quinta-feira, outubro 27, 2005

CHARNECA DE BETÃO













A Ocupação e o ordenamento legal (e ilegal) do território, na faixa seguinte à Arriba Fóssil é preocupante, a suburbanização tomou conta daquela fatia apetecivel de território.

Tradicionalmente ocupada por habitações unifamiliares muitas de origem clandestina , a freguesia da Charneca da Caparica tem nos ultimos anos assumido um perfil que nada tem a ver com essas caracteristicas.

Os blocos de apartamentos tomaram conta do espaço,e trouxeram uma massa enorme de novos habitantes, sendo a freguesia que mais cresceu no concelho de Almada nos ultimos anos, aproveitando a construção de novas acessibilidades que mais não têm feito que potenciar a construção civil em massa .

Em oposição a uma faixa de protecção que servisse de tampão entre a arriba fossil e as zonas que entretanto se tornaram mais suburbanas, a Câmara de Almada optou pelo "ordenamento" do pato bravo, desrespeitando todas as caracteristicas geomorfológicas e arquitectonicas dum espaço com história e com caracteristicas ecologicas excepcionais.

O Betão igualitário descaracterizou o Lazarim e toda a àrea envolvente de Quintas e pinhais, "Stands" de automóveis enxameiam as bermas , tal como uma multiplicidade de outros negócios, tornando a "estrada velha" num verdadeiro centro comercial e num verdadeiro caos urbanistico e de mobilidade. As novas vias não se integraram no espaço e estão a servir de eixos para uma ainda maior massificação.

É a total ausência de planeamento digno do nome. Que interesses se escondem por detrás de tudo isto, que de tão mau que é só pode servir alguém que não os cidadãos???

7 comentários:

Maria Almeida disse...

Bom trabalho!!! Continue assim!
As imagens são esclarecedoras. A sua indignação é bastante válida. Felizmente mais existem que pensam do mesmo modo. Que futuro terá um país com um caos urbanístico e ambiental deste? Há que encontrar novo rumo para precaver maiores danos!
Cumprimentos

Nuno disse...

Para além das inúmeras urbanizações e vivendas novas à venda. é impressionante o número de andares em 2ª mão à venda. Nas Quintinhas, existem prédios de 3 andares com 2 ou mais andares à venda. Há ruas em que pelo menos um andar em cada prédio está à venda. Mas mesmo assim continua-se a construir, destruindo o pinhal. Para quê???

Anónimo disse...

Atendendo aos ultimos posts posso concluir que o ponto verde, no que concerne ao Seixal, depois da derrota estrondosa que teve nas ultimas autárquicas, meteu a viola no saco e foi pregar para Almada...

Ponto Verde disse...

Parece que andam preocupados no Seixal com a falta de massa critica. Daí a preocupação do comentador anónimo anterior.

Ora eu não tive nenhuma derrota estrondosa nas autárquicas, quem a teve foram os Seixalenses, que vão regredir mais quatro anos, ver mais floresta destruida e betão a ser erguido, apesar de não haver procura como o comentarista Nuno muito bem refere para o concelho de Almada, mas que pode ser em qualquer outro.

Este Blog chama-se A-Sul, se quizer criar o Seixaleiro.blogspot.com o Seixalense... ou o que entender...é simples, basta seguir as instruções.

Quanto ao A-Sul vai continuar aqui a comentar o cenário a Sul do Tejo,e onde muito bem se entenda, Seixal incluido (Seixal lá para segunda ou terça...)entretanto para quem fazia a previsão do nosso desaparecimento a 9 de Outubro, mais uma data negra para o Seixal e para a Margem Sul , pelos vistos continuamos a incomodar!

Anónimo disse...

O ponto verde pelos vistos agora passa um atestado de estupidez aos habitantes do Seixal. O homem encare as suas derrotas, e não faça constantes fugas em frente, até parece o Luis Rodrigues!
Quanto ao incomodar, esteja descansado que não incomoda nada, pois já vimos, e as ultimas eleições demonstraram-no, que as suas opiniões não tem muitos seguidores. As 500 visitas diárias que tanto apregoou deviam de ser da meia dúzia de amigos e daqueles, como eu, que gostam de vir aqui provocá-lo... Os Seixalenses sabem bem destrinçar onde está a razão, e que a razão está com a CDU!

Maria Almeida disse...

Ao anónimo anterior, palavras para quê...enquanto existirem estas mentes atrofiadas como ele não me admira que o Seixal e o meu País continuem como estão...talvez por isso escolhi viver longe dessas "mentes brilhantes" do Seixal que tudo têm destruído. Força com o seu excelente trabalho (haja quem viva informado e não se deixe alienar por politicas oportunistas). Sabe que isto de ir à frente da "carruagem" tem muito que se lhe diga. Admiro a sua atitude e sobretudo a sua paciência. Daqui da Europa Civilizada, envio-lhe os meus melhores cumprimentos.

Ponto Verde disse...

O A-Sul está de saúde e recomenda-se, as visitas e as linkagens em crescendo, não se preocupem conosco, podem deixar de cá vir,não convencemos ninguém... as nossas contagens certamente de alienados, continuam em sustentável evolução!!! 500??? Isso já é história... :)))