sexta-feira, setembro 28, 2007

SEIXAL - PERIGO, ALTA-TENSÃO NA ESCOLA



O perigo é tão antigo quanto a Escola Básica (2+3) de Pinhal dos Frades no Seixal, o tema foi já aqui abordado e tem envolvido a comunidade educativa, alunos , professores, pais ... as respostas são como as do fundo musical, dignas de verdadeiros "poetas de karaoke" ...


E o perigo potencial e real é um cabo de alta tensão que atravessa diametralmente a área de uma escola com mais de mil alunos, o perigo que muitos tentam escamotear é o das radiações emitidas por aqueles equipamentos e que comprovadamente , potencialmente ou mais do que isso, provoca leucemias (negada por alguns) , mas também e esse bem real, é o de electrocussão em contacto com os postes, de queda de um cabo sobre uma zona cheia de crianças, ou de potenciar a queda de raios no caso de trovoada, numa zona escolar.

As respostas na resolução de um tal problema são sempre descartáveis, por um lado a autarquia que cedeu o terreno (certamente por este não ter valor...porque atravessado por alta tensão) lava daí as suas mãos, a REN (Rede Elécrica Nacional) aponta custos elevados para aplicar a opção subterrânea na travessia da escola... por parte do Ministério da Educação , não houve qualquer compromisso, estudo ou proposta ao longo de mais de dez anos...

E o perigo mantém-se, as crianças continuam sem um pavilhão para a prática de educação fisica porque não dá para construír um pavilhão debaixo de um cabo de alta tensão... no entanto é debaixo desse mesmo cabo que as crianças convivem nos intervalos e praticam a sua Educação-Fisica curricular...

Mas há uma resposta, uma atitude uma opção que não compreendo ninguém se tenha dignado a aplicar, é uma vedação em volta do poste que está inserido no perímetro da escola , no passeio, junto a uma paragem de autocarro , e que impeça as crianças de o trepar como as imagens bem demonstram?...

É que nem um aviso, nem um sinal de Perigo de Alta-Tensão...

Estão , autarquia, estado e Direcção da Escola , à espera de alguma tragédia para que o problema seja resolvido?

Ou depois, como o caso da criança morta no esgoto, vão todos , um por um, enjeitar responsabilidades?

_______________________________________________________

Hoje, Marquês de Pombal 18 horas.




















Há um ano foi assim (clique)

13 comentários:

Anónimo disse...

Relativamente à legislação existente, o decreto regulamentar nº 14/77 deu nova redacção ao artº 178 do Decreto Nº 46847, de 27 de Janeiro de 1966, que se transcreve:

Regulamento de Segurança de Linhas Aérea de Alta Tensão
Artº 178.º


…Linhas aéreas sobre recintos escolares e campos de desporto.
– O estabelecimento de linhas aéreas sobre recintos escolares e campos de desporto não será permitido.

Único. A fiscalização do Governo poderá permitir o estabelecimento de linhas aéreas por cima de campos de desporto de importância secundária e o de linhas aéreas de 3ª classe por cima de recintos escolares, desde que as despesas inerentes ou dificuldades técnicas o tornem aconselhável, tomando-se, porém, as convenientes medidas de segurança.

A ESCOLA EM QUESTÃO É DA ESTRITA COMPETÊNCIA/RESPONSABILIDADE DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO.

Ponto Verde disse...

Sendo, segundo o comentário anterior:

A ESCOLA EM QUESTÃO É DA ESTRITA COMPETÊNCIA/RESPONSABILIDADE DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO.

Que formas de pressão têm havido por parte da autarquia de modo a salvaguardar a segurança e a saúde dos filhos dos seus municipes e restante comunidade educativa ?

Podiam aproveitar a luta dos centros de saúde, causada pelo crescimento desmesurado da população, para apresentar mais esta reivindicação.

2ª QUESTÃO!

O Passeio onde está o poste , também é da responsabilidade do Ministério da Educação?

Parece-me que não. Qua tal a Autarquia providenciar uma vedação de forma a que o que se vê no filme não aconteça?

Se houver um caso de electrocussão, de quem é a responsabilidade?

Anónimo disse...

...estas questões não se resolvem com pressões pois se assim fosse já há muito estavam resolvidas.
Apresentar mais uma vez?
O problema não é o passeio, mas sim o poste e esse não pertence à autarquia.
Diga lá se sabe de quem será a responsabilidade.

mário da silva disse...

Quanto às suas perguntas eu voto na opção B?

Quanto ao simpático anónimo que pôs em evidência a Lei e a hipocrisia só lhe digo que isso era bom se estivessemos num país civilizado mas Portugal é quase o mais corrupto e tem um sistema judicial que não sendo própriamente corrupto é dos que mais promove a injustiça dada a sua morosidade e potencial de esquemas eternizadores de procedimentos legais.

Além da tradicional "sacudidela da água do capote" (de que o fim do seu texto é exemplo perfeito) e das cláusulas dúbias que permitem tudo:

Governo poderá permitir (...) desde que as despesas inerentes ou dificuldades técnicas o tornem aconselhável

E há sempre uma despesa inerente ou uma dificuldade técnica para justificar tudo.

Até mais.

mário da silva disse...

Ah! Sim! E não esquecer...


A CULPA É DO GOVERNO CENTRAL


... esse malandro desse papão.

Anónimo disse...

É incrivel que coisas destas aconteçam em pleno parque escolar. Arrepiante !!! O que faz o Concelho executivo dessa escola?

Rui José

ex-militante disse...

Se morrer alguma criança agarrada aquele poste ou se o cabo electrico se partir e caír em cima do recreio, é só um acidente e ninguém é culpado, ou então o caso arrasta-se por mais de dez anos na justiça.

Anónimo disse...

Ah! Sim! E não esquecer...

...ò estupido
Ah! Sim! E não esquecer...


A CULPA É DA AUTARQUIA


... esse malandro desse papão.

Anónimo disse...

Esta autarquia nunca é culpada de nada, viu-se nos DOIS julgamentos do miúdo afogado no esgoto.

Anónimo disse...

Alta Tensão:

http://www.verbojuridico.net/
doutrina/artigos/altatensao.html

Anónimo disse...

Parque em Colaride:

http://colaride.no.sapo.pt/
futuro/opiniao.html

Anónimo disse...

Muito Alta Tensão em Colaride:

http://www.sintravox.com/news/2359.html

Anónimo disse...

...Não as autarquias são sempre as culpadas de tudo...esses malandros!