segunda-feira, julho 10, 2006

NEM À PEDRADA





Depois das lamentáveis (mas reflectidas) declarações, em que incitava os autarcas a "correr à pedrada" os fiscais do ambiente, esperava-se que o autarca Fernando Ruas aproveitasse a exposição mediàtica permitida pela entrevista de onten à RTP e Rádio Renascença, com publicação hoje no PUBLICO, para apresentar um pedido de desculpas, não só aqueles funcionários publicos que zelam pelo nosso ambiente, mas ao País em geral.

Nada mais errado. O senhor Presidente da Associação Nacional de Municípios acha que não tem desculpas a pedir, e a haver uma retractação, ela só acontecerá por via de transitado em julgado, segundo dá a entender ao pôr o Ministério Publico ao "barulho".

Para este senhor está pois tudo normal, foi tudo perfeito.

Outra sua declaração nesta entrevista que atesta a dimensão em que este senhor vive, é a de que "rejeita que nas autarquias haja indíces de corrupção superiores a outros sectores" defendendo mesmo que os eleitos locais são um espelho da sociedade, e logo passando para os malvados dos jornalistas esses sim, os grandesresponsáveis por aquela imagem "criada", ou seja , por "quem escreve todos os dias artigos, desconhecendo estas realidades"...

A terceira ideia , infeliz, que tentou passar foi o não assumir as responsabilidades das autarquias no desordenamento do território...esta só mesmo os autarcas devem estar auto-convencidos é que hoje, não são só os técnicos, não são só os ambientalistas, não é só o cidadão comum a achar, mesmo há poucos dias foi o próprio Presidente da República, eleito tentro de uma base de apoio politico que é a mesma que elegeu o senhor autarca Fernando Ruas, a apelar aos autarcas ( e não aos jornalistas) para não cederem às pressões dos construtores civis!

Em que mundo vivem os senhores autarcas?

1 comentário:

Pedro M. Rocha disse...

Tudo isto é o que perco na minha decisão de não mais ver televisão,...mas vendo bem as coisas talvez não esteja mesmo a perder nada, aliás estou convencido que um dos grandes males do mundo passa por haver tanta gente ignorante com demasiada progessão mediática.

E passo a exemplificar:

- George W. Bush
- Fernando Ruas
- Castelo Branco
- Lili Caneças
entre muitos outros de uma lista interminável, mesmo que discutivel.