domingo, setembro 09, 2007

DA RADIOACTIVIDADE PARA A VIDEO-INACTIVIDADE


Pergunto:

-Conclui-se ter sido inconsequente e alarmista a iniciativa do Grupo Parlamentar do PCP sobre as acusações de altos níveis de radioactividade na Siderurgia Nacional?

- Conclui-se que não foram correctos quando os senhores deputados também denunciaram medo na população residente?


1) A população per si ou pelos meios de controle locais, associações de moradores, de trabalhadores, junta de freguesia não se manifestou.

2) A autarquia esteve mais preocupada em passar em discussão publica o projecto de urbanização daqueles terrenos, e da forma mais low-profile possivel, tipo, não mexe...não respira...que de nada se manifestou ou averiguou.

3) Os preocupados Deputados da Nação , ao serviço do PCP, nunca mais falaram do caso, aliás arranjaram há dias um novo caso (a incompreensível avaria das câmaras de vigilância na Arrábida) com nova atenção mediática ... mas esquecendo o anterior... se tal é admissivel em termos jornalisticos, não é minimamente admissivel para um Grupo Parlamentar.


É que senhores deputados, os senhores são deputados da nação e eu (como povo anónimo ) confio na vossa seriedade, se dizem que há radioactividade, é porque há radioactividade, se dizem que a população está alarmada (e com razão) então a população tem razão para estar alarmada...não se faz agit-prop com coisas sérias senhores deputados...

E depois há a história do Pedro e do Lobo... se deixarem caír pura e simplesmente este caso...da próxima vez pode haver até um Tchernobyl em Paio Pires que ninguém vai ligar, e o que farão os senhores se a população se recusar, a evacuar um local contaminado com altos níveis de radioactividade ?

Estas coisas não se podem gerir de forma infantil e displicente senhores Deputados!


E senhores Deputados, como explicam que ao mesmo tempo que anunciavam a contaminação da Siderurgia, a autarquia anunciava para o mesmo local, um projecto de urbanização ? A discussão publica (numa autarquia de eleitos PCP, de maioria PCP) decorreu na exacta altura do vosso alerta ?

Do ponto de vista legal entendo que as certamente indiscutíveis declarações dos senhores deputados, como Deputados da Nação, e do PCP, deveriam ser consideradas pela autarquia na discussão publica do Plano de Pormenor da Siderurgia, é que caros senhores autarcas...são demasiado sérias para serem ignoradas!!!
_____________________________________________________

Já agora, que autoridade têm e quem paga aos funcionários com uniformes da Câmara Municipal do Seixal que esta tarde impediam a circulação de viaturas em determinadas vias da Amora, impedindo por exemplo o acesso à zona da Medideira?

A razão, tanto quanto me informaram , era uma festarola partidária (não municipal) que se registava ali perto...

8 comentários:

Augusto disse...

Também passei pelos funcionários da Câmara (ou se não eram funcionários, estavam identificados como tal) a fazer de polícia-sinaleiro por causa da rave na Atalaia. É inadmissivel, especialmente porque nunca ví nenhum funcionário da câmara ser designado para estar junto às passadeiras de peões que estão junto ás escolas do concelho a mandar abrandar os carros da malta do xuning que passam a abrir, quer estejam os miudos a atravessar quer não. É inadmissivel andarem sequer a cortar vias publicas para andarem a zelar pelo conforto e bem-estar de quem vai ao que é uma festa privada.

Anónimo disse...

Isso de andarem a zelar pelo bem estar de queme stá numa festa privada deve ter a ver com a ideologia florescente na zona de favorecer os empreendimentos "só para sócios": Os belos campos desportivos só para os desgracadinhos dos jogadores de futebol, os condomínios com country-club junto ao rio, e o que mais da mesma onda estará para vir...

ex-militante disse...

É inadmissivel tudo isto que se passa no Seixal, como se fosse a coutada privada de JóJó , estão também a perder ainda mais a vergonha, agora os funcionários da câmara são destacados às claras e com farda para trabalho partidário. E se são pagos pelo erário público, será que a ASAE viu e investigou?
O mesmo com o grupelho da AR a alarmar Paio Pires e arredores e depois calam-se e esquecem o assunto, então a radioactividade não se mantém por centenas ou milhares de anos?

jsd seixal disse...

Novo Post com fotografias das descargas efectuadas directamente para a baía do Seixal

www.juventudeseixal.blogspot.com

nunocavaco disse...

Bem se isto não é doença, não sei o que será.

Olhe na Moita, um painel que se encontra na fachada do edifício da Câmara Municipal foi vandalizado com autocolantes da JSD. Poderão alguns dizer que ficou mais bonito outros pensam que é vandalismo.

Boa tarde.

Ponto Verde disse...

Nuno Cavaco de ressaca? É que o comentário simplesmente me é inteligivel!!!

nunocavaco disse...

O que é que não percebe?

Se quiser escrevo de maneira a que uma pessoa muito burra perceba, ou melhor já o fiz, acho que não consigo.

zé da véstia disse...

Caro Nuno,
1. qual é a justificação para funcionários da Câmara, ou como tal identificados, andarem a prestar um serviço numa festa privada?

2. em que estado está o estudo acerca da contaminação radiocativa alertada pelo grupo aprlamentar do PCP?

3. a haver contaminação, não é irreflectido urbanizar a zona? A não haver, não será isto uma não-noticia com um fim que parece ser de simples agitação?

três perguntas simples.

Relativamente aos autocolantes: realmente a vandalização dos simbolos partidários protegidos opr lei é triste, mas amor com amor se paga, e também tem havido outros cartazes de outras cores politicas a serem vandalizados.

Aguardamos feed-back.