domingo, junho 22, 2008

CRIATIVIDADE





















Com a edição de ontem do Jornal Expresso foi distribuído um encarte ficcional e intemporal sobre Almada , ficcional , pelo óbvio, intemporal por se poder voltar a distribuir num futuro próximo ou distante .


Mas devo sublinhar que finalmente há um trabalho "jornalistico" que traduz a realidade do que no dia a dia vamos tirando da Margem Sul , é que vivemos num belo embrulho , feito com muita criatividade , para embelezar um produto fora de prazo .

A realidade a que me refiro não está no conteúdo por vezes delirante do texto da publicação, mas para a verdade dos títulos de cada um dos capítulos abordados , a saber, cito :


- Rede criativa de Transportes no Arco Ribeirinho
- (Terra) Criativa em gerar oportunidades
- Concelho Criativo na valorização da educação e do conhecimento
- Almada criativa na fixação de talentos
- Turismo Criativo e sustentável
- Território moderno e qualificado
- Terra Criativa na diversidade cultural
- Gestão criativa e participada
- Construção de um futuro mais amigo do ambiente

Realmente é preciso muita criatividade para acreditar em tudo isto , na Cidade da Água, no Metro Sul do Tejo com túnel sob o rio, de Cacilhas a Lisboa, nos 223 Km para bicicletas , o Grande Teleférico do Tejo , O Parque Temático da Tecnologia e do Conhecimento ... bem, não vale a pena transcrever mais desta criatividade transbordante , deixo para finalizar este pequeno excerto , súmula do presente neste pequeno Paraíso onde deviamos estar gratos por ter nascido e ou / viver , tal como aos grandes Líderes Criativos que nos governam há 34 anos :


" projectos (...) têm proporcionado importantes momentos de discussão e esclarecimento entre munícipes , tecnicos e responsáveis politicos. Nesta estratégia municipal , destaque para a realização periódica do Fórum de participação do Metro Sul do Tejo que já mereceu a realização de 25 edições, participadas por milhares de pessoas. (...)

É também através do ciclo de Fóruns "Almada Palavra Aberta" , a decorrer, que a autarquia apresente importantes projectos à comunidade, ao mesmo tempo que ausculta ao opiniões e preocupações dos munícipes. (...)


As crianças são igualmente chamadas a intervir na vida colectiva.
Com o projecto da Agenda 21 da Criança, culminando a cada ano lectivo com a realização do Parlamento dos Pequenos Deputados , os mais novos munícipes expõem as suas preocupações , sugestões e desejos para o futuro do concelho e do Planeta .

Muitas dessas sugestões são depois vertidas no plano de actividades da autarquia para o ano seguinte . (...)

Não se acredita ... sem uma dose valente de muita CRIATIVIDADE !!!

____________________________________________

Aqui no blogue Em Almada e no Triângulo da Ramalha as opiniões são bem diferentes do unanimismo revelado no Expresso.

6 comentários:

Anónimo disse...

Tudo isso vem no Epresso?
Então não há ninguém que informe o jornal de que tudo é mentira?
O Expresso não pode vir a Almada para ver a realidade?
Era bom que o fizesse porque estar a publicar coisas ditas por alguém, e eles não vierem ver a realidade é estar dar uma falsa informação.É tornar o jornal fonte incrédula.

EMALMADA disse...

Todos anos a "criativa Câmara de Almada" gasta dinheiro com um encarte publicitário no Expresso.
Tudo isso tem sido propaganda sobre uma Almada que não existe nem nunca existiu.
Integra-se no Plano Municipal Criativo de Venda Anual de Ilusões para fora de Almada e para reconfortar o âmago a alguns camaradas.
Quem aqui reside e vive Almada conhece o que é o concelho e o seu atraso.
Quem não parece conhecer o concelho são os partidos da oposição. Não são capazes de se apresentarem como alternativa credível a esta bagunça.
Os partidos da Oposição parecem viver de um tímido Plano Semestral para "Parecerem ser Oposição" porque só falam para a população seis meses antes das eleições.

Este encarte saído ontem no Expresso bateu todos os anteriores pela negativa.
Será que os da oposição vão saber tirar algum proveito do rídiculo que a Câmara publicou?

O Expresso interessa-se por conhecer Almada?
Creio que não.
O metro é um grande buraco financeiro. O Expresso ou qualquer outro orgão da comunicação social já investigaram jornalisticamente MST?

outsider disse...

Meus caros...

O Expresso é um jornal comercial, pretende antes de mais fazer dinheiro ( se possível ) seriamente. Mas isso não é uma condição. Os outdoors são pagos, quer sejam contra ou favor desta ou daquela Câmara ou partido . E os partidos são grandes clientes das agências de meios, publicidade e dos "criativos": aqueles senhores que fazem de texto e ideias de merda uns belos "soundbites"...

P.S: Já viram a decoração da festa do Avante: um mimo de criatividade e do design... ( que quase parece ser verdade ). Porque o fariam diferente n'"O Expresso" !?!?

o jose disse...

É tal e qual como já foi dito: O Expresso e todos os outros jornais aceitarão sempre todos os produtos publicitários que queiram ver a sua imagem publicada. Este folheto é publicidade paga, da responsabilidade de quem a pagou. Aquilo que a mim pessoalmente me faz reflectir é 1) No facto de, associando-se ao Expresso para publicar este folheto publicitário, a Câmara Municipal de Almada ter naturalmente em mente atingir um determinado publico-alvo de classe média-alta, e associar ao mesmo tempo uma imagem de credibilidade e respeitabilidade ao folheto publicitário, que é dada por "osmose" ao ser incluído neste Jornal (com todo o devido respeito pelo "Correio da Manhã" e os seus leitores, não foi nesse jornal, de maior tiragem aliás, que a CMA decidiu incluir o seu folheto...) e 2) A quem pretende a CM de Almada vender esta imagem? Não será certamente aos moradores do concelho; aos moradores dos outros concelhos? Para quê? Ninguém se vai mudar da Amadora para Almada por causa de um folheto. Será para adoçar a boca a mais uns bancos e investidores, que poderão no futuro próximo ser aliciados/convidados a investir em Almada, quem sabe, para semear mais betão e alcatrão no remanescente espaço livre que existe? Será para catapultar a carreira polícida da Senhora Emília, que andará talvez a aspirar por vôos mais altos?

Ponto Verde disse...

Caro O.J. é de facto curioso este reposicionamento de segmento do PCP , mas não é de admirar recorrer ao Expresso ("Jornal de Direita") pois há que vender a Margem Sul, mas agora como o Paraíso dos Condomínios Fechados!
Para o Povo o que constroem são guetos e isso não precisam de recorrer ao expresso para vender

Anónimo disse...

de isto tudo o que mais me preocupa é o facto da presidente Maria Emilia andar a "aspirar" .
complicado...