara a Portugal há uma semana. Era ex-cúmplice mas saiu da linha – e a máfia brasileira não perdoou. Dois homens atiraram para matar.

A pontaria não foi perfeita e Fábio, cerca de 30 anos, sobreviveu às balas cravadas nos dois braços e nas costas. Esta última de raspão. Está internado no Hospital de Santa Maria sob fortes medidas de segurança policial. Ao que o CM apurou, o brasileiro é testemunha essencial para o desmantelar da rede criminosa que há meses actua impunemente e é gerida por um compatriota seu a partir da Margem Sul.

Há muito que o cabecilha está referenciado pelas polícias – e contam-se mais de 20 elementos entre os operacionais do grupo. Na sua esmagadora maioria são brasileiros. E actuam ao estilo da máfia, impondo os seus serviços de segurança em vários bares e cobrando comissões de milhares de euros em troca da suposta protecção. Quem não alinha sofre as consequências entre a violência e destruição.

O modus operandi é idêntico ao do gang mais conhecido por Máfia da Noite, que foi entretanto desmantelado pela PSP sob comando da Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do DIAP de Lisboa. O grupo do ex-polícia Alfredo Morais, a que os brasileiros sucederam no controlo dos negócios da noite da capital, também impunha respeito e obediência pelo terror.

No caso da máfia brasileira, que já se instalou há anos na Margem Sul, entre as zonas da Costa de Caparica e Setúbal, diversificou a actuação para outros crimes: homicídios, tráfico de droga e roubos violentos por encomenda.

CIRCULAM ENTRE OS DOIS PAÍSES COM FACILIDADE

Uma das preocupações das polícias em relação a este grupo é o facto de, enquanto não há provas que permitam avançar para detenções, os seus elementos circularem com grande facilidade entre o nosso país e o Brasil. Há vários casos nos últimos meses, nomeadamente de cadastrados que chegam a Lisboa com um determinado objectivo, relacionado com crimes de roubo, extorsão ou tráfico de droga – e regressam rapidamente às origens. Revelam grande mobilidade e procuram apagar todos os vestígios das actividades em que se envolvem. Entre os crimes mais violentos estão a tentativa de homicídio da madrugada de ontem e pelo menos dois casos de violentas agressões – na sequência de tentativas de extorsão ou na guerra pelo controlo de território – que acabaram por resultar na morte das vítimas.

VÍTIMA RESISTE A TRÊS DISPAROS PELAS COSTAS

Fábio caminhava junto ao Hotel Real, na Costa de Caparica, quando, pelas 03h00 de ontem, foi surpreendido pelos disparos de dois homens que saíram de um carro com uma caçadeira e uma pistola. Levou três tiros de pistola nas costas, tendo os atiradores fugido de imediato. Duas balas atingiram os braços e, a terceira, as costas, sem afectar órgãos vitais. Na Caparica, ninguém admitiu ontem conhecer Fábio. O CM apurou, no entanto, que a vítima do atentado é natural da cidade de Governador Valadares, no estado de Minas Gerais, origem da maior parte da comunidade brasileira da Costa de Caparica.»

__________________________________________________

COP 15

« Ricardo Garcia (PUBLICO) , em Copenhaga

Há uma “enorme quantidade” de trabalho ainda pela frente para que a conferência de Copenhaga chegue a bom termo, disse hoje o secretário executivo da ONU para as alterações climáticas, Yvo de Boer.

A dois dias da sessão final com mais de uma centena de líderes mundiais, ministros estão ainda a tentar eliminar vários dos pontos de conflito nos textos que deverão compor o esqueleto de um novo tratado climático global.

“Houve progressos significativos, mas ainda insuficientes”, disse Yvo de Boer, numa conferência de imprensa. “Ainda há uma enorme quantidade de trabalho a ser feita”, acrescentou. »

terça-feira, dezembro 15, 2009

CRIME NA CAPARICA



A notícia é do EXPRESSO e reforça o clima de insegurança reinante na Margem Sul , clima esse escamoteado pelas autarquias.


O que é facto é que começam a ter uma frequência alarmante estes tiroteios na via pública que muitas das vezes acabam por atingir quem apenas está no local errado à hora errada.

A Margem Sul está, em virtude das politicas de ordenamento, de urbanismo e sociais de trinta e cinco anos de gestão CDU, um local cada vez mais inseguro e intranquilo, relembro que ainda esta semana foi baleada no Seixal , uma senhora grávida , em plena luz do dia , perto do Centro Comercial Rio Sul . Cito :

« Um homem com cerca de 30 anos foi hoje de madrugada (domingo) baleado por dois indivíduos numa via pública na Costa da Caparica e está hospitalizado em estado grave, disse à Lusa fonte da GNR.

O incidente ocorreu cerca das 03h00 de hoje, quando um homem com cerca de trinta anos foi baleado com três tiros de pistola por outros dois homens, na via pública, frente a um hotel, na Costa da Caparica, explicou a mesma fonte.

A vítima foi transportada para o hospital Garcia de Orta, em Almada, e posteriormente transferido para o de Santa Maria, em Lisboa, em estado grave, acrescentou.

Segundo a GNR, os suspeitos não foram detidos.»

___________________________________

COP 15 - IMPOSTOS VERDES

« Os países da União Europeia que executaram com sucesso reformas fiscais ambientais nos últimos anos têm dois pontos em comum: compensaram, por um lado, a maior tributação sobre a energia com uma descida de impostos sobre o trabalho e a produção de riqueza e, por outro, convenceram a opinião pública com uma comunicação ampla e com alternativas » Lurdes Ferreira in PUBLICO

segunda-feira, dezembro 14, 2009

QUE É FEITO DOS BLOGUES SITUACIONISTAS ?




Nasceram para contrariar o óbvio e desacreditar a blogoesfera livre que fugia a décadas de controlo informativo na ditadura comunista há muito instalada na margem sul.


Hoje, ao que parece, estão a um passo de entrar na vasta galeria necrológica da blogoesfera .

Senão vejamos :

- Seixal Sim - (Dr.Paulo Silva ) depois da teoria da Fraude eleitoral em Fernão Ferro ( a 3 de Novembro , um verdadeiro tiro no pé, voltou a postar três linhas a 20 de Novembro) .

- O Banheirense - (DOR Setúbal Nuno Cavaco) publica quatro linhas a 26 de Novembro e um link para o youtube mais recentemente) para terminar .

- Aldeia Paio Pires - outro moribundo que insistiu na teoria do golpe em Fernão Ferro, publica um post sobre o tema a 31 de Outubro .

Como blogue de sensibilidade ambiental, o a-sul , que vem num crescendo de seguidores, participantes , comentadores e leitores, preocupa-se também com a biodiversidade blogoesférica e com a extinção destas espécies de referência , algumas muito raras.


Uma das teorias que apontamos , é , que não se tenham extinto, mas sim evoluído no seu ecosistema partidário (também ele em extinção) por via dos úteis serviços prestados , mas deixo aos nossos comentadores a possibilidade de contrapôrem esta teoria, ou mesmo apresentarem outras, como por exemplo, não estarem à altura do número cada vez maior de blogues que apostam na critica à gestão comunista da Margem Sul

Desde já os agradecimentos pela participação.
_____________________________________________

COP 15

«(Lusa) - O presidente cubano, Raul Castro, deu ontem como facto consumado o fracasso da cimeira sobre o clima da ONU em Copenhada quando falava na inauguração da cimeira da Aliança Bolivariana (ALBA).»

domingo, dezembro 13, 2009

CIDADES DO FUTURO - HOJE



Helena Geraldes / PUBLICO

A sustentabilidade de 30 cidades em 30 países europeus, onde vivem 75 milhões de pessoas, surge agora num ranking elaborado pela Siemens e revista "The Economist", apresentado de manhã na conferência de Copenhaga. Nesta lista encabeçada pelas cidades da Escandinávia, mais concretamente por Copenhaga, e fechada por Kiev, Lisboa surge em 18º lugar.

Copenhaga, que ambiciona ser neutra em emissões de dióxido de carbono em 2025, foi a líder nas oito categorias avaliadas: dióxido de carbono, energia, edifícios, transportes, água, resíduos e uso da terra, qualidade do ar e “governância” ambiental. De um total de 100 pontos, conseguiu 87,31. A seguir surgem Estocolmo, Oslo, Viena e Amesterdão. Lisboa obteve 57,25 e Kiev 32,33 no “European Green City Index”.

Este grupo de 30 cidades - onde se incluem Viena, Amesterdão, Budapeste, Istambul, Roma, Paris e Londres – tem feito o trabalho de casa em prol do Ambiente. Mais de metade dos cidadãos que vivem nestas cidades (62,5 por cento) vai para o trabalho a pé, de bicicleta ou de transportes públicos; 24 cidades têm medidas para reduzir o lixo que produzem e dois terços promovem meios de transporte mais “verdes”.

“As cidades europeias são líderes no desempenho ambiental”, comentou James Watson, editor da The Economist Intelligence Unit, lembrando que têm emissões per capita de gases com efeito de estufa mais baixas do que a média da União Europeia.

Oslo emite apenas 2,19 toneladas de dióxido de carbono (CO2) por habitante (quando a média europeia é de 5,2; já a de Lisboa é 7,5 toneladas) e em Estocolmo, 68 por cento dos habitantes vai para o trabalho a pé ou de bicicleta. Na verdade, por cada quilómetro quadrado de superfície, a cidade tem quatro quilómetros de ciclovias. Bruxelas também serve de exemplo devido ao seu programa “vizinhança sustentável”, onde os moradores formam grupos e candidatam projectos a financiamento.

Amesterdão distingue-se por aquilo que consegue fazer ao seu lixo. A cidade recicla 43 por cento dos resíduos municipais, quando a média é de 18 por cento.

A cidade onde se respira melhor é Vílnius, com 20 metros quadrados de espaços verdes por morador e baixos níveis de emissões de gases com efeito de estufa.

Não obstante os bons exemplos, ainda há muito que estas 30 cidades devem fazer. Apenas 7,3 por cento da energia consumida vem de fontes renováveis (quando a meta da União Europeia é de 20 por cento em 2020), um em cada quatro litros de água consumidos nas cidades perde-se em fugas e menos de um quinto do lixo acaba reciclado.

“As cidades podem usar este estudo para definir as prioridades das suas acções, a fim de reduzir a sua pegada de carbono”, disse Reinhold Achatz, responsável pela unidade de investigação da Siemens.


- Então e a cidade da Rede Europeia das Cidades Saudáveis ?

- Então e o Seixal Saudável ?

- Então e o Seixal "onde dá gosto viver" ?

- Então e o Seixal referência Europeia ?

_____________________________________________

COP 15

« A polícia dinamarquesa dispersou hoje uma manifestação, que acontecia ao som de frases anti-capitalistas, no centro de Copenhaga. Dezenas de pessoas foram detidas.

A manifestação, que respondeu ao apelo da coligação Climate Action Justice, reuniu cerca de 200 pessoas. Várias delas foram libertadas ontem à noite depois de terem sido detidas durante uma marcha para pedir um novo acordo climático global mais ambicioso.»

sábado, dezembro 12, 2009

MARGINAIS REINAM NO SEIXAL


Quem vive no Seixal teme pela sua vida e pela dos seus, esperando não estar no local errado à hora errada, e tal facto justifica-se pelo risco de ser um dia apanhado no fogo cruzado da guerra do gangues que despudoradamente marcam território pelas armas e pelos graffitis que proliferam, uns e outros, sem qualquer entrave pelo concelho. Segundo o Correio da Manhã de ontem , cito :


« Seixal: Tiroteio entre elementos da Quinta da Princesa e do Bairro da Jamaica

Grávida ferida a tiro em guerra de gangs

A guerra entre gangs da quinta da Princesa e do bairro da Jamaica, há meses envolvidos numa luta armada pelo controlo do tráfico de droga no concelho do Seixal, fez na madrugada de ontem mais oito feridos – entre eles uma mulher grávida. O cenário de violência é resultado de um tiroteio que começou perto do Centro Comercial Rio Sul e terminou junto à quinta da Princesa, que a PSP já tomou de assalto quatro vezes este ano. E sempre por causa do tráfico.

Segundo o CM apurou junto de fontes policiais, pouco depois da meia-noite de ontem um elemento oriundo do bairro da Jamaica foi baleado por um rival da quinta da Princesa na rua 25 de Abril, junto ao maior centro comercial do concelho. Desavenças antigas estiveram na origem dos disparos.

A notícia do ataque chegou rápido ao bairro da Jamaica, pois ainda antes de os bombeiros terem chegado junto à primeira vítima já estavam a ser solicitados para auxiliar mais sete vítimas de tiros na rua General Humberto Delgado. Um grupo de homens armados – desconhece-se o total – a bordo de dois automóveis tinha respondido também a tiro ao ataque a um dos seus. Sete jovens da quinta da Princesa tinham sido baleados quando fugiam do primeiro local das agressões.

"Tivemos de mobilizar 25 bombeiros e 11 veículos para socorrer um total de oito vítimas de tiros, entre elas uma mulher grávida. À excepção desta última, são todos feridos ligeiros", informou ao CM o comandante distrital de coordenação de operações de socorro António Gualdino. "A operação começou à 01h00 e terminou pelas 02h39, e as vítimas foram todas levadas das para hospitais da região", acrescentou .

O CM sabe que os tiroteios colocaram de sobreaviso a PSP do Seixal, mas ninguém foi detido. Tentámos obter esclarecimentos sobre o tiroteio, mas o Comando da PSP do Seixal remeteu declarações sobre o assunto para o Comando Distrital de Setúbal, que só hoje dará informações.»

por : João C. Rodrigues

sexta-feira, dezembro 11, 2009

« SEIXAL TEM ÁGUA DE BOA QUALIDADE » ... COM TNT (?)


No passado dia 20 de Novembro , o jornal Público publicava um artigo assinado pelo jornalista Ricardo Garcia em que se alertava para a existência na água captada nalguns furos do Seixal, de « TNT, um composto orgânico, possívelmente cancerígeno , deixado por décadas de actividade de uma antiga fábrica de explosivos » (sic).

O artigo sustentava-se em estudos apresentados na Suiça por uma investigadora portuguesa, a geóloga Helena Amaral e os seus resultados foram mesmo publicados na conceituada revista cientifica Chemosphere, revelando mesmo que em três furos usados para abstecimento publico foram detectados entre 95 e 280 microgramas daquela substância por litro.


A reacção da autarquia não foi a expectável face a notícias de tal gravidade.

Interpelados pelo Senhor Vereador Paulo Edson , e segundo o mesmo « ... foi assegurado pelos Srs. Vereadores Jorge Silva e Joaquim Santos que a água é de boa qualidade »

O que devemos então pensar ?

- Que a «água é de boa qualidade» apesar da existência de poluentes potencialmente cancerígenos?

- Que no Seixal nos devemos regozijar por ter «água de boa qualidade» enriquecida com TNT ?

- Que ao contrário dos cidadãos dos outros municipios onde os cidadãos têm de pagar por água enriquecida com sabores, no Seixal a água com compostos orgânicos (trinitrolueno) corre directamente da torneira ?

É isto ?


- É que até agora não me parece que tenha sido posto em causa o estudo científico ou processado o jornalista Ricardo Garcia e o PÚBLICO , por um artigo alarmista e difamatório .


Uma coisa parece ser clara, por cada litro de H2O , temos acrescentado em água de abastecimento público, nalguns casos , entre 95 e 280 microgramas da molécula acima retratada.

Se no futuro houver problemas de saúde confirmados e provados pelo consumo de tal molécula na água , sabemos pelo menos que podemos processar os senhores vereadores Jorge Silva e Joaquim Santos que hoje , certamente devidamente fundamentados cientificamente, nos garantem que podemos consumir a « água de qualidade do Seixal » .
_______________________________________________

ÚLTIMA HORA

MAIS UM ASSUNTO EM QUE A CÂMARA DO SEIXAL ENTERRA A CABEÇA NA AREIA:

« A guerra entre gangs da quinta da Princesa e do bairro da Jamaica, há meses envolvidos numa luta armada pelo controlo do tráfico de droga no concelho do Seixal, fez na madrugada de ontem mais oito feridos – entre eles uma mulher grávida. O cenário de violência é resultado de um tiroteio que começou perto do Centro Comercial Rio Sul» (in Correio da Manhã)


quinta-feira, dezembro 10, 2009

EUROBARÓMETRO - PORTUGUESES E O AMBIENTE (2009)


« No Eurobarómetro sobre atitudes face às alterações climáticas, apenas 28 por cento dos portugueses consideraram que estas são um dos problemas mundiais mais sérios, contra 47 por cento da média europeia (UE27). Três em cada quatro portugueses (75 por cento) responderam que a pobreza e a falta de comida e de água potável são a principal preocupação global actual (69 por cento na UE27).

Segue-se a disseminação de doenças infecciosas, com 39 por cento de respondentes portugueses (32 na UE27), o terrorismo internacional (37 em Portugal, 35 na UE27), uma quebra importante na economia global (31 em Portugal, 39 na UE27), e os conflitos armados (30 em Portugal, 29 na UE27). A proliferação das armas nucleares (11 em PT, 15 na UE27) e o aumento da população mundial (6 por cento em Portugal, 24 na UE27) são as questões menos valorizadas no inquérito.

Na comparação com uma sondagem semelhante feita em Fevereiro, os resultados mostram que o número de portugueses preocupados com as alterações climáticas baixou dois pontos percentuais e a média europeia baixou três. Por outro lado, o número de portugueses que teme a disseminação de uma doença infecciosa subiu 17 pontos, tendência também acompanhada na média europeia, que subiu 14 em relação a Fevereiro.

Já a separação do lixo é a actividade de eleição dos portugueses que dizem agir contra as alterações climáticas, seguindo-se a poupança de energia e de água, segundo o Eurobarómetro hoje divulgado em Bruxelas. Segundo a sondagem, 71 por cento dos portugueses que dizem fazer algo pela luta contra as alterações climáticas separam o lixo, sendo a média europeia (UE27) de 78 por cento. Seguem-se os portugueses que poupam no consumo de energia, desligando o ar condicionado ou o aquecimento, comprando lâmpadas de baixo consumo ou produtos energeticamente eficientes: 55 por cento (63 por cento UE27).

No campo dos transportes, apenas 8 por cento optam por ser amigos do ambiente deslocando-se a pé, de bicicleta ou de transportes públicos (28 na UE27) e só 9 por cento reduziram o uso do automóvel optando, por exemplo, pela partilha de viaturas (24 na EU27). Por outro lado, não foram além dos 4 por cento os que optaram por comprar carros que consomem menos combustível ou que são mais amigos do ambiente (20 na UE27).

A sondagem foi realizada entre 28 de Agosto e 17 de Setembro últimos, tendo sido feitas 26719 entrevistas pessoais em todos os Estados-membros da União Europeia, 1051 das quais em Portugal.»

_______________________________________________

COPENHAGA 2009

As negociações técnicas começaram no segundo dia da conferência climática de Copenhaga, estimuladas pelo anúncio da Agência de Protecção Ambiental norte-americana (EPA) sobre a possível regulação das emissões de gases com efeito de estufa.

Reunidos na capital dinamarquesa até 18 de Dezembro para concluir um acordo mundial de luta contra o aquecimento global, os representantes de 192 países começaram os seus trabalhos em sub-grupos dedicados a questões como o combate à desflorestação, o financiamento da adaptação às alterações climáticas ou ainda os mecanismos de verificação dos compromissos dos diferentes países.
________________________________________________

COPENHAGA 20009

Portugal já arrancou com uma rede de abastecimento de automóveis eléctricos e o Governo já aprovou, na generalidade, um decreto sobre o regime de mobilidade eléctrica, que prevê um conjunto de incentivos fiscais e financeiros até 2012 para particulares e empresas que adquiram estes automóveis.

quarta-feira, dezembro 09, 2009

O PATÉTICO PCP


É patética esta atitude do PCP de enjeitar responsabilidades sobre obras que são de responsabilidade cabal de duas Câmaras Municipais em que o partido Comunista esteve em maioria nas últimas décadas.

É patético, e trágico ao mesmo tempo ver responsáveis politicos descartarem-se via das estruturas partidárias que os suportam numa tentativa de dissimulação da sua incompetência e do seu autismo face à gestão de projectos estruturantes e de enorme investimento público.


É triste , e patético , ver estas encenações inconsequentes depois de todas as outras, incluindo os incontáveis Forums de Participação Pública , promovidos pela autarquias do Seixal e de Almada , mas que nunca deram a mínima atenção a propostas dos cidadãos , a chamadas de atenção da sociedade civil e até a alterações que a concessionária e o Governo estariam disponíveis a aceitar, mas barradas pela teimosia e incompetência dos mais altos dirigentes da Câmara Municipal de Almada.

Agora o PCP pretende lavar daí as mãos e esquecer a responsabilidade directa dos seus autarcas na gestão da obra e do espaço público.

É feio, muito feio e só demonstra a forma como os seus dirigentes estão na vida pública , há demasiado tempo à frente dos destinos de uma região que merecia outro rumo e outro desenvolvimento.

__________________________________________

Veja aqui o que foi publicado no TRIÂNGULO DA RAMALHA (link)

____________________________________________________

COPENHAGA 2009

Por Lusa
A fábrica de baterias para os carros eléctricos da aliança Renault-Nissan será localizada em Aveiro, revelou ontem, em Lisboa, o vice-presidente-executivo da Renault-Nissan, Carlos Tavares.

Esta fábrica, que terá uma capacidade anual de produção de 60 mil baterias, representa um investimento de 250 milhões de euros e vai criar 200 postos de trabalho.

terça-feira, dezembro 08, 2009

QUESTIONAR "INCOMPETÊNCIAS" OU QUESTIONAR "OS INCOMPETENTES" ?



... Eu apostaria antes em questionar os incompetentes e se possível puni-los , porque as incompetências, essas são geralmente inquestionáveis e caracterizam-se a si mesmas .

Complicado ? Vão ver que não.

É que a notícia que reproduzo acima (27/11/09) refere que o PCP do Seixal vai questionar, não os incompetentes autarcas do seu partido que governam há trinta e cinco anos , mas as incompetências vá-se lá saber quais, e de quem...no projecto MTS, um ano passado sobre a inauguração do funcionamento total da rede do Metro Sul do Tejo.


Se se derem ao trabalho de ler a notícia verão antes do "questionar" , o tipico "descartar" de responsabilidades . Quando se tratam destas questões, há sempre um responsável etéreo, omnipresente e omnipotente que torna os autarcas do PCP vítimas de si mesmas e logo, nunca responsáveis do que se passa no território por si gerido .

Sejam eles mortes em instalações abandonadas, afogamentos de crianças em esgotos, águas contaminadas ou insegurança e criminalidade . Apesar de tudo se passar no Seixal , ninguém eleito dá a cara , ninguém assume e muito menos resolve .


Moral da história que o PCP nos conta , é que há "incompetências" , mas nunca "incompetentes".


Mais palavras para quê ? Os inimputáveis no seu melhor! Só mais uma questão que me surge da notícia de SMC do "Comércio do Seixal e Sesimbra" :


- Onde é que é gerida a Câmara do Seixal ? Em qualquer centro de "trabalho" do PCP ou nos Paços do Comcelho ?

É que se é nos centros de "trabalho" do PCP , teríamos poupado uns milhares no aluguer mensal das instalações do Grupo A.Silva & Silva.

- Porquê? É que notícia começa por descrever que "num encontro com jornalistas realizado esta segunda feira na sede do PCP em Corroios para terminar com "...a Câmara do Seixal vai enviar esta terça feira um novo ofício a solicitar reunião com o MOPTC..."

Afinal onde é gerida , onde é feita a agenda e que competências tem a Câmara Municipal do Seixal e os autarcas eleitos e em posse de funções ?

Quem gere o Município do Seixal afinal ? Qual o papel dos Vereadores (da maioria e com pelouro) e sobretudo do Presidente?

Qual o papel dos orgãos eleitos ?

_______________________________________________

COPENHAGA 2009

« Quando, em 1995, publicou pela primeira vez um estudo de uma só página na revista "Nature" , a revelar a redução do manto de gelo que cobre o oceano Árctico, o cientista Ola M. Johannessen, director do Centro Nansen de Ambiente e Percepção Remota, na Noruega, esperava mais atenção por parte do poder político. "Deveria ter servido de alerta amarelo porque as alterações no Árctico vão conduzir a mudanças ecológicas bruscas mais cedo do que o previsto".(...)

Para Nalân não restam dúvidas de que as emissões de gases de estufa , proveniente das actividades humanas, são as principais responsáveis por este fenómeno. E se o Ano Polar Internacional , que decorreu de Março de 2007 a 2009, reforçou o investimento na monitorização desta zona, mas este "desastre ecológico" pode significar um desenvolvimento económico.

O degelo, tal como o do Verão de 2007, quando ninguém o esperava tão cedo, permitirá a abertura da Passagem do Noroeste (via marítima do Atlântico ao Pacífico), encurtando essa rota entre a Europa e a Ásia. Acresce que neste território se encontram as mais importantes reservas de petróleo, gás, diamanteschumbo do mundo, reacendendo a luta pela reivindicação destas áreas. Rússia, Noruega e Canadá foram as primeiras a expandir as bases que possuíam nestes locais remotos. Mas, agora, todos os países que confinam com o Círculo Polar Árctico querem sentar-se à mesa das negociações e redesenhar fronteiras. e

A corrida às riquezas do 'topo do mundo' ainda mal começou. » (Fonte Expresso , excertos)

domingo, dezembro 06, 2009

COPENHAGA 2009 ZERO EMISSÕES EM PORTUGAL



ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS - PORTUGAL UM PASSO Á FRENTE

«O 'Kangoo' da gama ZE (Zero Emissões) vai ter um preço muito semelhante ao da actual versão a diesel do mesmo modelo, actualmente nos 13 mil euros, e poderá percorrer 100 quilómetros com um custo de apenas dois euros

A Renault mostrou na passada semana em Portugal o primeiro de uma gama de veículos 100% eléctricos que a marca francesa pretende começar a comercializar em larga escala a partir de 2011.

O modelo escolhido para esta apresentação dinâmica foi o Kangoo be bop ZE Concept, ainda um protótipo, mas já com uma tecnologia muito próxima da dos futuros veículos de série que estão a ser desenvolvidos para introdução no mercado daqui a 18 meses.

O fabricante garante que o preço da versão ZE (Zero Emissões) será equivalente ao da versão com o motor a diesel do Kangoo Express, um comercial ligeiro que ronda actualmente os 13 mil euros no mercado português. Mas ainda com a vantagem de o custo de funcionamento - incluindo aluguer de baterias, custo da electricidade e manutenção - representar uma economia entre 20% e 30%. De acordo com a Renault, o Kangoo be bop ZE vai permitir percorrer 100 quilómetros por cerca de dois euros, um custo cinco vezes inferior ao de um veículo equipado com motor de combustão.

O carregamento poderá ser efectuado em qualquer local com corrente eléctrica, o que levará cerca de oito horas, mas nos postos de carregamento apropriados serão necessários apenas 20 minutos. A alternativa mais rápida, a troca de baterias, demora unicamente três minutos. A autonomia do protótipo ontem testado é de 100 quilómetros, mas a Renault promete uma evolução nas baterias para atingir os 160 quilómetros na versão para venda.

A gama ZE é composta por quatro modelos 100% eléctricos, dois dos quais derivados de veículos com motor térmico, o Kangoo e o Fluence, com comercialização na Europa prevista para o primeiro semestre de 2011. No final do mesmo ano, deverá ser introduzido no mercado o Twizy ZE, um carro eléctrico desenvolvido de raiz a pensar numa mobilidade essencialmente citadina, seguindo-se em 2012 o quarto e último modelo da gama, o Zoe ZE, também concebido de raiz, mas vocacionado para uma maior versatilidade de uso, em trajectos diários nas grandes cidades e subúrbios. Tanto o Twizy como o Zoe só estarão disponíveis na versão eléctrica » press-released DN .

______________________________________________________

INCENTIVOS

Uma rede de 1300 postos de carregamento de veículos eléctricos até ao final de 2011 e incentivos para a aquisição deste tipo de veículos para particulares e empresas são as linhas gerais de um decreto-lei sobre a mobilidade eléctrica que foi aprovado no passado dia 3 em Conselho de Ministros.

O Governo quer ter até ao final de 2011 uma rede de 1300 postos de carregamento de veículos eléctricos e mais 25 postos de carregamento rápido distribuídos por 25 municípios. Em relação à aquisição de veículos eléctricos, os estímulos para os particulares passam pela isenção do imposto sobre veículos e pela atribuição de um subsídio de cinco mil euros (para as cinco mil primeiras unidades ou até ao final de 2010), ao qual acresce mais 1500 euros no caso de existir um automóvel para abate. (Fonte Publico)

sábado, dezembro 05, 2009

COPENHAGA 2009 - AMBIENTE VERSUS ECONOMIA

PORTUGAL E AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS - DOIS PASSOS ATRÁS !


PIN...QUE PARIU!!!



































Portugal continua a ser um país com leis , muitas leis, com institutos, muitos institutos, comissões, muitas comissões, tutelas, muitas tutelas, e para quê? Para aplicar e fazer aplicar as tais "muitas leis" ? Não, parece que assim seja , olhando para o país que temos parece ser exactamente o inverso, parece ser mais para lançar a confusão e decidir depois ad-hoc , com a teia de influência e os lobies do costume.

A noticia da manhão da TSF era de que havia suspeitas de ulilização de informação priveligiada no caso da novela da OPA do BCP sobre o BPI... houve investidores que num dia ganharam UM MILHÃO de euros..."sem espinhas"... também o conhecido empresário testa de ferro para a ex-nova refinaria de Sines ou ex-futura Central Nuclear, parece, segundo a notícia, ter lucrado com o esquema... Parece que a nível financeiro a denúncia é célere e ecoa na justiça , (utilização de informação priveligiada) embora só um empresário tenha sido condenado nestes anos todos...

Mas a nível de quem decide os jackpots que constituem as alterações de uso do solo por esse país fora... já a coisa muda de figura, a teia estabelecida , mesmo que denunciada, mesmo que provada, mete os responsáveis de cabeça na areia , e depois, ninguém sabe, ninguém vê, ninguém ouviu...

Já havia em Portugal meios de contornar e de levar uns a lucrar dinheiro fácil, aquilo que noutros países é considerado crime ! Havia meios de contornar os Planos Directores Municipais, mesmo durante a sua vigência (P.e. Planos de pormenor...) já havia meios de aproveitar as suas revisões, de jogar a bel prazer com as REN e RAN, já havia a "Imprescindivel Utilidade Pública" ... já havia tudo isto para permitir que Portugal seja um país sério, mas agora inventou-se mais o PIN (Projecto de Interesse Nacional)...

...NACIONAL ??? O Expresso publica esta semana o trabalho acima, lá identificamos os velhos fantasmas do desenvolvimento - versus - ecologia/conservação ... porque continua o poder luso a considerar o Povo uma cambada de ignorantes??? Porque não sai Portugal da cauda da Europa ??? (Digitalização do Expresso via alhosvedros) - ( Nota - post originalmente publicado em Fev 2007)

Etiquetas: ,

sexta-feira, dezembro 04, 2009

2009 UM BALANÇO . OBRIGADO !




Proponho hoje um balanço , até porque o final de mais um ano , chegará rápido , cada vez mais rápido é que depois do "regresso às aulas" a 15 de Agosto , o grande retalho insiste em pôr-nos a ouvir o jingle-bells no ínicio de Novembro

Gostariamos de deixar a todos os que têm visitado e participado no a-sul o nosso muito obrigado e votos de um bom ano .

Deixo-vos com os números que são elucidativos, apesar de só traduzirem uma parte , na medida em que só aderimos ao site-meter mais de um ano depois do blogue existir.

No entanto:
- Mais de trezentas mil entradas depois - Mais de um milhão de páginas vistas Isto sem falar no acervo documental e fotográfico em que o blogue se tornou para memória futura . E sobretudo nos comentários e nas participações que desejamos ver aumentadas no futuro.

Por isso, os agradecimentos a todos e a vontade de continuar .

Isto numa semana em que em Copenhaga se traçam (de uma forma ou de outra ) novos rumos, urgentes e necessários para todos nós.


Mais uma vez OBRIGADO a todos pelo interese que todos vós criaram, mantiveram e vêm ampliando , num blogue local, ancorado em questões ambientais, de ordenamento do território, de urbanismo ,de ecologia na sua forma mais ampla e avaliando causas e consequências que decisões e politicas podem vir a ter e tiveram já no bem estar , na qualidade de vida e da sustentabilidade a Sul do Tejo.

_________________________________________________

COPENHAGA 2009

« James Hansen, o cientista norte-americano que primeiro falou das ameaças do aquecimento global, afirmou em entrevista ao diário britânico The Guardian que seria melhor para o Planeta e para as futuras gerações que a Cimeira de Copenhaga falhasse.

O climatologista mais famoso do Mundo argumenta que qualquer acordo que saia destas negociações será tão imperfeito que é melhor começar de novo do zero, e diz que o caminho que está a ser seguido no processo negocial "é um desastre".

Radical, critica os políticos, incluindo Barack Obama e o próprio Al Gore, Prémio Nobel da Paz. "Não temos hoje um líder que seja capaz de lidar com as alterações climáticas e que diga o que é realmente necessário fazer". » Fonte Expresso , excertos.

quinta-feira, dezembro 03, 2009

COPENHAGA 2009 - AL GORE E O AQUECIMENTO GLOBAL




















AL GORE , VINTE ANOS DE ACTIVISMO AMBIENTAL

« No interio da revista TIME de há quase vinte anos , encontrada na "arca dos nossos tesourinhos deprimentes" encontramos um longo artigo de um então jovem senador do Tennessee, já nessa altura (Jan 1989) , era considerado um dos mais ardentes ambientalistas do Congresso, esse ambientalista era Al Gore, o artigo original está acima reproduzido e pode ser lido clicando sobre a imagem.

Reproduzo-o aqui para sublinhar a coerência do homem que voltou a trazer para as primeiras páginas os temas ambientais que como ontem vimos se agravaram nas últimas duas década e demonstrar que não têm razão aqueles que acusam Al Gore de mero oportunismo politico com a sua "Verdade Inconveniente" .

Al Gore tem sim uma longa luta em alertar para o rumo que o desenvolvimento humano está a tomar, sobretudo para a própria humanidade e esse mérito não lhe podemos negar » (post publicado originalmente em Fev de 2007)


__________________________________________

ULTIMA HORA - CLIMATEGATE

« A Universidade de East Anglia, no Reino Unido, acaba de anunciar a suspensão de Phil Jones, o cientista que dirige a prestigiada Unidade de Investigação do Clima (CRU), até à conclusão de uma investigação independente sobre a manipulação de dados das temperaturas para exagerar o aquecimento global.

O caso, conhecido por Climategate, envolve climatologistas britânicos e norte-americanos e foi descoberto por hackers que tiveram acesso a milhares de mails trocados entre aqueles cientistas desde 1996 até 2009, estando a causar grande polémica entre a comunidade científica mundial.

Esta polémica estalou nas vésperas da Cimeira de Copenhaga, onde vai ser negociado um acordo político que possa estabelecer um novo regime climático para 2013, quando caducar o Protocolo de Quioto. A megaconferência começa a 7 de Dezembro. (Noticia Expresso )»