sexta-feira, dezembro 28, 2007

2007 EM BALANÇO AMBIENTAL (3) - MOVIMENTO CÍVICO


A nossa eleição de Movimento Cívico do Ano vai para o exemplar Movimento Civico da Várzea da Moita, um movimento que se opôs contra os planos de duvidosa legalidade da autarquia de alterar o Plano Director Municipal e com ele Zonas de Reserva Agricola e Ecologica beneficiando mais uma vez, é claro a construção civil (alguns construtores e especuladores, melhor dizendo) em detrimento dos valores naturais e culturais locais.

Os cidadãos conseguiram desmontar toda a trama inerente ao processo , provocando uma onda nacional de solidariedade , traduzida em Maio na organização da
Conferência da Moita sobre politica de solos, que reuniu na Moita um leque invejável de personalidades ligadas ao ambiente e ordenamento do território entre as quais o Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles, O Professor Paulo Morais, o Deputado Luís Marques ou o Engº José Carlos Guinote ou o Prf. Bingre do Amaral.

Nesses dias foram analisadas as politicas nacionais e locais de
ordenamento do território e denunciados os verdadeiros atentados ambientais e sociais postos em marcha por inúmeras autarquias, analisados nomeadamente o ordenamento posto em prática na margem esquerda do Estuário do Tejo e os projectos PIN patrocinados pelo Governo.

Os cidadãos envolvidos na organização deste exemplar evento apresentaram o caso particular da Revisão do PDM da Moita e as violações à lei e à moral pública , substanciada nas alterações intentadas e as movimentações das áreas de REN e RAN.

Depois, alguém fez, paulatinamente, o trabalho de sapa favorável à autarquia e ao Partido, denegriram-se na praça publica um a um dos cidadãoe envolvidos, criaram-se e utilizaram-se todos os meios para os calar .

Se não perdoam a quem é protagonista civíco "sem dar a cara", os que a dão, são alvos bem definidos a abater.

É assim a real-politica da CDU.

_______________________________________________

FIGURA DO ANO - PELA NEGATIVA , MOVIMENTOS CÍVICOS :

A CÂMARA MUNICIPAL DA MOITA E PCP LOCAL...

Porque tudo fizeram para ignorar o que se passava em volta, no seio das vontades dos cidadãos ao serviço dos quais foram eleitos, e por as estruturas politicas locais suporte dessa autarquia tudo terem feito para desacreditar, o movimento e os cidadãos individuais.

Não esquecer a forma como pretenderam alterar o Plano Director Municipal aumentando a betonização do concelho, pela tentativa de se apoderarem de manifestações culturais populares, como a romaria a cavalo e por não terem estado representados na Conferência sobre Politica de Solos.

9 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns ao António Ângelo e restantes moradores da Várzea da Moita e Barra Cheia, o PCP continua autista, velho e decadente. Óbviamente deviam-se ter demitido.

moitense disse...

Na fotografia bem vejo o Raminhos e o Deputado do MPT, afinal houve quem reconhecesse a força dos cidadãos e a justeza da sua luta para além do arquitecto Ribeiro Telles e do ex vereador do Porto Paulo Morais.
Foi uma luta de David contra Golias.
Nestas lutas o PCP nunca reconhece a derrota é traiçoeiro e á melhor oportunidade volta à carga.
E a inspecção do IGAT, deu em lguma coisa, ou o roubo de computadores apagou as provas todas?

Anónimo disse...

A Moita é um Concelho adiado, apesar da gestão CDU continuar a fazer crer que tudo está bem, que não há reparos a fazer e quem ousar levantar uma voz discordante é um alvo a abater.
É chegado o momento de se promover um debate sério, sobre o presente e o futuro do Concelho da Moita. É tempo de se ouvirem as diversas opiniões sobre as questões fundamentais, que levem o Concelho da Moita para um novo rumo.
Este acto de cidadania não pode ser adiado por mais tempo.

Joaquim Raminhos

Anónimo disse...

O Bloco de Esquerda reprova esta perspectiva, defendida pelo Presidenta da Câmara e pela maioria CDU, de se aumentar cada vez mais a ocupação dos solos em projectos urbanísticos e “floresta de betão”, que em nada se coadunam com os interesses de grande parte da população do Concelho.
Em vez disso, defendemos uma requalificação dos centros urbanos, defendemos a defesa e preservação da nossa zona ribeirinha, como forma de melhorar os níveis da qualidade de vida no Concelho da Moita, defendemos a elaboração da “Carta Verde do Concelho”, onde se preservem as matas e os pinhais ainda existentes no nosso espaço geográfico.

BE Moita

João Afonso disse...

Então e o A-sul ainda não é petrocinado pelo Banco Espirito Santo, ou será quem que paga ao ponto verde ainda não exigiu a publicidade, como acontece no rumo a bombordo do vereador Samuel, mas face à sintonia existente entre os dois blogs, parecem irmãos siameses, deve o patrocinio do BES ser dividido entre ambos... Por este andar o BES ainda ganha o prémio de "VERDE" do ano...

M disse...

Mas lá calaram o Movimento, de uma forma ou de outra, como aliás era bem previsível.

E o PDM soma e segue agora que o empecilho provisório da Eurídice Pereira já foi chutada para cima e se removeu assim o único obstáculo -- qie só existia por puro revanchismo pessoal da dita senhora -- aos negócios do costume.

Nem a inspecção do IGAT deu nem dará nada. É só ir ao site e perceber que quem nem consegue ter uma porcaria daquelas a funcionar de jeito ((clicar em QUEIXA ELECTRONICA) não consegue nada.

É o país miserável que temos.

Em termos negativos eu também apontava para o Tratado de Lisboa onde fomos todos vendidos por muito pouco.

Concluo com a minha mensagem de fim de ano!

BE - Concelhia da Moita disse...

O Bloco de Esquerda reprova esta perspectiva, defendida pelo Presidenta da Câmara e pela maioria CDU, de se aumentar cada vez mais a ocupação dos solos em projectos urbanísticos e “floresta de betão”, que em nada se coadunam com os interesses de grande parte da população do Concelho.
Em vez disso, defendemos uma requalificação dos centros urbanos, defendemos a defesa e preservação da nossa zona ribeirinha, como forma de melhorar os níveis da qualidade de vida no Concelho da Moita, defendemos a elaboração da “Carta Verde do Concelho”, onde se preservem as matas e os pinhais ainda existentes no nosso espaço geográfico.

Anónimo disse...

A REAL POLITIQUE DO GOVERNO É ARRANJAR UM TESTA DE FERRO TIPO JOE PARA QUEIMAR O BCP E DEPOIS OS MUCHACHOS DO PRIMEIRO TOMAREM CONTA , NUMA REAL POLITIQUE DE QUEM SABENDO QUE VAI PERDER NAS PROXIMAS POE O PAÍS A SAQUE .

MELHOR QUE O PRESIDENTE FRANCES OU O DO ZIMBABUÉ OU O CHAVEZ SÓ MESMO O DO PAÍS DE BETÃO COMO AS GENGIVAS DO ANUNCIO TELEVISIVO

k7pirata disse...

Excelente escolha.
Parabéns ao Angelo que foi incansável nesta luta que ainda não terminou.