sábado, outubro 25, 2008

LEITO DE BETÃO E POLUIÇÃO NA RIBEIRA DA MOITA


Na Moita foi artificializado o leito da Ribeira da Moita , uma situação que se revela perigosa na medida em que a impermeabilização do leito , não só impede a infiltração, como vai provocar que a água chegue com maia velocidade e caudal ás zonas mais baixas. Para além disso os moradores denunciam que esta ribeira está transformada num vazadouro de águas residuais provenientes do Parque Industrial de Palmela , denunciam os residentes :

" Com efeito, a Ribeira da Moita atravessa toda a parte Sul do Concelho correndo para Norte, a caminho do Tejo.

Tem origem na zona de fortíssima concentração humana e de serviços e indústria do Parque Industrial junto à AutoEuropa, onde trabalham cada dia largos milhares de pessoas numa actividade humana e industrial intensa, com descargas industriais e humanas diárias de milhões de litros de efluentes de todo o género.
A Ribeira da Moita é engrossada igualmente com mais milhões e milhões de litros de outros efluentes de várias novas aglomerações urbanas do Concelho de Palmela, que a sul da Moita pululam sem parar.

Indústrias importantes em produção e em pessoal, e novas cidades e urbanizações para as quais nenhuma solução foi prevista em termos de efluentes industriais e humanos, que não seja o deixar fazer, o deixar correr as suas águas de todo o tipo, insuficientemente tratadas e a céu aberto, pelas nossas terras e à beira das nossas casas a caminho do Tejo.

(...) A Ribeira da Moita é a única com um caudal contínuo, dia e noite, 24 sobre 24 horas, a correr para o Tejo ao longo do Concelho da Moita. "
As outras ribeiras estão secas todas durante a maior parte do ano, enquanto a nossa corre todos os dias sem parar com importante e incessante caudal.

"
Estamos perante mais um atentado ambiental de proporções muito graves a que todas as entidades responsáveis assistem parcimoniosamente sem que lhes ponham côbro, uma situação que inconforma e revolta moradores daquela zona do concelho da Moita.

A situação de betonização foi já alvo de um requerimento por parte do deputado do MPT , Luís Carloto Marques
.

3 comentários:

antónio silva ângelo disse...

Solidariedade chega de todos os lados. Hoje, vem de novo e sempre de Blogue A-Sul, Blogue Ambientalista da Margem Sul

Davide Ferreira disse...

O carloto é o maior :)

Anónimo disse...

Este antónio ângelo é o máximo. A solidariedade chega de todos os lados?

...

O deputado nem conhece a Moita. Prepocupa-se tanto com o povo que todos os dias se deita com dor de cabeça.