segunda-feira, junho 16, 2008

SEIXAL - "OS CORTINADOS" DO SENHOR MATEUS


















Abordámos durante a passada semana a questão da Ditadura Comunista reinante na Margem Sul, parece que somos u
m povo de segunda em relação à Democracia portuguesa , à Constituição da República e ao Ambiente .

O PCP faz o seu papel , em perfeito desrespeito pela democracia , pelas instituições e pela liberdade ... mas temos de reconhecer que houve durante décadas , por parte dos orgãos centrais dos outros partidos uma demasiada displicência em relação a este lado do rio , e que conduziu a esta impunidade e despudor .

Este abandono que sentimos, até parece configu
rar que houve em tempos um "Tratado de Tordesilhas" que assim distribuíu, Direitos, Deveres e Território .

Numa margem onde o poder utiliza ainda métodos e tiques do PREC tem um mérito acrescido, em relação ao todo nacional , o trabalho desenvolvido por parte de quem, na oposição tenta localmente e em sede própria, que os
pressupostos da Democracia e do Estado de Direito vão funcionando.

O mesmo mérito tem ainda maior expressão , por razões óbvias...quando esta iniciativa parte do cidadão comum ou de uma qualquer ONG.

A última notícia remete-nos para ... Myanmar ou para a Coreia do Norte , não tivesse ela acontecido antes junto à Baía do Seixal.
A notícia que se baseia no press-realeased do Grupo Flamingo , pode ser lida aqui na íntegra :

Retirado e proibido abaixo-assinado pela preservação do Sapal de Corroios na Feira da Terra


« O Grupo Flamingo – Associação de Defesa do Ambiente foi convidado a participar, por um grupo de finalistas universitários, na Feira da Terra, que se realizou nos dias 7 e 8 de Junho na quinta da Fidalga no Seixal, a cuja organização também pertencia a Câmara Municipal do Seixal.

No stand atribuído à Associação, foi exposta diversa informação relacionada com as actividades desenvolvidas por esta nos últimos anos, merecendo particular destaque pela sua importância um abaixo-assinado que apela ao Senhor Presidente da Câmara Municipal do Seixal para que não licencie um estabelecimento para a engorda artificial de peixes que uma empresa privada pretende instalar no Sapal de Corroios, e para que seja preservada esta zona húmida que é a mais bem conservada de todo o estuário do Tejo, a sul de Alcochete, abrangida pela legislação da Reserva Ecológica Nacional.


Foi com espanto e indignação que no passado Domingo, 08 de Maio de 2008, recebemos, de uma técnica superior da Câmara do Seixal, a notícia que, aquando da visita do executivo camarário à Feira, este viu foi com desagrado o abaixo-assinado exposto, razão pela qual a organização daquele evento retirou abusivamente aquele documento do stand do Grupo Flamingo.


A ser verdade o que nos foi transmitido pela já referida técnica, esta atitude inqualificável demonstra a intolerância em aceitar posições e pontos de vista diferentes ou não estivéssemos num Regime de Estado Democrático, onde a liberdade de expressão é um direito de qualquer cidadão e de qualquer Associação conforme consagrado constitucionalmente.(...)


Na prática há uma violação implícita de dificultar a informação ao cidadão da administração central e local. As opiniões contrárias são vistas como “entraves” vindas de “fantasmas” por eles criados e rotulados. Se não és por mim, és contra mim.

A este poder custa aceitar opiniões contrárias, pois vêem-se imbuídos de um altruísmo autista que os leva a pensar que são donos da verdade e da razão.»
- acrescenta o comunicado.

Para finalizar, não resisto em transcrever a justificação dada pelo PRESIDENTE DA CÂMARA e por o tal senhor Mateus, descrita na primeira pessoa pelo Vereador Samuel Cruz , no blogue Rumo a Bombordo, cito :

«... sobre esta matéria pedi esclarecimentos ao executivo comunista, ontem em sessão pública de Câmara, sendo que me foi confirmada a situação aqui relatada. Dizendo o Sr. Presidente da Câmara que não poderia aceitar esta situação por ser comparável "a uma mulher que dá facadas no matrimónio", uma vez que a organização do evento se fazia num quadro de parceria e o Vereador Carlos Mateus afirmado que "tal era como se me convidasse para sua casa e eu dissesse mal dos cortinados". Sem mais comentários! »

Deixo-vos ainda outras análises deste facto publicados nos Blogues , Rumo a Bombordo- (clique) e HEKATE , este fim-de-semana ou ainda aki e aqui no blogue da JSD Seixal...
_____________________________________________________

NOTA FINAL

O Grupo ambientalista Flamingo é útil para limpar as praias fluviais do Seixal , como vimos na entrevista do Vereador do Ambiente ... mas não "para dizer mal dos cortinados"...

28 comentários:

hkt disse...

Ainda sobre a Ponta dos Corvos não quero deixar de lembrar que´se trata de um novo filão do turismo: o "pobrismo" ... http://hekate-hkt.blogspot.com/2008/03/novas-tendncias.html

Anónimo disse...

SIMPLESMENTE VERGONHOSA A ATITUDE DO EXECUTIVO E UM SÉRIO AVISO AOS CONIVENTES COM A DITADURA COMUNISTA VIGENTE HÁ 34 ANOS( também chegará aos 48?) NA MARGEM SUL

Anónimo disse...

A ser verdade e eu não questiono, parece a estório do Sócrates com a Directora do Centro de Saúde ou com o Professor. Também parece as gaffes de Cavaco Silva, gaffes essas que ele nem sequer discute. A qualidade da democracia não se vê por uma atitude mas sim pela soma e parece-me que o Seixal apesar disto é ainda um exemplo. Quanto ao último comentário, aquele dos 34 anos e dos 48 anos, existe uma diferença, uma pequena diferença que os fascistas não percebem, que são as eleições. Apenas e só!

ex-militante disse...

Se a Câmara entende que um abaixo- assinado contra a piscicultura e contra a destruição do Sapal é um abaixo-assinado contra a Câmara do Seixal, então é porque a Câmara assume a culpa na autorização da construção da piscicultura e consequente destruição do sapal.
Apanhados!

Filipe de Arede Nunes disse...

A JSD Seixal, durante a semana passada chamou também à atenção para este facto, bem antes do blog do Senhor Vereador Samuel Cruz e do blog Hekate!
Dai que remeta a minha opinião sobre este assunto para lá!
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Anónimo disse...

Como se isto fosse a verdade e uma crítica séria. A única verdade que há aqui é a união das forças da Direita e do Grande capital contra o trabalho exemplar da CDU em prol da população desfavorecida. Os ricos estão insatisfeitos, é verdade , mas a CDU não está aqui para servir os ricos, vão mas é para o Restelo que é lá o vosso lugar e os bares são mais finos.
Não se deixem iludir por estas atoardas e mentiras de quem anda aqui pago para dizer mal do PCP. Ainda ontem vimos Jerónimo de Sousa a defender os mais desfavorecidos e os reformados.

Anónimo disse...

Este blogue anda a fazer a cama ao Vereador Jorge Silva e Carlos Mateus , só porque são gente competente e humilde , dos poderosos Xavier de Lima não dizem mal porque o PS e o PSD são pagos por este pato-bravo que enganou a população do Seixal. Se o vereador Carlos Mateus tivesse nascido em berço de oiro já diziam bem dele . Força senhor Vereador , está no bom caminho.

Anónimo disse...

IGUALMENTE VERGONHOSA É A RIDÍCULA TENTATIVA DE DESCULPABILIZAR COM A "HUMILDADE DO ELEITO" UMA ATITUDE, NO FUNDO, BEM EXEMPLIFICATIVA DAS PRÁTICAS REAIS DO PC.

Anónimo disse...

Eh lá! Mas então não é o executivo camarário que anda de mão dada com o grande capital chamado A Silva & Silva, ou esses defendem os pobres? Se calhar o indíviduo que ficou com uma parede de betão em frente da janela, via construção dos novos paços do concelho, é capaz de não ter achado grande graça a esta associação... mas e daí, se calhar por terem casa no Seixal, com vista para a baía tb são considerados capitalistas.
Provavelmente a negociata dos terrenos da Quinta da Trindade (lembram-se? "A Quinta da Trindade é nossa!" anunciava há uns anos o Boletim Municipal), e hoje o palacete está aos caídos enquanto ao lado surgem os tais condomínios de luxo e privados que devem ter sido licenciados por outro executivo camarário que não este!
E quanto ao último licenciamento de urbanização no pinhal da Verdizela, concerteza que também é em benefício do povo...
Vivam os arautos dos direitos do povo! Tão protectores dos nossos interesses que eles são!
Há que reconhecer que vossas excelências têm de facto uma retórica que consegue analisar apenas as situações que vos interessam e mandar tudo o resto às urtigas... e quando tudo o mais já não resulta, vem a conversa dos fachos e da direita (haja paciência).

Anónimo disse...

Se alguém anda de braço dado com o grande capital é o PS que até propo~em nos orgãos autárquicos moções de homenagem ao António Xavier de Lima, como grande benemérito do Seixal...

Luis Eme disse...

falam eles dos abusos do governo central...

é uma vergonha!

Anónimo disse...

Então mas a diferença entre o grupo A.Silva & Silva e grupo AXL é o quê? - A 1ª é uma entidade sem fins lucrativos, é? e a 2ª é o bicho papão capitalista???

CRP disse...

A privação da cidadania e as restrições à capacidade civil só podem efectuar-se nos casos e termos previstos na lei, não podendo ter como fundamento motivos políticos.

Os cidadãos têm o direito de, livremente e sem dependência de qualquer autorização, constituir associações, desde que estas não se destinem a promover a violência e os respectivos fins não sejam contrários à lei penal.

As associações prosseguem livremente os seus fins sem interferência das autoridades públicas e não podem ser dissolvidas pelo Estado ou suspensas as suas actividades senão nos casos previstos na lei e mediante decisão judicial.

Todos os cidadãos têm o direito de apresentar, individual ou colectivamente, aos órgãos de soberania, aos órgãos de governo próprio das regiões autónomas ou a quaisquer autoridades petições, representações, reclamações ou queixas para defesa dos seus direitos, da Constituição, das leis ou do interesse geral e, bem assim, o direito de serem informados, em prazo razoável, sobre o resultado da respectiva apreciação.

Anónimo disse...

O Vereador Menezes Rodrigues tinha como proposta de candidatura betonizar a Ponta dos Corvos.

Anónimo disse...

O rídiculo Jerónimo de Sousa é o palhaço de serviço.

Anónimo disse...

Não vejo assim a diferença entre os 34 e os 48 anos da ditadura comunista e da ditadura fascista. Agora há eleiçoes na ditadura de Marcelo Caetano também avia eleições mas eram forjadas. Na camara do seixal de maioria CDU que tem a responsabilidade de garantir a abertura das assembleias de voto formação das mesas de votos e recolha dos mesmos e tanto quanto se sabe e foi noticia nos jornais as ultimas eleições foram forjadas pela CDU/PCP que abriu os sacos dos votos e andou a aldrabar os resultados. Afinal as diferenças não são assim que se vejam.

Anónimo disse...

correcção:
avia corrige-se para havia

Anónimo disse...

O Seixal é um exemplo a não seguir.

Anónimo disse...

O senhor Vereador Carlos Mateus é muito humildezinho mas quando foi eleito vereador podia ter destinado os seus tempos livres a ir comer as sardinhas à ponta dos corvos. Mas não todo humilde comprou uma autocaravana que é está-se mesmo a ver é turismo de pobre cada autocaravana custa tanto como um apartamento e foi fazer turismo, não pobrismo como hkt muito bem escreveu mas turismo de ricos. Afinal em que ficamos?

Zé Ferradura disse...

Pois é pois é!
Democracia interna do PC, é assim que funcionam na margem sul!

Se a nós não pertences, contra nós és!

Zé Ferradura

j.a. disse...

Corja rasca de rassabiados, agora a CDU também falsificou as eleições. Estes assalariados do Xavier de Lima quando não sabem dançar dizem que a sala está torta. Isso de inventar que não há democracia no Seixal é a maior baboseira desde o 25 de Abril. Seixal é um exemplo de uma autarquia moderna e pluralista, um dos municípios mais pujantes e desenvolvidos do país. Só muita má vontade e sabe-se lá o quê mais alimenta estas más línguas.
Espero que o autor se demarque de quem chamou palhaço a Jerónimo de Sousa , se o não fizer só mostra que é um fascista e anticomunista primário como todos os que aqui deixem comentários.
É uma vergonha para o país que vereadores e altos dirigentes da oposição dêm a sua opinião quando deviam era denunciar o seu autor .

Paulo Edson Cunha disse...

Relativamente à questão da piscicultura e, não querendo entrar no jogo do "fui eu o primeiro a falar", que não me parece o mais importante, devo apenas recordar que o PSD e eu próprio apresentámos alguns requerimentos à C.M.Seixal e CCDR 8que podem ser vistos no meu blogue), tendo sido um deles respondido pela C.M.Seixal, embora de forma que não esclarece cabalmente o que é questionado e, da parte da CCDR, oficilamente não obtivemos qualquer resposta, mas há cerca de um mês em visita que fiz a esse organismo, em representação de uma associação que é minha cliente, portanto nada tem a ver com a política, os técnicos que me tinham recebido, na visita que o PSD Distrital e local fizeram, reconheceram-me e tiveram oportunidade de me esclarecer que ainda não estava concedido o licenciamento (disseram-no foi de uma forma informal).
Espero, com este esclarecimento, ter dado mais um contributo para esta discussão.
Sobre o comunicado do Grupo Flamingo, penso que está tudo dito e a expressão que melhor encaixa na atitude do executivo é: "sem palavras".

Rosa disse...

Em Acoutim, no coração da serra algarvia, existe uma praia fluvial com qualidade, pois todos os anos a areia é renovada, a água do rio guadiana é morna, limpida e tanquila, e por esse motivo, ideal para crianças.
http://www.cm-alcoutim.pt/portal_autarquico/alcoutim/v_pt-PT/pagina_inicial/noticias/bandeira+praia+acessivel.htm
Porque não se consegue fazer o mesmo no Seixal?

Anónimo disse...

Porque no Seixal o poder politico está entregue a uma maioria de atrasados mentais (CDU).

Anónimo disse...

Paulo Edson quero apenas dizer-lhe que o seu comentário é de uma extrema correcção como sempre. É preciso deixar de lado superfluo e dar atenção ao essencial. Não importa realmente muito quem fez primeiro o que importa é que cada um faça o que puder para esclarecer. E eu sei que sabe que ...muito mais é o que nos une (PS PSD)que aquilo que nos separa... na luta pela derrota da CDU. Continue como até aqui.

Anónimo disse...

É com atitudes destas, praticadas pelo executivo camarário, que a poluição política alastra pela baía e arrabaldes de modo a que só as gaivotas tenham condições de sobrevivência, afastando quaisquer flamingos, ou outras espécies mais sensiveis ao ambiente. É que as gaivotas adaptam-se na perfeição a todos os ambientes, mesmo quando se desculpam com estórias de cortinados. O que admira, ou não, é os flamingos a limpar os dejectos que as gaivotas deixam por todo o lado. Apelo daqui à revolta dos flamingos e de todas as espécies ameaçadas pela prepotência das gaivotas, que se julgam donas do Seixal e da sua baía.

Anónimo disse...

Com todo o respeito eu chamar-lhe-ia abutres.

Anónimo disse...

Este senhor Presidente é mesmo um bruto sem educação. Mulheres a dar facada no matrimonio isto é uma frase machista e do seculo passado.