segunda-feira, março 05, 2007

BLOCO DE ESQUERDA ACORDA PARA O ESCÂNDALO DAS MAIS VALIAS DISCRICIONÁRIAS


É com agrado que se regista o facto do Bloco de Esquerda na pessoa de Francisco Louçã, António Chora ou do vereador Raminhos ,virem, na Moita, alertar para o escândalo que é a manipulação de zonas sob protecção ambiental, a bel prazer de autarcas e da sua teia de influências, de forma a gerar mais valias de forma discriminada no espaço e no tempo. Aqui no Alhosvedrosaopoder toda a história.


Mais que uma distorção do mercado e das mais elementares regras democráticas, é sempre o bem público que perde , aqui representado no escândalo da revisão do PDM da Moita e na manipulação da Reserva Agricola e Ecológica naquele concelho.

Com mais agrado ainda se regista esta mudança de posição do BE, quando num caso semelhante denunciado no Seixal - o sobejamente aqui falado caso da Flôr da Mata / Pinhal dos Frades - os representantes locais do BE, Daniel Arruda e Mariana Aiveca recebeu o epíteto de que se trataria de um acto proteccionista , a defesa de uma zona protegida...isto porque a Câmara pretenderia construír, sim, numa zona protegida, sim, gerando mais valias e permitindo que determinados individuos e empresas ganhassem à custa do erário público e com perdas ambientais para o concelho, mas ... como tinha tudo um "fim social" , mesmo se se tratava da construção de mais um gueto , já tinha justificação!

Esta foi a posição de Mariana Aiveca que visitou inclusivamente o local e do candidato local, senhor Daniel Arruda, tendo inclusivé de em Assembleia municipal, alinhado pelo lado da autarquia e contra a população, considerada elitista, as palavras de Daniel Arruda, no seu blogue Troll Urbano foram então , lamentávelmente :

" Pontoverde, por acaso até sabes a minha posição pelo que tenho escrito nos comentários do A-sul e aqui também por isso não vale a pena criar coisas onde não as há. Há vários argumentos para se ser contra aquele bairro que a CM Seixal pensa construir na Flor da Mata. A começar pelo facto de que aquela área é da rede Natura. Mas também se pode especular sobre a desafectação da área á rede natura para construção da escola da polícia e do Hospital, o que tb me parece errado. Podemos ambém discordar daquele tipo de construção. Eu sou claramente contra os ghettos.Como v´´es argumentos há muitos.

Agora em relação ao que levantas. O BE reuniu com pessoas que fazem parte do movimento cívico (MC) que referes e há coisas com que não podemos concordar.

1º- o cariz racista e xenófobo dos comunicados que indica que o MC é contra a presença de pessoas indesejáveis na zona.

2º- Esta presunção é comprovada quando o MC diz que o mesmo bairro nas mesmas formas poderia ir para outra zona do Seixal adiantando até localizações o que nos parece errado.

3º- A luta do MC visa acima de tudo interesses economicistas das pessoas que moram ao lado*

Um outro factor a ter em conta é que não nos juntamos aos movimentos cívicos só para ganhar votos. Queremos ser coerentes. Somos contra o projecto da Flor da Mata mas não pelas mesmas razões do MC pelo que não tentamos controlar, manipular. Fazemos a nossa oposição tal como o MC fará a sua com concordancias quando acharmos que devemos concordar e deixando-os fazer o seu caminho quando achamos que o devemos fazer por discordarmos dos arguentos.

Espero ter-te respondido."

É bom que entretanto o BE, porventura a reboque das posições deputado Carloto Marques, finalmente tenha atingido o modus operandit do PCP na Margem Sul!

- Já não era sem tempo!

* - Contradição das contradições em que o BE se envolveu então no Seixal é que , os interesses economicistas que Manuel Arruda denunciava eram o de:

- Os cidadãos estarem CONTRA a betonização daquele espaço (protegido no PDM - REN e RAN ) !!!

Quando quem tem interesses economicistas é de facto quem ganha com as mais valias , quem QUER betonizar... retirando ou manuseando a protecção ambiental, como finalmente foi agora assumido na Moita. Parabéns!


Finalmente o BE percebeu ... e na Moita já aplicou este alerta do MC "elitista" da Flôr da Mata !


3 comentários:

Anónimo disse...

Grande descoberta doutor Louçã! Foi a sua unica presidente de Câmara que o alertou? E como advogado, só agora deu pelas falcatruas que se fazem com terrenos protegidos, favorecendo A em função de B ?

Não seja hipócrita! Senhor Doutor!

Daniel Arruda disse...

A minha resposta estará brevemente no meu blog. Porque aqui já vi que a mentira fez escola.

Ponto Verde disse...

O Senhor Arruda tem que se explicar melhor, sobretudo de onde vem a mentira, o esforço para nos chamar de reaccionários, xenófobos e racistas é brilhante!