segunda-feira, março 08, 2010

SEIXAL-AMORA , INCOMPETÊNCIA NA HORA DA MORTE



Acho que a dignidade faz parte da vida, mas também nos deve acompanhar na hora da morte.


É por isso que por várias vezes aqui expusemos a questão inqualificável do cemitério de Feijó - Almada (video acima ) , situação que se mantém inalterável, apesar de se continuar a passar a imagem de um "CEMITÉRIO-JARDIM modelar".

As últimas noticias da forma indigna como a morte é tratada por esta Margem vem agora da Cidade da Amora , concelho do Seixal de onde nos tem chegado relatos ( videos e fotografias ) de alegada incompetência por parte de quem gere o cemitério e é por ele responsável.

A questão , alegadamente tem a ver com algo tão simples como a dimensão das covas que já por várias vezes na altura do enterro se detectam ... ser inferiores ao caixão ...

Isto seria digno do mais puro humor negro, não se tratasse de uma questão base de dignidade humana e de respeito pelos mortos e suas famílias.

Há dias, num enterro , mais uma vez se detectou que o caixão não caberia na cova , diligente, o agente funerário desceu ao buraco para o aumentar, acabando com o esforço por desmaiar na própria seputura, tendo sido assistido no local ... (a dita cova) ... se isto não é indigno, nem macabro , o que será então ?

3 comentários:

macaco do 1ºD disse...

Boa Tarde Estimado,

É um prazer contactá-lo e em primeiro lugar elogiar pelo bom blog que expõe a todos nós, leitores.

Envio este e-amil para anunciar a abertura de um novo blog, o "Macaquinhos no Sótão". http://osmacacosdosotao.blogspot.com/

Um blog pensado há muito, mas que só agora decidi abrir.

Gostaria muito de contar com a sua ajuda na promoção deste blog, colocando o link se possivel.

Como é claro, retribuirei sem piscar os olhos em colocar o seu link na minha página!

Espero uma resposta sua.

Anónimo disse...

Esta situação não é nova, á anos atrás aconteceu algo semelhante no cemitério da Arrentela.

O coveiro não estava para cavar muito e até enterrava corpos sobre outros.

Mas isso foi resolvido quando a junta da Arrentela tomou conhecimento.

A questão aqui é se a junta da Amora sabe disto e não actua.

Anónimo disse...

A Junta sabe... e se actuou foi já depois do sucedido, tentou até abafar o caso.