quarta-feira, outubro 22, 2008

ÁRVORES DESAPARECEM DAS RUAS DO SEIXAL




As autarquias aqui mencionadas ontem, Almada e Seixal não só não têm aplicado programas de reflorestação, como no Seixal está em prática uma verdadeira e incompreensível campanha de abate de árvores por todo o concelho .

As últimas queixas , depois de Pi
nhal dos Frades chegaram-nos da Quinta da Tendeirinha, onde foi mesmo organizado um abaixo assinado contra o derrube de árvores naquele local , tendo mesmo os moradores recorrido à QUERCUS como forma de denunciar e impedir que o abate acotecesse.

De Miratejo surgem-nos também notícia e imagens de vários pontos onde tem decorrido um corte massivo de árvores (choupos, plátanos...) incompreensível para a população , pois são árvores em boas condições fito-sanitárias, são árvores de folha caduca, permitindo a passagem do sol e luz neste período que se aproxima e encontram-se em zonas onde a sua folhagem é estimada, durante a época de Verão.












Estas situações são tão inconcebíveis, como incompreensíveis , e começam a ser tão comuns e generalizadas que a autarquia deve explicar o que se está a passar, qual o critério de abate, para além de serem árvores em boas condições, os cortes são indiscriminados, tanto se cortam árvores com mais de 50 cm de diâmetro como de menos de dez sendo por vezes colocadas nas suas proximidades outros exemplares jovens e raquiticos, não passando para já de meros arbustos.

A explicação será tão urgente , útil , e oportuna , quando em conversa de café se fala de negócios pouco claros entre as empresas ou empresa prestadora deste serviço e a autarquia...

13 comentários:

Anónimo disse...

É aterrador ver destruir as poucas arvores que vão crescendo neste concelho. Não se percebe a lógica do corte de árvores por parte da Câmara indiscriminadamente em sítios onde as árvores não estão a fazer mal a ninguém. Todos sabemos como é importante ter verde nas nossas cidades , mas no concelho do seixal com quase 200 anos de existência como concelho as árvores não têm mais do que meia dúzia de anos. Umas cortam-nas outras secam-nas com herbicida nos canteiros. Porque será? Será que as cortam para terem lenha para as lareiras? Será porque sentem prazer em ver o desespero dos moradores quando assistem a este corte de árvores? Será que quem manda cortar as árvores é completamente ignorante?

natália gomes disse...

Cortar árvores já com aquele diâmetro de tronco é um verdadeiro atentado!! Cada vez mais vivemos na era do aqui, já e agora...
Será que sabem que em Londres, a existência de árvores adultas dão mais valor aos imóveis onde estão implantadas ?

Anónimo disse...

Com estas políticas, os nossos netos é que vão sofrer as consequências mais gravosas, mas nós temos o dever cívico de responsbilizar criminalmente quem comete crimes desta natureza. Já chega de tanta prepotência por parte das Câmaras Municipais!

Anónimo disse...

Que ruas tão feias.

Anónimo disse...

Em Miratejo, os moradores pediram explicações do porquê do corte de árvores, deram a mesma desculpa de sempre "estavam doentes". Os pequenos canteiros que a população possuia em frente de suas casas, e que eram as próprias que tratavam deles, já lhes foi removida toda a vegetação que possuia e vão ser empredados, o mesmo vai acontecer com toda a rotunda central de Miratejo....

LB disse...

Esta câmara é uma vergonha!

lll disse...

Ponto verde,ontem à noite,enviei um comemtário acerca deste assunto,que não foi publicado.Como não escrevi nada de ofensivo para nimguem,gostava de saber a razão da não publicação.

Ponto Verde disse...

Caro comentador anterior,alguma falha deve ter acontecido, nada foi apagado, peço que tente novamente a postagem , obrigado pela colaboração.

publico disse...

Nos primeiros nove meses deste ano, o número de pedidos de ajuda que chegaram aos vários centros sociais da AMI aumentou 20 por cento em relação a igual período de 2007. "O nível da procura tem aumentado. Mas o que mais preocupa é que há já uma grande percentagem de pessoas que até trabalham mas que não conseguem esticar o orçamento até ao fim do mês e que vêm pedir sobretudo alimentos", descreve Fernando Nobre, presidente da AMI em Portugal.

Anónimo disse...

Estes senhores da Câmara do Seixal dão sempre a desculpa de que as árvores estavam doentes por isso foram cortadas mesmo quando dá para ver nos troncos cortados que as árvores estavam sádias. E mesmo que estivessem doentes há tratamento para tratar as árvores o Sr. Presidente da Câmara quando tem dor de dentes ou azia por exemplo gostaria que viessem com uma motoserra para o eliminar? As árvores devem ser tratadas como as pessoas com muito carinho.

Anónimo disse...

Aqui bem perto em Alhos Vedros, concelho da Moita, é de bradar aos céus. O que pessoalmente mais me indignou foi o corte de cerca de uma dúzia de árvores adultas (com umas boas dezenas de anos) de um jardim junto ao infantário Charlot com a desculpa que o "algodão" que largavam era prejudicial à saúde em especial dos petizes (mas não as funcionárias do infantário a transandar a tabaco ao pé das crianças...). No parque municipal da Moita existem igualmente arvores de indole semelhante, porque não aplicar a mesma medida?!

Anónimo disse...

sabem muinto bem que as criancas precissao de papel na escola quem fas isso igoista porque la porque ja acabou a escola nao quer dizer que os outros tambem entao o seus filhos deven tar mesmo zangados o senhor ja foi por acaso pra sao tome la tada a gente precisa mesmo de papel!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

o concelho do seixal ja é tao feio, sem árvores fica ainda pior. nao sei como é que voltaram a votar nos mesmos pois qualidade de vida é vê-la a desaparecer. Aqui em Miratejo, um bairro conhecido por ser muito verde, ja o está a deixar de ser...