sexta-feira, maio 06, 2005

ALTO DO MOINHO - SEIXAL Betão invade mais uma zona verde


Retrato do Alto do Moinho/Seixal

Claro que não tem nada a ver com o Alto do Moinho do sossego e das casas com jardim.Há cerca de três anos a Câmara do Seixal teve outra ideia para o local, os promotores chamaram-lhe "Parque Luso" e levantou polémica a sua construção numa zona verde de sobreiros, oliveiras , figueiras, numa paisagenm tipica de charneca, uma leve encosta a terminar num vale com uma linha de àgua.

O tipo de habitação unifamiliar parece incomodar os urbanistas locais, e então vai de avançar com prédios para uma zona de "paisagem a preservar", como contrapartida aos hectares de bela paisagem destruida "criaram um miseravel jardinzito" à entrada e claro, uma rotunda, abriu-se mão da paisagem e quantos mais pisos melhor e vamos para os sete pisos que é o que ali fica bem...

É puro exemplo de especulação aproveitando a proximidade da linha férrea que afinal foi construida para fartar a vilanagem...ah é claro mudaram o nome, como o "Parque Luso"... estava queimado pelos protestos, vem de lá o "Jardim dos Navegantes" com laivos de pato-bravo-chic...

Mais palavras para quê? Mais uma frente urbana em paisagem a preservar, lá se foi mais uma encosta e umas tantas linhas de àgua, e está mais betão em prespectiva, não são os sobreiros que o vão impedir...Posted by Hello

5 comentários:

N.P disse...

Triste sina a do nosso concelho, onde tudo é abatido a bem do betão e da construção. Se não sabia veja só:

http://www.sado2000.pt/noticia.php?codigo=427B7D534D97D

Ponto Verde disse...

É escandaloso o que noticiam ter feito na Quinta da Princesa,o A-Sul lá irá logo que possivel.

Anónimo disse...

VERGONHOSO

Anónimo disse...

eu cresci no alto do moinho e nao vou a portugal ha 10 anos, para dizer a verdade nem sei onde e essa imagem que tens mas ja corri a net procurando images da minha infancia, e triste que so encontrei isto
shana

Anónimo disse...

se creceste no alto do moinho e n vens a portugal ha dez anos, que moral tens para ficar triste se nem sabes onde cresceu esta urbanização?!