quinta-feira, outubro 06, 2005

A OBRA QUE SE VÊ OU A PONTA DO ICEBERG?





Novos edificios dos Serviços operacionais da Câmara do Seixal, propriedade e construidos pela empresa ASSIMEC, Grupo A.Silva e Silva- renda paga pela CMS ,26 Mil contos mês.


Afinal há "defesa e razão" para que a Câmara do Seixal tenha optado por uma obra majestosa para instalar os seus "serviços operacionais", uma obra mastodôntica - 17 milhões de euros num edificio do grupo A.Silva & Silva e arrendado pela CMS por 26 mil contos por mês, 312 mil contos ano - isto quando dispunha de oficinas proprias,eficazes e em funcionamento - como aqui mencionámos ontem.
O aluguer dessas instalações, desocupou terreno apetecivel ocupado pelas antigas oficinas que agora foram mudadas, no Fogueteiro junto ao presente Continente e futuro Shopping Rio Sul.

As duvidas que esse post levantou foram inúmeras, mas um comentador que assina sob o nome de João Afonso em "defesa" da Câmara mencionou o seguinte:

Básicamente que os funcionários da Câmara agora tinham melhores condições de trabalho, que isso permitirá à Câmara ter mais obras por sua administração directa , maior produtividade e que isso fará poupar mais que os 26 mil contos mensais (?). No fundo uma questão de numeros não demonstrados, e depois termina com a descrição da outra face do negócio :

(...)"Mas há mais, os terrenos onde estavam as antigas oficinas poderão ser urbanizados, e, não estamos a falar em mudança de uso do solo, são terrenos urbanos e urbanos vão continuar, com essa urbanização não se vai derrubar nenhuma àrvore (...) Ora, com o dinheiro decorrente dessa urbanização, a Câmara Municipal paga parte substancial do custo das novas instalações e faz um leasing para pagar o restante. Pode-se dizer que 26.000 contos mês é muito dinheiro, mas atendendo à àrea locada, coberta e descoberta, se formos ver por metro quadrado concluimos que o preço é bastante reduzido, o que mais demonstra o bom negócio efectuado pela Câmara Municipal do Seixal. Os detractores antes de falarem, que façam contas, e aprendam a gerir uma Câmara Municipal." (João Afonso)















Foto-Fogueteiro (imagem Google Earth) foto antigas oficinas Câmara do Seixal, o aluguer ao Grupo A.Silva e Silva de novas instalações permitiu desocupar estas e vai permitir urbanizar este local prometido como "corredor verde". Que construtora irá beneficiar?


Pois sou um dos detractores, mas parece que há mais, recordo acerca do tema, a seguinte entrevista do ainda vereador, Ricardo Ribeiro (PS) em véspera das Autárquicas de 2001 ao "Setubal na Rede" (...) " quanto à zona das oficinas já fomos informados que a Câmara as pretende lotear e vender a preços de mercado para pagar um negócio que entretanto fez com a ASSIMEC (Grupo A.Silva & Silva), relativamente ao Plano Especial de Realojamento que, segundo se diz, envolve a Cucena e Pinhal de Frades e a transferência das oficinas. Sou contra esse processo, não aprovei esse negócio e sou contra a construção urbanistica naquela zona porque ela tem caracteristicas para ser uma grande àrea de lazer.É uma zona a preservar, até porque trespassa uma vala real e uma àrea de alagamento" - desconhece-se a posição actual (2005) do PS sobre esta matéria.








Foto -Flor da Mata, zona verde protegida no PDM, ali se pretendia executar o PER para os residentes de Vale de Xixaros (Jamaica) de forma a deixar livre os prédios adquiridos por A.Silva & Silva e Teodoro Gomes Alho S.A.


Ou seja , o Vereador Ricardo Ribeiro incluia este negócio num pacote mais vasto que incluiria "segundo se dizia à altura" o negócio do PER da Flor da Mata e da Cucena
, relembra-se que todos estes negócios tinham alegadamente ligações ao Grupo A Silva e Silva ( o proprietário das instalações dos "serviços operacionais", agora senhorio da CMS) , o Bairro da Cucena foi construido entretanto em terrenos industriais (isolados , de onde resultou mais um gueto) também do grupo A.Silva & Silva, e por uma empresa do Grupo A.Silva e Silva.este terreno é vizinho do Mestre Maco Seixal (participado A.Silva e Silva) e antiga ASSICOMATE (grupo A.Silva e Silva).








Foto-Bairro da Jamaica (Vale de Xixaros) pédios ocupados no PREC, adquiridos à CGD por T.Gomes Alho e A.Silva & Silva- para rentabilizar o investimento e ali construir um condominio de luxo, a população deveria ser dali retirada e realojada na Flor da Mata/Pinhal dos Frades em àrea Protegida no PDM.

Por sua vez a construção do PER na Flor da Mata em àrea protegida, permitida por meio de um subtil "Plano de Pormenor" e alteração de uso do solo,desocuparia os prédios de Vale de Chicharos , como referia o Tal & Qual de 22/06/01: «"uma mega operação de realojamento e engenharia financeira" com vista a resolver "o problema conhecido como a Quinta do Mocho da Margem Sul"(...) no coração do Fogueteiro e recentemente vendida pela Caixa Geral de Depósitos aos construtores A.Silva & Silva e Teodoro Gomes Alho, segundo informação recolhida pelo T&Q junto de fonte autárquica»

Os terrenos de Pinhal dos Frades- Flor da Mata tinham também outros contornos, a alteração do uso do solo faria disparar o seu valor, o plano de pormenor permitiria subverter o PDM ,e , de terreno "a preservar" passaríamos a ter torres de 8 andares.
Curiosas transacções "last minute" aconteceram, envolvendo inclusivamente empresas off-shore sediadas em Gibraltar, preços ridiculos foram declarados em escritura, sem que a Câmara accionasse direito de preferência ou qualquer outro acto de gestão ou de salvaguarda nos protocolos firmados.
Estas questões foram denunciadas pela população e foi recolhido um abaixo assinado com perto de 4000 assinaturas denunciando esta situação a todas as entidades envolvidas, incluindo Presidente da Republica.

-Bem o que temos então aqui nestas linhas senhor João Afonso?
-O seu comentário apenas refere uma face e já aqui mencionámos por arrastamento outras?
-O que temos então? A ponta do Iceberg ? Tramas de uma Teia?
- Ou mera "Gestão Municipal" ?

E o mais alarmante é que não se dão conta da gravidade de tudo isto!
____________________________________________

Hoje no Correio da Manhã- " Seixal.Perigo rodeia mil alunos", a situação aqui denunciada há dois dias.


Neste mesmo dia os elementos mais destacados da Autarquia estiveram em campanha à saída da Escola de Pinhal dos Frades deram-se ao trabalho de distribuir um panfleto conta a noticia do "Correio da manhã" ,que afirma, " nenhum equipamento deste tipo (bomba de gasolina) será construido, sem prévio diálogo com a população" "
uma tática sobejamente conhecida, a autarquia deveria era dizer nesse panfleto o que todos estavamà espera, quenão iriam aprovar tal projecto!" e não que "iriam dialogar" isto não é questão de diàlogo nem de negociação é uma questão de decisão .

O folheto CDU mostra também o desespero daquela força politica no poder há trinta anos e caída em descrédito pelas mãos deste presidente.Foi a autarquia que cedeu ao Ministério da Educação um Terreno sem valia comercial porque era atravessado por uma linha de alta tenão, e agora vem dizer que "A CDU está, como sempre esteve, solidária com a população no seu protesto contra a manutenção dos cabos aèreos de energia" atribuindo a responsabilidade da situação ao Ministério da Educação.

Isto é ter muita lata!!!É o descrédito total da CDU no Seixal!
-Entende-se o desespero, as sondagens em Lisboa atribuem só 6% à CDU.

18 comentários:

Anónimo disse...

o negocio do parque oficinal é ruinoso para o municipio e hipoteca o futuro da nossa terra. É um contrato de arrendamento com opção de compra cujo valor base é de 4 milhões de Contos . as rendas pagas até á eventual venda não sao descontadas no preço o que significa vários milões de contos .
foi uma prioridade da CDU, absolutamente errada, que chegou a aplicar 1,5 de contos dos 5 mil´hõe de contos recebidos de um empréstimo bancário em 2002, para pagar á assimec no ambito do que se denomina esse pacote de nogocio.
durante o mandato autarquico que finda o PS tomou posições publicas e documentadas contra este negócio o que levou a que alguns autarcas passem alguns sobressaltos nas reuniões dos orgaos a que ainda pertencem .

trata-se de uma manobra da CDU de tentar garantir o eleitorado , nomeadamente sabendo que dos 700 trabalhadores da camara que para ali foram afectados poderá potenciar cerca de 2500 votos o que, face á abstenção lhes garantiria a vitoria nas autarquicas . um nicho de mercado eleitoral que não resultará domingo já que a populaçao na generalidade já afirmou o seu desejo de mudança.

LB disse...

Estou cada vez mais chocado com o que vou lendo aqui no Ponto Verde... a verificarem-se todos estes casos de tráfico de influências estamos perante casos de polícia que deveriam ser denunciados a quem de direito.
Será que ninguém pega nisto???
Com tanta "investigação" que os jornalistas fazem neste país será que ninguém ainda viu isto?
Relativamente aos posts do Sr. João Afonso só posso compreender que é defensor da teoria que defende os srs. Isaltino Morais, Fátima Felgueiras e afins, ou seja, se fizeram alguma coisa para o concelho ainda que tenha sido por meios duvidosos então são todos boas pessoas e devem ser presidentes de câmara novamente.
O Alberto João Jardim também fez muito pela Madeira e não se pode dizer que a Madeira seja um exemplo de Democracia no país...

Anónimo disse...

Um silêncio ensurdecedor.

Anónimo disse...

O Ponto Verde sabe mais que os donos da A. Silva & Silva... Agora a A. Silva & Silva comprou os terrenos de Vale de Chicharos? Ò senhor Ponto Verde o seu desespero é grande, mas não minta de forma tão descarada... Antes de fazer afirmações comprove-as, e se comprovar vai saber que não corresponde à verdade essa afirmação. Mas o senhor cada vez mais se parece com um jornalista do crime, quer escândalos e como eles não existem, INVENTA-OS.
Pronto só faltam 4 dias para acabar esta porno-chanchada do A-Sul...

Anónimo disse...

Verifica-se por este post, que o senhor ponto verde não passa de um ignorante ou um mentiroso, pois ao afirmar que as anteriores oficinas da Câmara eram "eficazes e em funcionamento", só pode demonstrar, uma de duas coisas, ou nunca foi a essas oficinas, pois as mesmas não tinham as minimas condições para o pessoal operário da câmara desenvolver um trabalho digno, e neste caso é ignorante, e quando não sabemos a verdade não devemos escrever sobre a mesma; ou então conhecia a realidade, e mente descaradamente. Os leitores que descubram qual das duas realidades se aplica ao Ponto Verde?

Ponto Verde disse...

Há quem tenha ficado completamente descompensado com esta ultima noticia. Foi publicado um comentário ofensivo para mim (o que me é indiferente) e para o Vereador Ricardo Ribeiro, pelo que foi retirado.

Curioso que há data daquela entrevista ninguém contestou as palavras do senhor vereador.

Curioso que ninguém pôs o Tal e Qual em tribunal por ter escrito em 22 de Junho de 2001 " (Vale de Xixaros) foi recentemente vendida pela Caixa Geral de Depósitos aos Construtores A.Silva e Silva e Teodoro Gomes Alho segundo informação recolhida pelo T&Q junto de fonte autárquica"

Curioso também alguém em defesa de Uma Câmara Comunista sair em defesa dos maiores capitalistas do Municipio.

Anónimo disse...

As mentiras do ponto verde não acabam aqui: Sabiam que a esmagadora maioria dos habitantes de Vale de Xixaros não está inscrita no PER, e que por isso não tem direito a realojamento.
Todavia como o alarme social pode dar votos de incautos, o ponto verde numa das ultimas jogadas "sujas", do vale tudo em vesperas de autárquicas, vem novamente falar da construção de PER em Flor da Mata.
Acresce que o ponto verde mente igualmente no que concerne ao direito de preferência das Câmaras Municipais nas transacções de imóveis, cuja legislqação é posterior a 2001, ou seja às escrituras com os terrenos da Flor da Mata, e que há data em que tais escrituras foram outorgadas as Câmaras Municipais não tinham qualquer direito legal de preferência nas alienações.

Ponto Verde disse...

Tem toda a razão o bem informado comentador sobre o PER, é por isso que o PER da Flor da Mata inclui "habitações a Custos Controlados" exatamente para alojar os senhores ocupantes ilegais de Vale de Xixaros ,contornar a lei e urbanizar onde não é permitido deixando vagos aqueles terrenos em malha urbana para uma urbanização de luxo.

Outro objectivo é urbanizar massivamente a zona de Pinhal protegido NO PDM FEITO PELA CDU!!! e para isso já arrazaram este inverno com parte da floresta, arrazo esse supervisionado por um elemento da AEERPAAS...


E agora se me permite, tenho que ir trabalhar, e em muito piores condições que os trabalhadores da Câmara nas antigas oficinas .
Pena que o meu patrão não alugue por 26 mil contos mês instalações melhores como a Câmara fez pensando unicamente no bem estar dos seus trabalhadores .

LB disse...

Uma sugestão para o autor do blog: Já todos percebemos que entrar no domínio político incomoda sobremaneira alguns leitores mais aficcionados deste blog. A minha humilde sugestão vai para que o senhor ponto verde continue a denunciar aquilo que lhe parece estar mal neste concelho e não entre em guerras de palavras sibre questões políticas que na grande maioria dos casos não levam a lado nenhum. É como ser do Benfica ou do Sporting... há quem, independentemente do que se vê, das evidências e do que se comprova acha sempre que o seu clube é roubado e mal tratado... não há como mudar isso!

LB disse...

Um último comentário:

NÃO É COM A INVENÇÃO DE ROTUNDAS DE ÚLTIMA HORA QUE NOS ENGANAM SOBRE 4 ANOS DE INACTIVIDADE!

Solariso disse...

Duvidas, duvidas, duvidas,...
Assim continuam os negocios evolvendo câmaras e muitas empresas.
As nuvens presitem e as dúvidas se presistem é apenas porque há quem insista em fazer negocios pouco transparentes.
Mesmo que não existam provas, o simples facto negocios deste tipo continuarem a acontecer dá razão para desconfiar.

Feliciano disse...

São mesmo uns caras de pau, projectam um bairro social e destróiem-nos o pinhal, e no dia que sai a noticia que vão pôr uma bomba de gasolina junto à escola de Pinhal dos Frades vêm para aqui até o presidente da câmara para a porta distribuir panfletos. HIPÓCRITAS!!!

Anónimo disse...

Querem varrer Pinhal dos Frades do mapa mas como estão à rasca de votos, até cá vêm fazer propaganda, à saída da escola e nos cafés,junto ao mercado , folhetos e bendeirinhas, a troupe toda, deve ser para verem o sitio onde vão pôr a bomba da gasolina, se o cabo de alta tensão está no mesmo sitio e se o poste que está no meio da rua não se mexeu. Estes politicos são uma nódoa. basta de CDU. Até os miudos gozam com eles.

Anónimo disse...

Esse texto que diz ser do João Afonso é mas é de quem prepara o assalto à Câmara depois do 9 de Outubro.

Deve ser algum golpe palaciano inspirado na revolução bolchevique para tomar o poder ao senhor Monteiro.

Com amigos destes quem precisa de inimigos, a CDU parece um vespeiro com cada um a picar para seu lado.

André disse...

Que pobreza esta arruaçada CDU em Pinhal de Frades.

10 pessoas, 6 delas com bandeiras na mão e um carro a cantar folclore. Pareciam que estavam num funeral, nem um sorriso destes "campeões", metiam dó, ninguém lhes passava cartão, os moradores viravam-lhes as costas, eles com caras de comprometidos e de poucos amigos, diria caras de pau.

Eu fumava o meu cigarrinho, olhava-os e dizia: "que palhaçada"

Que tristeza...

Gostaria que tivessem ouvido os comentários dos moradores à presença do Sr. Alfredo Monteiro e da Srª presidente da Junta.

Que tristeza...

Anónimo disse...

Também ouvi a cantiga que passava no carro da CDU. Era engraçada. Dizi " no boletim ponha a sua cruz à frente do martelo da foice e do girassol... é aí que deve votar..." . Eles sabem... eles sabem mesmo que grande parte do eleitorado da CDU é analfabeto. Está tudo dito!!

Ponto Verde disse...

Retirados dois comentários , um assinado por Paulo Silva e outro João Afonso, pois penso que tenham sido uma brincadeira ou são outros Paulo Silve e João Afonso e não os que por cá têm passado comentando a favor da CMS.

Se me enganei peço que me corrijam e que voltem a pôr os comentários assinalando as diferenças.

Tiago disse...

A melhor maneira de evitar plágios nos comentários é só aditir comentários registados. Não sendo assim, recorre-se à censura o que não é muito bonito.

Quanto ao analfabetismo dos eleitores, não de todo uma característica de um só partido. Basta ver o que foi feito em Gondomar e Felgueiras pelas candidaturas independentes.