terça-feira, novembro 21, 2006

"CITIZEN KANE" - VERSÃO CIDADÃO







A revista Time da semana passada apresentou um extenso trabalho sobre a “Invenção do Ano”, o curioso é que não consagrou nada de tangível fisicamente, nenhum objecto ou máquina, mas tão simplesmente um programa de computador ao qual está associado um muito democratizado e gratuíto serviço.

Falo óbviamente do “YOU TUBE”, a propósito do mesmo escreve a determinada passagem sobre a relação das “Estrelas” com o público; “How do you stay relevant when people can entertain themselves?”

A mesma questão de notoriedade parece ter atingido os media nacionais, estando a coisa no seguinte pé :
Como mantemos a nossa relevância e influência se as pessoas se podem informar a elas mesmas? (tal como se divertem com programas feitos por elas próprias...)

O meio aqui também tem como suporte a Internet, mas aqui o meio é a BLOGOSFERA , se no YOU TUBE a tentativa de bloqueio e resistência vai no sentido da protecção dos direitos de autor , aqui na Blogosfera o que está em causa para a tentar silenciar está nas supostas difamações feitas através deste meio.

Assistimos assim nas últimas semanas a um publicar por parte da imprensa “séria” de alguns artigos, entrevistados alguns supostos “caluniados” ( a maioria deles em meios mais comezinhos e históricos que pela blogosfera), nomeadamente saindo em defesa de Miguel Sousa Tavares e da acusação de plágio de que foi alvo, logo se foram meter com um dos “deles”...

Outro ambiente atreito a ser alvo da blogosfera são as comunidades locais, aí, destaca-se pelo provincianismo, o processo do Presidente da Câmara da Covilhã contra um “blogger local”.

O Senhor, Pinto de seu nome de certo nunca ouviu falar do caso do blog “mon-putteaux”, o primeiro alvo de um processo judicial por uma autarquia de Paris e da qual resultou um movimento global de apoio ao blogger e na sua notoriedade mundial, passando a autarquia de Putteaux pelo vexame de ver absolvido e de se ver ridicularizada perante o Mundo.

No caso das autarquias há uma nitida tentativa de abafar informação ou critica desfavorável, da mesma forma que o fazem com sucesso sobre a imprensa local, perfeitamente manietada com um lápis azul invisivel, em temas que não são do agrado dos cacíques locais .

Por sua vez , por parte dos jornais, ao aprovar o cercear da liberdade permitida por este meio (nomeadamente quando são jornalistas a serem expostos e criticados) tentando passar que pela blogosfera a informação que passa é meramente caluniosa e a não ter em consideração, estão também a entrar no domínio perigosos da censura que oxalá, para bem de todos , não venham a ser vítimas.

Nem todos têm esta opinião, como aqui (clique) já vimos. Há agora os anticorpos ad-hoc criados na própria blogosfera, como aqui pode ser também ser visto.

No meio de tudo isto o que resulta de tudo isto, Google-Maps, Google-Earth, You Tube, Blogger, é para já uma cidadania participativa (a mesma que fala Ramalho Eanes na sua tese de doutoramento), activa e actuante a ter em conta pelos poderes... a considerar pelo que antes foi escrito, já o é, Manuel Alegre e Al Gore sabem do que falo, mas parece que Miguel Sousa Tavares e alguns autarcas ainda não...

Pôr tudo no mesmo saco, desde as Doce ao Equador é perigosamente redutor . Querer reduzir este modo novo de comunicar, a meras calúnias e covardias "a coberto do anonimato" , é-o, tanto em muitos casos, quase como no tempo da ditadura, nesse tempo era a PIDE a fazer o trabalho sujo... hoje , outros, por iniciativa própria ou sob contrato fazem esse trabalho intimidatório e silenciador...

3 comentários:

Luis Eme disse...

A blogosfera é o local informativo mais livre que existe. Pelo que pode ser utilizado no bom e no mau sentido.
Todos nós sabemos que há quem se refugie no anonimato para insultar e denegrir, e isso é facilmente conseguido nos "blogues".
É o preço que temos de pagar, por toda esta liberdade que temos de escrever e pensar...

nunocavaco disse...

Exacto luís. Agora vejam a doença do ponto verde. Aponta o seu blogue como democrático e aponta o banheirense.blogspot.com como pidesco. Isto no mínimo é uma perturbação. O que ele queria é que eu e outros não respondessemos, uma espécie de democracia com uma direcção e isso não vai acontecer porque a blogosfera é um espaço livre e onde os excessos, como os que o ponto verde faz, de colocar comentários de outros fora de contexto, de caluniar pessoas, devem ser combatidos

js disse...

... os meios politicos e agora os jornalisticos, uns porverem a sua postura ser condenada outros por se imaginarem donos da verdade, estãoa aproveitar-se de um ou outro blog que lançam artigos falsos para dizerem que a blogosfera blogosfera é caracterizada pelas fasidades que lançam ... uma bela forma que esses senhores encontraram para encobrir e ignorarem a verdade