quarta-feira, outubro 12, 2005

CDU - OU A FRAUDE VERDE?


















Este post é só para confessar a minha ignorância e incapacidade de análise .
Ando desde segunda feira a tentar aprofundar o tema que puz à vossa consideração na passada segunda feira, e, tentar saber quantos autarcas do Partido Os Verdes foram realmente eleitos na Margem Sul, ou em todo o país para não estar a ser muito exigente e restringir-me à região.

De todo o país continuo curioso de saber ,das 32 presidências de Câmara com 203 mandatos obtidos; das 247 presidências de Junta de Freguesia e respectivos 2567 mandatos e dos 716 mandatos em assembleias municipais, quantos desses cidadãos são militantes do Partido Os Verdes...

De toda a imprensa, não o consegui, tal como em nenhum dos outros meios informativos, até que me lembrei de ir à fonte, nada melhor que o site do Partido Os Verdes, lá estava então o que procurava, um dossier em que «"Os Verdes" fazem análise dos resultados das eleições autárquicas"» aberto o documento deparo com três parágrafos em que a comissão executiva do partido reunida em sede nacional decidiu destacar:

1. Saudar todos os candidatos e activistas dos verdes e da CDU, que por todo o país,se empenharam activamente na afirmação e na divulgação das propostas CDU nesta campanha, contribuindo desta forma para a obtensão dos bons resultados que a CDU veio registar, confirmando a CDU como uma força politica nacional extyremamente importante, também ao nivel do poder local democrático.

2."OS VERDES" não podem deixar de registar o facto do crescimento da CDU se ter verificado por todo o país, com destaque para o distrito de Setubal, no qual a CDU passa a deter as presidências de Câmara de 10 dos 13 Municipios e passa a ser a primeira força politica da Área Metropolitana de Lisboa.

3, A derrota do Partido socialista nestas eleições autárquicas é tanto mais significativa, se tivermos em conta que é a segunda derrota consecutiva em eleições autárquicas e que ocorre oito meses após as eleições legislativas, nas quais obteve uma maioria absoluta.
Para "OS VERDES" estes resultados fortemente penalizadores para o PS não podem ser desligados da politica que o seu governo tem vindo a prosseguir.
Espera-se agora que o Partido Socialista e Engº José Sócrates saivam interpertar os sinais que os portugueses procuraram, através do voto , transmitir.

A Comissão Executiva Nacional do Partido Ecologista "Os Verdes" (Lisboa 10 Outubro 2005)

Ora , nada do que procurava, nenhuma declaração de vitória das politicas de ambiente propostas nas candidaturas CDU, zero, sobre alguma dinâmica de pedagogia ambiental feita pelos seus militantes durante a Campanha, nenhum destaque da mais valia ambiental que se vai ter agora que são maioria na AML e Margem Sul, Nada de projectos ambientalmente estruturantes que vão ser, ou não, postos em prática agora que são força vencedora. Nada disto, não vale a pena estar a repetir os três parágrafos acima, são deveras esclarecedores do que "Os verdes" tiraram de importante destas eleições e logo, o que deles podemos esperar.... Nada.

E Voltemos ao principio, onde estão "Os Verdes"? Onde foram eleitos ? Que peso têm nos executivos camarários? Quantos foram eleitos?
Não é estranho que um partido ( se existe na realidade) da "análise dos resultados das eleições autárquicas" não mencionar sequer o seu desempenho, de uma forma passivel de interpertação estatistica ou qualquer outra???


Ou tudo isto não passa da maior fraude do sistema eleitoral e partidário português?

15 comentários:

Anónimo disse...

O PSD fez várias coligações eleitorais com o PPM e com o MPT porque razão o autor do blog não se preocupa em saber quantas pessoas desses partidos faziam parte das listas das coligações?
Este é sem dúvida mais um post que apenas demonstra a dor de cotovelo do ponto verde!

João Rebelo disse...

As coligações feitas por outros partidos estão identificadas, assim como as suas formações.

É possivel por simples consulta doos dados oficiais ou jornais identificar onde ocorrem e a formação dessas coligações.

A CDU é um caso diferente de tudo isto, é uma forma do PCP se esconder e de Os Verdes existirem, não como partido mas como apêndice.
Post muito oportuno este.

Este é um ponto que deverá ser analisado na reforma eleitoral que aí vem.

Não percebo porque os detratores deste autor nunca assinam os seus comentários.Estranho?

Anónimo disse...

A CDU também está identificada

Filipe de Arede Nunes disse...

O PPM tem 2 deputados eleitos na Assembleia da República bem como o MPT. Não entendo é qual a relação entre as coligações do PSD e a coligação CDU.

Anónimo disse...

O PEV também tem dois deputados eleitos na Assembleia da República...

João Rebelo disse...

Candidatos "OS Verdes" Coligação CDU PCP/VERDES Câmara do Seixal - ZERO!

Como se concorre em coligação se só existem elementos de um partido????

Isto é uma FRAUDE!

Alfredo Monteiro disse...

Não veem que os Verdes, são uma maneira de colocar mais PC(s)nos locais que interessam? É que verdes só em Alvalade e mesmo assim.. Já nem o país e verde, está negro em todo o lado. Portanto têm de concordar que é uma estratégia para termos mais boys.

Asbrubal disse...

Bem lembrado Ponto Verde!

Esse comunicado foi feito pelo CC do PCP e proposto aos fantoches desse fraudulento partido "verdes"!

ex-comunista disse...

Em reunião do CC do PCP, no séc. passado, decidiu-se por unanimidade criar uma frente de massas, dirigida pelos comunistas, para aglutinar pessoas que não votam PCP, mas que votariam nesse novo partido. Para tal reinventou-se o partido os verdes para se justificar a criação da CDU, que na prática, seria o PCP "escondido com o rabo de fora"

Estratégias leninistas/stalinistas, para a tomada do poder, pela classe operária, aliada ao campesinato, para o combate ao capitalismo/imperialismo.

Anónimo disse...

O anónimo 05:42:55 PM, quer comparar o PPM e o MPT, com os verdes? Honestidade intelectual há alguma por aí?
Os verdes, além de serem uma forma de encapotar o PCP, são uma forma de duplicar uma série de mordomias e direitos. Por exemplo, na assembleia da república, têm direito a estrutura própria (paga pelos contribuintes) como de um partido se tratasse. Recepções pelo presidente da república ou PM, ou outros actos oficiais? Todos os partidos têm direito uma quando é o caso, o PCP tem sempre duas. Foi caricato, quando Santana Lopes, os quis receber em conjunto. Sem vergonha, ainda fizeram barulho.
É imperdoável, estes senhores andarem a dar mau nome a quem realmente quer defender o pouco que resta ambientalmente.
No caso concreto, gostava de saber onde andam os verdes, qual a sua opinião relativamente aos casos e mais casos denunciados constantemente neste blog. Se são compatíveis com o nome que abusivamente ostentam e com a coligação com o PCP.
Parabéns Ponto Verde, por mais este post. -- JRF

LB disse...

Só para lembrar ao Sr. João Afonso que continuo à espera de resposta à pergunta que formulei nos comentários ao post anterior... caso não se recorde aqui vai outra vez:
É ou não verdade que existe um projecto de atravessamento da Quinta do Álamo no Seixal por uma via (estrada) de acesso a Paio Pires?

Já agora aqui fica uma sugestão para ter uma melhor visão do que é actualmente o nosso concelho. experimentem instalar o Google Earth e vejam a partir de imagem de satélite o concelho. Depois experimentem vizualizar p.ex os sítios onde este executivo camarário propõe construir o Carrefour, ou a alternativa à EN10, ou ainda experimentem vizualizar uma estrada a atravessar a Quinta do Álamo (esta é fácil é só procurarem o cemitério do Seixal e por trás fazer uma linha imaginária entre o que já está feito por trás do Centro de estágios e Paio Pires. É fácil e elucidativo...

João Afonso disse...

Meu caro amigo não sou eleito, nem funcionário da Câmara Municipal do Seixal e desconheço a existência de qualquer projecto que tenha a ver com a Quinta do Alamo.
Todavia posso dizer-lhe o seguinte a Quinta do Alamo, onde tenho gratas recordações da minha juventude, é propriedade da Igreja Católica, pelo que qualquer estrada terá de ser efectuada com o seu consentimento. Um concelho pergunte ao Prof. Manuel Pires, pois está ligado à CMS e à Igreja Católica, se vai passar ou não a referida estrada.

LB disse...

Ora chegámos onde eu queria. É que só por ser propriedade da Igreja Católica é que a estrada ainda não avançou... percebe onde quero chegar?
É este tipo de atitude de quem conduz os destinos da CMS que mais me desagrada actualmente. É que o projecto está feito, planeia-se uma estrada que "rasga" uma quinta histórica, antevê-se a construção de mais não sei quantos mil fogos nos terrenos norte da SN e só então depois vamos lá então ver como é que conseguimos fazer isto...
Este tipo de planeamento urbano não beneficia ninguém sem ser aqueles que directamente retiram dividendos da especulação imobiliária. É isto que mais me chateia no desempenho da CMS, a falta de planeamento e o andar sempre a reboque dos promotores imobiliários.

A Quinta da Trindade foi outra que tal e hoje vemos no que se transformou. E pagámos nós todos a impressão de milhares de boletins municipais há uns anos onde a CMS se vangloriava de ter adquirido o Quinta da Trindade - desta já só resta a casa ao abandono!

Pêdro Jota disse...

Esta é a politica de conquista territorial da CMS, portanto não se admire LB, faz parte da doutrina, desvelorizar as quintas, plantar betão e depois chamar-lhe hipócritamente, Quinta dos Navegantes, Quinta das Rosas por exemplo e depois não haver nem um espaço verde. Fazem um jardinzito e chamam-lhe Parque Natural, é verdade (como acabei de ler). Ontem li um interessante artigo no Diário Económico em que são já os bancos a arrepiar caminho e a dizer que o imobiliàrio vai "estagnar" , o que quer dizer que vem aí borrasca da grossa pelo exagero de construção a que se chegou , sem comprador, mas não se para.

João Soares como linha de actuação parar o betão em Sintra, foi o que se viu.Agora betonizar a Quinta do Àlamo, vão também passar uma estrada por cima da Quinta da Princesa, a verdadeira (não o bairro que fizeram para iniciar a sua destruição), preparam-se também para betonizar a Flor da Mata e as Quintas que são um sos pulmões do Seixal, A Quinta da Trindade é o que está à vista, a Quinta dos Gamas junto à Baía, também não pararam de betonizar enquanto não passou para a posse da Câmara. É interessante ver uma autarquia de braço dado com os interesses imobiliàrios, quem tem ganho com as permutas e alterações de uso do solo???...com o Centro de Estágio parece que foram os proprietários daquela "Quinta da Bandeira" , a que dá frutos em Setembro, mas parece que parte do "adubo" ficou pelo caminho e por outras hortas....

Maria disse...

Que Deus nos acuda, neste próximos 4 anos!

Betão, alcatrão e mais betão, eis os projectos comunistas para o Seixal.

E os verdes não dizem nada?

A nossa esperança está ainda na repetição das eleições.