sábado, junho 23, 2007

ALERTA URGENTE SEIXAL - ZONA VERDE A SER DESTRUÍDA EM PINHAL DOS FRADES



Mantém-se actual este post, pela movimentação dos populares em Pinhal dos Frades , pelos inumeros mails e fotografias recebidas e porque lá passámos também hoje de bicicleta e as máquinas se mantêm no local, fica de novo aqui o alerta para mais uma amputação de uma zona verde, protegida no Plano Director Municipal do Seixal.


Sobre essa àrea, diz a lei que se arder, deve ser reflorestada, nunca tal aconteceu, aliás alguém se lembra de uma zona reflorestada no Seixal nos ultimos trinta anos? E já não digo por iniciativa da autarquia que isso foi "zero hectares".

Inversamente ao que devia acontecer, essa zona não ardeu, mas foi arrazada !!! Estamos perante um povoamento misto de Pinheiros bravos de porte , sobreiros e outra vegetação mediterrânica, giestas, rosmaninho, alecrim, medronheiros e é habitat natural de inúmeras espécies que neste momento estão no seu periodo reprodutivo.

Trata-se de mais um crime ecológico grave e de mais uma inadmissivel pressão de interesses imobiliários de alguns contra o bem estar de todos. Foram apresentadas queixas particulares à brigada do ambiente da GNR.
Foram enviados por nós mails à Câmara Municipal (Presidência e pelouro do ambiente) a avisar do sucedido a resposta automática foi a seguinte para que conste :"Agradecemos desde já o vosso contacto. Informamos que o mesmo deu entrada com o número 751938 e foi reencaminhado para a Chefe de Gabinete do Senhor Presidente da Câmara."


_________________________
Na quinta-feira escrevíamos:
_________________________

O alerta vem de Pinhal dos Frades dirigido a quem de direito.
A zona assinalada na imagem, de pinhal e sobreiros entre a linha vermelha e a A2, considerada com Mata e Maciço Arbóreo no Plano Director Municipal está a ser ilegalmente arrazada desde ontem quarta feira, o que aparentava aos moradores ser um corte legal revela-se hoje estar a ser um arrazar total do pinhal, daí este alerta depois de terem já sido apresentadas queixas junto da linha do ambiente da GNR.

9 comentários:

Anónimo disse...

É um fartar vilanagem , um ataque em todas as fretes, o concelho dos saldos dos patos bravos do país. Isto só com uma Revolução.

Anónimo disse...

Verdadeiro atentado terrorista. É assim que eles justificam o deserto em que querem transformar a margem sul.

Anónimo disse...

Caro blogger

Sou jornalista do Tal&Qual e gostaria de saber se é possível usar as suas fotos relativamente a este post para a secção Blogue Bem Informado do jornal.
Gostaria também de saber se tem outras fotos relativas a este processo de desflorestação que denuncia.
Pode responder-me para mayrafernandes.tq@gmail.com
Agradeço a sua atenção
Com os melhores cumprimentos
Mayra Prata Fernandes

Anónimo disse...

acabou de ganhar um leitor para o seu jornal.

os meus futuros netos agradecem

Anónimo disse...

Se não forem as maquinas, eles largam fogo e ai trará mais problemas para o meio ambiente, vamos, mas é, apedrejar estes srs que querem acabar com o pulmao do mundo

Abraços

Anónimo disse...

Acção Directa?

Ponto Verde disse...

Curioso, nao encontrar aqui nenhum comentario de Joao Afonso, M. Cristo (o M é de mast_____), tambéem nao vejo nenhum daqueles para quem seguiral mails, Presidente da Camara, vereador do ambiente...muito curiosos estes silencios.

Zeca da Borga disse...

Porque é que tu, ó Sócretino, e mais todos os Sócretinos que te lambuzam - se não forem todos apenas um e a mesma pessoa - não pensas primeiro antes de largares a bosta?

Pensa, pá! Usa o teu neurónio.

Zeca da Borga

Monte Cristo disse...

A ser assim, é grave.

Já tentatarm o Ministério do Ambiente e a DGAT?