domingo, junho 17, 2007

MARGEM SUL - VAZIO URBANO OU "A ESQUERDA ACTUAL DEIXOU DE SER ESQUERDA" - TORNOU-SE "ESTÚPIDA" (4)




Nas imagens é visivel a evolução das duas fases, da guetização ao novo riquismo, com a inevitável rotunda monumental, se fosse no Fascismo teriamos um arco do triunfo certamente. Atente-se a proximidade do rio e o que está "alinhavado para vir a ser o futuro daquele projecto, a previsibilidade é assustadora !!!

Continuando as nossas propostas "viagens pela nossa terra", de Almada até à Moita. De Palhais onde fizemos à ultima paragem à Moita, é um pulinho se formos a direito, ou seja, sem passar pelo Barreiro, Lavradio, Baixa da Banheira, Sarilhos, Alhos Vedros, por aí há quem as descreva bem melhor do que eu.


Pelo que optámos pelo percurso mais rural e interior, pelo Rego de Água .

Volta dada à Moita ... eis-nos de regresso, sobre a Moita o que dizer ? Podia ser a Arrentela, a Cruz de Pau ou outro suburbio qualquer , descaracterizado como só a ideologia reinante sabe fazer,
mas o que na Moita foi construído, já não digo com mau gosto, mas com uma profunda desumanidade e desinteresse pelo homem, pelo ambiente e pela paisagem, esse território construído chama-se Fonte da Prata.

Primeiro foi a filosofia do gueto para os mais desfavorecidos numa altura em que quer uma quer outra margem eram construídas de costas para o Rio, vindo o efeito EXPO, as vistas de Rio valorizaram (até porque muito terreno era REN e RAN ou Reserva Natural do Estuário do Tejo...) e então, vai de os especuladores imobiliários coadjuvados por autarcas disponiveis...avançar com projectos ao jeito do "Parque das Nações"
, assim nasceu a segunda fase da Fonte da Prata, ganhando a frente de Rio à Fonte da Prata dos Pobres e com esta contrastando arquitectónicamente...

Mas o que foi construído é igualmente mau, aliás nunca nada devia ali ter sido construído... o cenário vai além do bom gosto, entra no domínio do Surreal, mas um Surreal no qual os responsáveis parecem ainda não ter dado conta da barbaridade, pois que se antevê, pela infraestruturação já feita, uma segunda fase, que ganhará a frente de rio à primeira, logo, será para mais priveligiados que os da primeira fase e estará muito mais distante dos da tal Quinta da Fonte da Prata "original" ...

Só me ocorre a frase desta semana de José Saramago, do alto dos seus oitenta e tal anos:

"Antes gostávamos de dizer que a direita era estúpida, mas hoje em dia não conheço nada mais estúpido que a esquerda" .

7 comentários:

EMALMADA disse...

Essa dita esquerda esquerda tornou-se uma forte, mas camuflada aliada de uma coisa que diz destestar, o capital.
É nessa aliança que tem proventos,polítcos e pessoais, embora dizendo a uns ingénuos tolos, os que acreditam, que são anti-capitalistas.
Assim vai sugando o sangue fresco da manada.

EMALMADA disse...

"detestar" em vez de destestar, evidentemente.

Anónimo disse...

http://www.asjp.pt/images/stories/noticias/3_18.06.2007.pdf

Anónimo disse...

http://www.( ... )stories/noticias/
3_18.06.2007.pdf

sérgio disse...

Parece que é só na Margem Sul que há esses problemas!!!
Tens a linha de Sintra e o Algarve como bons exemplos.
E não são só os de esquerda, olha prá tua direita que também há muitos desses.
Mafra para lá caminha!
Qualquer dia parece a linha de Sintra.

Anónimo disse...

Mafra é um bom exemplo. É só olhar para a Ericeira.

Mas com um tipo chamado Engenheiro Ministro dos Santos que é que se podia esperar?

O que custa à Esquerda desta terra -- como o Sérgio -- é ainda não terem percebido, ou não querem perceber, que estamos contra todos: sejam da Esquerda, da Direita, do Centro, ou da Esquina. É-nos absolutamente indiferente de onde é que vem o desleixo, a corrupção, o amiguismo, a pulhice, os canalhas, os vendilhões.

Dá-se o caso ou o acaso de nós estarmos na Margem Sul e não na Margem Norte ou no Porto ou no raio que o parta... e por isso são as canalhices e atropelos imorais desta terra que vamos tendo de propalar e não de outra qualquer.

Para nós não há "NÓS" e "OS OUTROS" no que toca à defesa do bem comum e da Natureza e da Legalidade e da moralidade.

Até mais

MdS (ainda em férias)

Anónimo disse...

Caro Ponto Verde,

As suas imagens já estão antigas. Está tudo muitissímo mais construido, quando não, pelo menos infra-estruturado.

Até mais.
MdS