sexta-feira, junho 29, 2007

MAIS UM CAPÍTULO DA DESTRUIÇÃO DA FLOR DA MATA

Nas imagens a Carta do PDM do Seixal para a zona desmatada, visível a referência a Mata e Maciço Arbóreo e imagem de satélite da mesma zona, à esquerda a A2.













Fez ontem uma semana que se iniciaram acções de desmatação na Floresta protegida no Plano Director Municipal do Seixal na Flor da Mata - Pinhal dos Frades no Seixal. Demos o alerta numa primeira hora com o seguinte teor:

"
O alerta vem de Pinhal dos Frades dirigido a quem de direito.
A zona assinalada na imagem, de pinhal e sobreiros , considerada com Mata e Maciço Arbóreo no Plano Direct
or Municipal está a ser ilegalmente arrazada desde ontem quarta feira, o que aparentava aos moradores ser um corte legal revela-se hoje estar a ser um arrazar total do pinhal, daí este alerta depois de terem já sido apresentadas queixas junto da linha do ambiente da GNR. informados que fomos por residentes que além de nos terem avisado contactaram a linha ambiente da GNR." Tivemos oportunidade também de enviar mails para a Câmara do Seixal avisando em tempo útil o sucedido.


No entanto, uma semana volvida, continuam máquinas no local e continua o corte de àrvores, apesar de hoje como mostram as imagens, ter sido referenciada uma viatura da GNR no local.

Da abordagem de populares aos "lenhadores", estes informaram que tinham autorização para o corte, autorização essa emanada da Dire
cção Geral dos Recorsos Florestais. Ora, com que legitimidade emite a DGRF uma autorização de corte a um povoamento misto de sobreiros e pinheiros, maioritáriamente pinheiros , quando:

- Trata-se de uma área definida no PDM do Seixal de Mata e Maciço Arbóreo?

- Trata-se de uma área que a lei (através da DGRF ?) obriga a reflorestar em caso de incêndio?

- Trata-se de uma zona definida no PDM do Seixal como zona "onde se mantém o revestimento vegetal existente, integrando a estrutura verde municipal e contribuindo para o equilibrio ecológico" ?

- Trata-se de uma floresta onde desde 1993 é "interdita a construção de quaisquer edificações" ?

- Trata-se de uma zona monitorizada pela DGF no controlo do nemátodo,. controlo sanitário onde são dispendidos milhões de euros na conservação da floresta? ...


E agora, com as premissas anteriores, como é que aparece um proprietário que nunca procedeu à manutenção daquele espaço vir arrazá-lo por completo alegando ir ali
"construír um hipermercado" e que se a população se opuzer "então vai ali construír prédios"... (?)











Mas que bem colocado está este personagem... que consegue (com que alegações ? ) uma autorização de corte da DGF e hipotética garantia de construção por parte da Câmara (então nem há Plano de Pormenor?)...ou está já alinhavado na revisão do PDM que aquela zona vai perder a protecção ambiental de que dispõe eliminando estes contratempos?

De qualquer forma, mas que proprietário bem colocado junto dos poderes...e que bom relacionamento com as autoridades...

Hoje curiosamente é feriado no Seixal, mas a pressa é tal em acabar com a floresta que continua frenéticamente o corte das árvores esses "impecilhos ao desenvolvimento" !!!
_________________________________________________





Agradecemos ao Tal&Qual o destaque dado ao A-Sul e a este tema em particular na edição desta semana do semanário. Numa banca perto de si!

17 comentários:

Anónimo disse...

Já nada importa!

Com estes filhos da puta todos alapados ao poder já só resta uma solução: resistência armada.

A Constituição Portuguesa permite.
A moralidade impõe.

Assim que começarem a matar os filhos da puta e os seus lacaios talvez comecemos a vêr algo diferente acontecer.

Mas com este país de merdosos, cagões e agachados, corruptos e carreiristas imorais já nada se pode esperar.

Zeca da Borga disse...

Estou de acordo

Primeiros a malhar: Todos os membros do Governo. Todos.

Segundos a malhar: Todos os autarcas corruptos e incompetentes.

Terceiros a malhar: Todos os que publicamente os têm apoiado.

Vê lá se não estás na lista.

Zeca da Borga

João Afonso disse...

Afinal o ponto verde sabia que o corte estava a ser efectuado em consequênca de uma autorização da Direcção Geral de Florestas! Apesar desse conhecimento, efectuou vários posts a atacar e a responsabilizar a Câmara pelo corte... Foi preciso eu denunciar o facto, para o ponto verde demonstrar que sabia quem tinha autorizado o corte.
Em conclusão: Assim se vê as mentiras do Ponto Verde...

Ponto Verde disse...

É pena que o senhor João Afonso não saiba ler, como é também é pena que não se esteja a insurgir com esta violação ao PDM e destruição de património do Seixal num concelho afectado com problemas graves na qualidade do ar.

É pena que a autarquia não esteja contra esta deflorestação abusiva como aliás nunca esteve contra nenhuma e em nenhuma vez mandou reflorestar quando tinha poderes para tal no PDM.

É pena também que o senhor Afonso não tenha explicado a ameaça dali vir a nascer um hipermercado devidamente autorizado pela autarquia.

A defesa do tacho (compreendo) implica que sistemáticamente há tês anos me venha aqui chamar de mentiroso, só não o vi desmascarar uma das minhas supostas mentiras nem as imagens que sempre as documentam.

Paulo Edson Cunha disse...

A este propósito (desflorestação de Pinhal dos Frades) o PSD, atento, como é sua obrigação, a todas as questões trazidas pela sociedade civil, teve conhecimento através deste bem informado blogue, do que se estava a passar em Pinhal dos Frades e apresentou uma moção na última Assembleia Municipal do Seixal que decorreu, na passada quarta-feira, a qual (assim como a resposta (???) dada pelo executivo) pode ser vista e comentada no seguinte blogue:

http://pauloedsonc.blogspot.com/

Anónimo disse...

O Paulo Cunha foi-se armar em papagaio e ficou com as calças na mão... E será que o Paulo Cunha não sabe a diferença entre uma moção e uma pergunta? É que o PSD não fez nenhuma moção mas apenas uma pergunta!

Anónimo disse...

Tá visto que mais um tubarão acordou voltado para o Pinhal, a eles nada mais importa, só a forma mais rápida de fazer dinheiro. Não vejo os habituais defensores da câmara, percebe-se devem estar de feriado. Os opinadores natos só durante o tempo do expediente.

Zeca da Borga disse...

Pergunta parva:

QUAL DOS MENINOS MORA NA FLOR DA MATA?

Zeca da Borga

ex-militante disse...

Vivo eu ó palhaço, um gajo vem de féria e em vez dos pinheiros tem como vista um arraial. È bonito não é?
Então a Câmara CDU aceita que o poder Central dê a um especulador plenos poderes para arrazar com o pinhal que dá ar puro para o Povo?
Isto no meu tempo não era comunismo, era outra coisa e agora chama-se também outra, tráfico de influências, e se o palhaço anterior pensa que temos medo, andam-se a habilitar a outra manif frente à Câmara. Corruptos!

Zeca da Borga disse...

Para ex-militante

Por acaso a tua casa não foi construída clandestinamente?

Se calhar...

Zeca da Borga (ou palhaço, no teu linguajar futebolístico)

ex-militante disse...

Ó meu caro, você deve ser um proprietário do caraças, mas eu vivo numa casa alugada e tanto quanto sei com todas as licenças, terá que perguntar ao construtor, que deve ser um dos vossos amigos, portanto, tudo legal e tenho também as contas em dia na mercearia se quer saber. Controleiro da treta.

Zeca da Borga disse...

Para ex-militante

Porra! Se um gajo quer ter uma segunda habitação para vir de férias, ao menos que seja uma vivenda, e não um andarzinho alugado. Aí cheira-me a história mal contada. Tens mesmo a certeza de que estás a contar a história toda?

Por outro lado. Quando compraste a casa (desculpa. Quando alugaste o andar) também compraste - ou alugaste - o pinhal?

Noto, porém, que estás bastante irritado. Nervoso. Onde é que é o dói-dói?

Zeca da Borga

ex-militante disse...

Segunda habitação? Deves pensar que ainda estou no Partido, quando de lá saí não era um partido de gente com segunda habitação e era um Partido em que se considerava quem vivia "num andarzito" agora é o qê? Um partido de patos-bravos e de condomínios fechados (é o que andam a construír, do Seixal à Moita).
Parece que és bem pago pelo tubarão dos supermercados que quer construir mais um no Pinhal e julgas os outros à tua imagem. PALHAÇO!

Zeca da Borga disse...

Ó ex-militante.

Já estás a meter os pés pelas mãos.

Assim, ficas todo torto, o que dá uma azia dos diabos.

Dá uma vista de olhos ao que disseste nos teus comentários anteriores e, depois, diz-me lá quem é o palhaço e o mentiroso.

Mas não respondas sem tomar primeiro os medicamentos...

Zeca da Borga

Anónimo disse...

Porque é que o Dr Paulo agora assina da Borga? Anda na má vida?

Zeca da Borga disse...

Para Anónimo

Tás em branco. Nisso e em muitas coisas. Nem sonhas, pois não?

Continua assim.

Zeca da Borga

o josé disse...

"um gajo vem de féria e em vez dos pinheiros tem como vista um arraial."

Compreende-se perfeitamente que este "vir DE" é empregue no sentido de "regressar DE". Basta pensar que se se colocar a questão: "DE onde vens?" a resposta possível é: "venho DE casa".

Todas os comentários em sequência do Sr. da Borga deverão ser, então, fruto DE uma sua incorrecta interpretação do Português, ou DE uma manifesta vontade de desconversar.

Menos borga e mais uns livrinhos se calhar fariam bem à capacidade de ler Português.