quarta-feira, junho 20, 2007

O OUTRO E O MESMO ... DESERTO



















Do "deserto" ... que não justifica um aeroporto, para a desertificação populacional das cidades e vilas do "interior", passando pela desertificação humana dos campos e terminando na desertificação real do planeta que no futuro trará em diversas latitudes uma nova figura de refugiado, o refugiado ambiental. A nível local, de um modo concreto , trará problemas de abastecimento de àgua às populações... são tudo questões da desertificação!!!

Mas de tod
os, o pior dos desertos é aquele que ainda aqui não falei... E qual é esse deserto ?

- É o deserto das ideias... as "dunas" e "dunas" que separam o mundo das decisões correctas e sustentáveis, para o (terceiro) mundo do qual a margem sul teima mais não saír, um deserto fabricado, que só é util para os politicos instalados no poder, continuarem a atirar areia para os olhos dos eleitores (tomados como camelos ou asnos) e para essa areia continuar a alimentar o seu milagre de transformar campos agricolas, corredo
res verdes, àreas rurais em betão e mais betão com as brutais mais valias tão em voga...

Aguarda-se hoje no Seixal a apresentação de mais uma super-produção operática de uma Aída (Aída - opera de Verdi que se desenrola num cenário de pirâmides e esfinge) , o libreto dessa ópera será :

Aviso n.º 10873-AC/2007, D.R. n.º 114, Série II, Suplemento de 2007-06-15 Câmara Municipal do Seixal Nos termos do Decreto-Lei n.º 380/99, de 22 de Setembro, com a redacção conferida pelo Decreto-Lei n.º 310/2003, de 10 de Dezembro, e restante legislação aplicável, a Câmara Municipal do Seixal deliberou, em 20 de Junho de 2006, mandar elaborar um Plano de Pormenor da Torre da Marinha/Fogueteiro, freguesia de Arrentela, que irá alterar o Plano Director Municipal.

Ou seja, estamos perante (MAIS) uma "alteração ao PDM", mas sendo uma autarquia Comunista parece que podemos estar descansados, a CDU promete por aí onde está em minoria..."Conter o Betão em Lisboa", dar "Qualidade de vida aos cidadãos" apresentar "Trabalho, Honestidade e Competência", e também "Transparência" não nos esqueçamos que este é o "Partido com paredes de vidro" ... portanto, do ponto de vista arquitéctónico não haverá o perigo de nos virmos a deparar em breve, com uma muralha de betão à entrada do Fogueteiro ou com torres megalómanas compensando a impotência real com a falocracia do "Pato-Bravo".

Mas claro que o PCP como partido honesto que é , não irá entrar por aqui, ainda por mais devidamente vistoriados pelos "Verdes" que não vão certamente permitir o aumento de cérceas ou volumetria de construção para elém do que o PDM permite, mesmo sendo uma alteração ao PDM (por PP - Plano de Pormenor), os Comunistas como muito bem referem no Avante em artigo do camarada Manuel Augusto Araujo (clique) estão alertados para o que se passa no mundo "dos corruptos" , fora do seu controle e não vão permitir que onde estão em maioria, como no Seixal, se dê, também aí ...:

”... o acréscimo dos espaços urbanos inscritos na generalidade dos PDM (que) é feito na base de previsões totalmente irrealistas de crescimento população residente. Somem-se essas previsões. Em dez anos, o prazo de vigência do PDM, a população de Portugal triplicava.

Os valores que se encontram nas estatísticas são estarrecedores. Dos mais irrealistas, um concelho que teve uma quebra populacional de 4,5% prevê um aumento de áreas urbanísticas de 285% aos mais voluntaristas, um concelho que teve um crescimento populacional de 11,15% prevê um acréscimo de áreas urbanas da ordem dos 115%. Numa década o terreno urbanizável cresceu quase 45%. Isto só é explicável pelo grande negócio que é a transformação de solo agrícola ou outro em solo urbanizável.”

E não vão permitir no PCP, certamente que:

... Se faça... dinheiro, muito dinheiro, com o caos urbanístico do país (...e no Seixal ?) . Loteiam-se e urbanizam-se terrenos a torto e a direito e estão devolutas centenas de milhares de habitações. Atira-se para o abandono mais de um terço do espaço agro-florestal, continua-se a autorizar o aumento do terreno urbanizável, empreendimentos turísticos em zonas protegidas, etc.

É a especulação desenfreada do território, um bem limitado e frágil, com cobertura legal o que não deixa de ser imoral e, em muitos casos, ter um fortíssimo travo de corrupção,
de favorecimento ilegítimo quando, por alteração de valor de uso ou de índices de ocupação o mesmo terreno passa, do dia para a noite, a valer 5 000, 10 000, 20 000 vezes mais. Negócios da china? Não, negócios da nossa terra."

É óbvio que vindo de um partido, que creio , "impoluto" como o PCP, não estou a ver a Câmara do Seixal assumir a figura de promotor imobiliário, é que ali, envolvendo aquele PP, há terreno da autarquia (oficinas da Câmara) , e não vi ainda o Senhor "Dr." Alfredo Monteiro referendar os municipes no sentido de alienar território da autarquia, que faz parte de um defendido corredor verde... para betonizar, mas se assim fôr , e vá ali nascer mais betão, até mais do que o PDM permite, sou obrigado, interpertando o artigo do Avante, a considerar este um dos...:

"... inúmeros os casos, de valor e tipo muito desigual, em que o véu de dúvidas paira sobre decisões do poder autárquico, do poder central viabilizando a torto e a direito urbanizações, caucionando regimes de excepção. É um elementar exercício de bom senso e de transparência democrática não deixar que essas suspeições permaneçam sem serem escrutinadas.

Deveria o estado dispor dos instrumentos necessários para averiguar rapidamente os casos de enriquecimento, dos pequenos aos grandes enriquecimentos, a dimensão não é o factor determinante na corrupção. Estar atento e mostrar firmeza na averiguação do que pode descredibilizar os políticos e a política. A política não é a mesma m…, os políticos não são todos iguais."

... e a inferir que (pelos parâmetros do PCP) afinal é legitimo pôr um véu de corrupção sobre a CDU no Seixal ?

Aguardo a apresentação hoje do plano para na minha consciência arrumar ideias (?) ! - e concluir por mim se afinal "afinal também os politicos da CDU não são diferentes..."



7 comentários:

jjj disse...

Tá na cara que vem aí mais cimento armadoparece que vou deixar de ver o rio da minha janela do Fogueteiro.

Atento disse...

já agora esperemos que a câmara não destrua um dos ultimos pulmões de Paio Pires que fica no Alto do Brejo por tras do escritorios da velha siderurgia!!!!!!!!!

ll disse...

A câmara do Seixal tal como acontece na grande maioria das câmaras deste país, vai seguindo o seu caminho de felicidade rumo ao "desenvolvimento" e à "modernidade", ao sabor das pressões imobiliárias, das facilidades do momento, do deixa andar que no futuro alguém há-de resolver!
De facto, não é só aqui que acontece, como sempre lembram por aqui os defensores do executivo camarário! é bem verdade! mas por os outros serem maus não me desculpabiliza a mim por nada fazer!
Argumentos do tipo comparativo com a linha de sintra e afins, revelam apenas a falta de argumentos válidos! Num país onde a desorganização é geral, afirmarmo-nos como os menos desorganizados de todos é um muito mau argumento!
Um país que passou 20 anos desde a adesão à CEE a sentir-se feliz por ser o mais pobre dos ricos só podia resultar nisto! De facto, com os maus exemplos governativos é pois natural que a falta de decoro se alastre aos restantes órgãos de soberania e aos cidadãos em geral... mas pretender que lá porque a margem sul é um bocadinho melhor que a desgraça da linha de Sintra e afins, e que isso já desculpabiliza tudo, vai um grande passo.

Quanto ao facto de não assinar com um perfil blogger e assinar com LL e que tanto incomodou o senhor Nuno Cavaco, se quiser posso-lhe mandar um mail com o meu número de telefone, BI, e cartão de eleitor! Se isso ajudar a que não descarte a minha opinião logo de imediato! Posso também criar um perfil blogger se considerar que isso sim é uma garantia de fiabilidade!

Zeca da Borga disse...

Aos cérebros e aos génios
Aos descomprometidos
Aos (porque não?) frustrados

Fui ao jardim da Celeste,
giroflé, giroflá.
O que foste lá fazer?
Giroflé, giroflá.

Fui masturbar-me outra vez,
Giroflé, flé, flá.

e etc...

Anónimo disse...

Para Ponto Verde

Que coerência! Que inteligência!

Quer dizer: ainda não sabes nada do assunto, mas já vomitas suspeitas e insinuas vigarices.

Pelos teus textos, conclui-se uma coisa: anda aí esquizofrenia. Vai ao médico. Depressa!

Zeca da Borga

Anónimo disse...

Os camaradas deixaram de entrar com nome próprio, João Afonso, Paulo Silva, Nuno Cavaco, para inventarem umas personagens boçais e até com veia de bardo . Deixaram de ter argumentos ou foram mudar de cassete?

aldeia disse...

Já agora para quem não saiba o PRº Alfredo Monteiro está desde 2005 aposentado com a reforma inicial de 3172,36 euros.Na damau!!!!!!!!