segunda-feira, junho 23, 2008

IMOBILIÁRIO E TRÁFICO DE DROGA , QUEM GANHA MAIS?



Corajosa e curiosa a moção apresentada durante o Congresso do PSD, que decorreu no passado fim de semana , por Luís Nascimento , vereador do Município da Moita , a noticia pode ser
aqui lida (clique ) na íntegra , passo a citar o seguinte excerto :

" O autor de uma moção temática ao XXXI Congresso Nacional do PSD explicou no sábado de madrugada aos delegados como ganhar «20 mil por cento» em especulação imobiliária, «mais do que na venda de droga ou armas», em menos de um ano.

«O melhor negócio do mundo não é o das armas nem da drogas mas o de terrenos em Portugal», disse Luís Nascimento, vereador no «pequeno Concelho» da Moita e autor da moção «Ordem no Ordenamento», segundo o qual «num aninho ou dois, se as informações forem jeitosas, o capital multiplica-se por pelo menos 20 mil por cento».

«A transformação de terrenos agrícolas em urbanizáveis é um negócio facílimo, dá milhões e é legal. Mas imoral», disse, acusando o PSD, enquanto partido co-responsável pela actual legislação, de ter também uma «culpa grande» nesta situação.

Se a sua moção for aprovada, avisou, a mesa do Congresso será obrigada a convocar um conselho nacional com este tema na agenda, de modo a adoptar uma atitude que permita mudar o estado actual da situação. (...) " Noticia Portugal Diário

Feito o diagnóstico desta profunda imoralidade fico à espera do impacto, quer no Congresso do PSD quer na prática do Partido no futuro na abordagem desta questão.

Não deixa de ser curioso que este tema tenha sido abordado por um autarca de uma autarquia governada por uma maioria Comunista .

Não deixa de ser igualmente curioso que este tema da imoralidade das mais valias imobiliárias , e da "engenharia" associada às alterações de uso do solo não sejam razão de um buzinão por parte de uma qualquer Comissão de Utentes tão queridas das autarquias da Margem Sul ... é que este esquema subverte mesmo o mais selvagem capitalismo pois não há quaisquer regras para além da corrupção e do tráfico de influências.

Quanto tem entrado nos cofres dos Partidos à conta deste esquema ?

9 comentários:

ex-militante disse...

-Porque é que o PCP gasta mais em propaganda politica no Seixal do que em Lisboa ?
-Porque é que o PCP tem uma Quinta no Seixal?
-Porque é que solos deixam de ser protegidos para serem entregues a off-shores para construção?
- Porque é que a Margem Sul é terreno de puro desordenamento?

O Senhor Vereador Jorge Carvalho da Silva tem as respostas.

Filipe de Arede Nunes disse...

Aproveito para dizer que esta moção foi aprovada pelo Congresso do PSD.
Para mim, e de todas aquelas que foram apresentadas a Congresso, esta era a mais importante de todas, versando sobre um tema fundamental no contexto da actual realidade autarquica.
Os meus parabéns ao meu companheiro Luís Nascimento pela coragem e capacidade de defender este tema tantas vezes esquecido pelos partidos.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

moitense disse...

Há um ano um grupo de cidadãos da Moita organizou uma conferência sobre este tema.Estiveram presentes personalidades importantes na avaliação destas questões como o Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles , o Eng. José Guinote ou o Prof Paulo Morais.
Os autarcas da Moita,foram convidados , mas recusaram estar presentes!

moitense disse...

Em relação ao comentário que deixei esclareço que me refiro aos autarcas eleitos pela CDU e em maioria.

hkt disse...

Um acórdão que vale a pena ler:
http://hekate-hkt.blogspot.com/2008/06/coisas-de-pasmar_21.html

Anónimo disse...

Boa Moção, mas peca por falta de verdade. Vejamos:

1- Não sabe LN qual o volume da venda do tráfego de droga? Se tem uma ideia é preocupante!

2- Não foi o governo PSD que deu um casino, que fez casas na arrábida?

3- Quem não respeitou a lei de bases do ordenamento do território?

4- O movimento de cidadãos da Moita já é bom?

isto de amandar para o ar é triste. Parece que numa das reuniões de câmara o autor da moção ficou a gaguejar quando o confrontaram com afirmações falsas e difamatórias. É triste,

Tenham vergonha!

Anónimo disse...

Os "Comunistas" da Moita não estiveram na conferência sobre as mais-valias urbanísticas pela simples razão de não quererem violentar os seus elevados padrões éticos e morais pois certamente iriam ter que "dizer mal das cortinas"...

Ponto Verde disse...

Há aqui quem pretenda é lançar a confusão, vejamos :

- É ou não socialmente imoral este esquema de alteração discricionária do uso do solo , inclusivé quendo esse solo é ecologicamente e socialmente matéria de salvaguarda e protecção ?

- É ou não verdade que a CMM se recusou a participar numa conferência realizada na Moita sobre este tema ?

- É ou não verdade que as novas alterações no PDM da Moita são...peculiares ?

- Sobre as casas da Arrábida, as construções foram aqui mesmo denunciadas, apresentado requerimento na AR pelo deputado Carloto Marques, mas sabem quem era à altura Vereador do Urbanismo? Pois, era o Sr.Aranha Figueiredo , dispensado pelo PCP, mas readmitido pela CDU Seixal, salário? €4000 !!!

- O que interessa aqui não está em saber o volume do tráfico de droga, mas tão só estabelecer um paralelismo de valor , de percentagens de lucro... é preciso fazer um desenho ?

- O Movimenbto de cidadãos da Moita porque razão não pode ser considerado "bom" ?

Lá está o medo dos movimentos civicos...

TENHAM VERGONHA !

Anónimo disse...

É VER O QUE ACONTECEU NA VERDIZELA E VER QUANTOS PORCENTO FOI .


HÁ QUEM DIGA QUE PASSOU DE MILES PARA MILHOES (5) DE CONTOS.