sábado, junho 21, 2008

A DISFARÇATEZ ...
















Nos últimos tempos temos aqui divulgado o ambiente politico , cada vez menos democrático , que se
vai instituindo um pouco por toda a parte na Margem Sul.

Na linha de algumas situações já aqui mencionadas , continuam a surgir diáriamente queixas .
Passo a citar um post de
Brocas Vetus sobre o "clima" actual vivenciado na Moita que parece revelador que há um certo modus operandit em curso
por Esta Banda .

Cito :


« Isto das reuniões de Camara, está cada vez melhor.

É a oposição em bloco (PS, BE e PSD) a fazer propostas que, o Shôr presidente elimina logo à partida.

É o afirmar que não deixam os Vereadores da oposição falar com os técnicos de modo a esclarecer a situação da Estação de Alhos Vedros.

É o dar o assunto (Estação) como encerrado, não desmentindo o Presidente do Conselho de Administração da REFER, mas continuando a afirirmar que (a CMMoita) têm razão e agiu de boa fé (tal como sempre agiram e afirmaram sobre o PDM.

É sentir-se “doente” a meio da reunião, tendo de recolher-se ao gabinete “presidencial”.

É o, contráriamente às Câmaras em redor que já começaram a querer apresentar obras pois as eleições aproximan-se a passos largos, nada estarem a fazer, nada estarem a projectar, nem o projecto para o projecto da piscina da Moita.

Enfim, o Concelho da Moita está em decadência absoluta e existe necessidade urgente de acabar com isto.

Penso que a oposição deveria pensar em lançar uma lista conjunta para a CMMoita, em conjunto com alguns verdadeiros comunistas ainda por ai existentes e que apesar de serem do Partido, cada vez mais são também eles uma voz critica a esta (des)administração.

Para não falar também da cena que foi a Sessão solene nos Bombeiros, uma verdadeira vergonha, sem respeito por quem ainda o vai merecendo. »

(Carlos Brocas)

________________________________________

Do Seixal este mimo registado em Acta citando a intervenção de uma Vereadora CDU, referindo-se em particular a um vereador da oposição (PS) :


__________________________________________________


E num balanço ao buzinão saliento que não fomos só nós a denunciar a farsa dos Movimentos de Utentes de Serviços Públicos, foi um tema recorrente na blogoesfera e na imprensa escrita , de onde saliento o excelente editorial de José Manuel Fernandes no PÚBLICO de 18 de Junho .

Já sabemos quem "deu a cara" pelo buzinão da ponte , a deputada CDU em Almada, Luisa Ramos , mas , quem é o líder deste Movimento (popular) que dá pelo no
me de Carlos Braga ? Será o Carlos Braga... ?

7 comentários:

ex-militante disse...

Isto está tudo nos manuais ! Até amanhã Camaradas.

Anónimo disse...

Os comunas não dão ponto sem nó.
Como já aqui foi dito algo semelhante, chegam ao ponto de prostituir a democracia para fazer vingar seus nebulosos e pérfidos objectivos.
Se preciso é, vestem a pele de cordeiro ou enveredam por uma história semelhante à do capuchinho vermelho e do lobo mau

Anónimo disse...

Exmo Senhor

Venho por este meio solicitar a possibilidade da publicação no vosso Blogue do texto abaixo mencionado. bem como a sua máxima divulgação.

" Li e reli a noticia sobre A pratica da vela no Concelho do Seixal, publicada na pagina 12 do jornal Comercio do Seixal de 20 de Junho de 2008 da auditoria de A. Nunes. Sobre o mesmo permitam-me dizer o seguinte...

Participei na Direcção que assumiu os destinos da Associação Nautica do Seixal de 2004 a Fevereiro de 2008, ou seja durante dois mandatos. Em 2004 quando tomámos posse a modalidade de vela estava parada por falta de material, atletas, projectos, etc.

Falar de vela no Concelho do Seixal, como se a falta da mesma fosse da culpa dos clubes é, mostrar no minimo, falta de rigor e de conhecimento sobre o assunto.

Em 2004, a ANS assumiu um projecto para a modalidade de vela com a duração de 4 anos que implicava, equipar todos os barcos, encontrar atletas, criar um projecto,encontrar alguem com os conhecimentos adequados à implementação desse projecto e mais importante, valorizar o patrimonio existente. O mesmo foi cumprido.

Quando o Sr. A. Nunes alega que foi consultado por um elemento de uma entidade autarquica com o objectivo de se formar uma escola de vela unica e que a A N Amorense mostrou-se receptiva e a A N Seixal não, muito pode dar-se a entender, mas o principal é que, a ANS sempre teve projectos, o que acontecia na altura, e que os mesmos não passavam pela criação de uma escola unica fora da ANS.

Cabe às Direcções decidirem sobre a credibilidade, oportunidade e existencia de projectos ou não.

Com os apoios concedidos pela Camara e Junta de Freguesia para a modalidade de vela (o contrato programa é igual em numero de atletas e modalidade seja para a vela ou para a sueca ou malha, por exemplo), a ANS entendeu não estarem criadas as condições para se avançar para uma modalidade competitiva, o que não significa que a ANS, não fomente e não ministre a formação adequada aos seus atletas com os resultados excelentes já atingidos.

A mudança de dirigentes numa colectividade não significa uma mudança na atitude quando a mesma está correcta.

Da parte da ANS, julgo que, enquanto os apoios para o desenvolvimento desta modalidade sejam quase nulos (veja-se as verbas de 1.000€ para apoio ás actividades na Baia no orçamento de 2008 por parte da CMS, isso sim um trabalhao adiado ano após ano), a ANS continuara a optar pelo desenvolvimento, pelo fomento da cultura das embarcações tipicas em detrimento de uma suposta actividade competitiva apenas para efeitos numericos.

Eugenio Borges (ex presidente da ANS)

Anónimo disse...

Não quero envolver-me na polémica entre duas associações naúticas.
Realço contudo dois pontos:
1-A tentativa de criar uma estrutura única da vela ligeira , pareceu-me ser o intento da Câmara do Seixal, no seu disederato de constituir o polo náutico da Amora, projecto esse que implicaria a liquidação da ANS, cuja existência e respectivas necessidades contrariavam os projectos de "desenvolvimento" da náutica comercial no Seixal.
2-Sendo a ANS uma instituição histórica e centenária, com tradições, parte integrante da história da formação do Seixal, sem desmerecer a Ana por ser comparativamente recente, e sem me alongar muito sobre aquela tentativa da CMS de liquidar uma instituição que é património do povo subjugando-se sem contemplações aos interesses comerciais, realço os passos que a ANS tem vindo a dar no sentido de promover a divulgação dos barcos tradicionais, de fazer ressurgir a cultura tradicional, os laços e as raizes culturais que são factores de coesão e de enraizamento ,tão necessários para o desenvolvimento da cidadania.

Anónimo disse...

Indigna-me a forma como a senhora Vereadora Coralia ( a peixeira) se refere ao Sr. Vereador Samuel. Para esta senhora quem diz a verdade e abana o poder instituido (CDU) é mal educado. Aguardemos serenamente pelas eleiçoes de 2009 e apelamos a todos os democratas que votem em massa nas eleições para que peixeiras e afins saiam do nosso municipio. Parabéns ao Vereador Samuel pela coragem que tem tido para enfrentar esta gentinha.

Anónimo disse...

Para a CDU quem diz a verdade é mal educado e se se tratar de trabalhador da camara que tenha a ousadia de dizer a verdade que não convenha à CDU é excomungado e chamado de reacionário e é ostracisado por todos os colegas que militam no PCP. Assim se vê a democracia do PC.

Ponto Verde disse...

Agradecendo os comentários , remeto os interessados na questão da Vela no seixal para um post a publicar nos próximos dias para o qual peço a vossa colaboração com a participação e comentários.