sábado, fevereiro 23, 2008

MEMÓRIA FUTURA 1



Recuperamos aqui a participação do presidente da Associação de Municípios de Setúbal e Presidente da Câmara do Seixal no programa Prós e Contras de 18 de Fevereiro de 2008.

Um excelente exemplo de que os politicos neste tipo de debates só debitam a lição estudada, independentemente das perguntas que são feitas, para além do quadro idílico que pintam do seu desempenho e as queixas do que herdaram...há...30 ANOS (no antes do 25 de Abril...imaginem ) , e se calhar ainda, do tempo das caravelas, por isso andam tão preocupados a reescrever a História...

Vejam só o que o senhor Alfredo Monteiro afirmou perante o país :

"Temos um histórico do urbanismo que vai dos anos 60 e 70 com muito por corrigir"

Ou seja, o problemático, era quando o Seixal, município a que preside tinha 30 mil habitantes - agora tem 170 mil habitantes - quando não existiam também criações da sua gestão como sejam Santa Marta do Pinhal , ou os condominios recentes e em construção da Quinta do Outeiro ou Quinta da Trindade...

"É preciso compreender hoje que as autarquias e os municípios têm muito cuidado no planeamento ao nível desta área (...) o que tem a ver com as estruturas ecológicas, o que tem a ver com a reserva ecológica, o que tem a ver com a sustentabilidade ambiental (...) é uma questão que os municípios assumem como fundamental para a qualidade, para o desenvolvimento do seu território..."

Como se fosse verdade...o senhor Alfredo Monteiro tem neste momento em cima da mesa , no Seixal, projectos em leito de cheia e em colisão com terrenos de reserva ecológica e agricola como seja o Plano de Pormenor da Torre da Marinha e o Plano de Pormenor da Flôr da Mata e até com o próprio PDM em vigor, permitiu que em terrenos de REN e RAN se instalasse o Centro de Estágios do Benfica e respectiva urbanização , quer instalar um hospital num Sítio Rede Natura 2000, viabilizou uma piscicultura ilegal também em REN ... enfim se o senhor autarca do Seixal fosse o Pinóquio teria sido um caso sério para saír da Casa do Artista....

21 comentários:

o josé disse...

am um problema muito grave de construção cladestina que vinha de antes do 25 de Abril"?!?!!?

Muito grave???

Estava-se a referir às hortas que ocupavam muitos hectares, e as barracas que os donos tinham para guardarem as batatas e as enxadas?

Ah, espera, se calhar eram aqueles mamarrachos da fonte da Telha e na Costa... ou esses apareceram DEPOIS do 25/04?

Uhm... E era "grave", quando havia tantas pessoas a viver na margem sul como aquelas que ocupam dois estádios de futebol?... Uhm... o que é agora?

Mentiroso. Aliás, o suorzinho na testa diz tudo.

Anónimo disse...

Invejosos!
Gostavam era de ter o dom da palavra que tem o Alfredo, que passou toda a vida na espinhosa missão de educador.
E só foi parar aos Trabalhos Manuais porque o Ministério da Educação tinha Professores de Português em excesso e ele espumava muito quando falava, criando um certo asco às pobres criancinhas, levando-as a faltar às aulas justificadamente.

antonio do telhado disse...

Mais um segredo nada surpreendente descoberto, sobre o ponto verde mentiroso e radioestupido, queremos ainda contar aos nossos leitores que o ponto verde não soube aproveitar a oportunidade que lhe deram, no programa das novas oportunidades. Como devem estar recordados, devido aos problemas com drogas o brocas foi expulso do curso e deram o seu lugar ao ponto verde, mas ocorreram dois problemas muito graves, o primeiro foi, como o ponto está tão habituado a copiar os textos que o patrão lhe dá para colocar no seu pasquim online, o ponto verde não conseguia evitar de copiar os testes e trabalhos pelos colegas, parece que a sua incapacidade de pensar é muito grave. Para piorar a situação o ponto verde agredia todos os colegas que se vestiam de vermelho, atacava-os à marrada, digo à cabeçada, não sei se era por ódio ao PCP e a tudo o que seja vermelho, ou se é instinto taurino, mas a verdade é que o ponto verde teve que ser expulso do curso, parece que afinal não há esperança para ele, o pior de tudo é que as mentiras que já são patológicas tendem a agravar, em breve não haverá terapia ou medicação que lhe valha.

isabel disse...

Esse ponto verde tem facto ódio ao PCP, para ele ambiente é atacar o PCP.

paulo disse...

Isto é de chorar a rir, só por isto vale a pena cá vir, as verdades ditas com humor e umas estocadas em certos bois que por aí andam.

pedro disse...

Estou farto de rir, está muito bom, o humor caústico e incisivo a que já nos habituámos. Eu sei que isto dói a certa gentinha mentirosa, mas continuem sempre.

Anónimo disse...

Ainda perceberam que o ponto verde já foi ponto vermelho?
Só mudou de cor porque o PCP não lhe aparou os golpes.
Oportunistas já por lá andam muitos e não precisavam deste.

ex-militante disse...

A intervenção do representante dos autarcas e dos municípios foi desastrosa, não estava presente quando o programa começou e depois quando apareceu , parecia que tinha caído de outra galáxia muito distante.Depois perguntavam-lhe uma coida e ele respondia outra. Parabéns por ter aqui trazido a gravação da sua intervenção.

sapo cocas disse...

E quem tem ou teve medo do grande SALAZAR? Todos aqueles que eram antipatriotas e que queriam entregar o nosso país ao domínio russo, ao ponto de terem até pisado a nossa bandeira.Hoje a nossa liberdade é que está em causa e não a opressão que temos hoje em nome da democracia. Há váris formas de descobrir os corruptos.

Anónimo disse...

Que belo lixo de blog..
Deve ser para servir os ps´s e os psd´s do costume, é o anti-comunismo primário e abjecto, a ignorância e pobreza de espírito total..
Continue porque gosto sempre de me rir quando venho à net..
CDU SEMPRE!!!

Anónimo disse...

A verdade é essa o ponto já foi PCP, mas como não subiu até onde queria, agora anda a espalhar mentiras e ódio contra o PCP, mas ao serviço do centrão.

Anónimo disse...

Ponto mentiroso

Anónimo disse...

O ponto-verde pode até ser isso tudo, mas os representantes do PCP, como Alfredo Monteiro entalam-se a si próprios. A ida ao programa aqui documentada foi um desastre, aquilo até parece um sketch do Gato Fedorento em Vila Nova da Rabona.
Delirante.

AA disse...

Isto é mas é um Tesourinho Deprimente, o homem tem uma K7, já viram que perguntam uma coisa e ele responde outra sem nexo. O Homem está bem?

hkt disse...

A qualidade da intervenção do sr. Presidente fala por si... e pelas reacções defensivas que provocaram e que se podem aferir pelos comentários que aqui foram deixados ao longo do dia.

o jose disse...

Eu acho que é uma vergonha para o Partido terem sujeitos como este Alfredo numa posiçao destas. O Camarada Cunhal deve dar uma volta na campa de cada vez que este senhor MOnteiro abre a boca para mentir descaradamente a à populaçao em geral e em particular a todos os ingénuos que votam nele, a pensar que estão a votar no ideário Comunista.

Anónimo disse...

Com a devida vénia^`a Hekate:

Um dos candidatos ao Óscar para melhor filme estrangeiro é Katyn, do polaco Andrzej Wajda.
Trata-se de um filme sobre uma das maiores tragédias da história polaca (que, como se sabe, é fértil em momentos terríveis). Katyn, conta a história do massacre de de 22 000 oficiais do exército polaco pelo Exército Vermelho, sob as ordens de Joseph Estaline, 4 000, dos quais foram fuzilados na floresta de Katyn, no início da II Guerra Mundial.
Wajda, filho de um dos oficiais que pereceu nessa floresta, evoca um tema absolutamente tabu nos tempos do comunismo. Tão absolutamente tabu, que o simples facto de ser descendente de um destes oficiais interditava a frequência das Universidades.
O Exército Vermelho entrou na Polónia 17 dias depois das tropas nazis (17 de Setembro). A Polónia, foi então engolida pelo exército alemão, a oeste, e pelo soviético, a leste. Estava então em vigor o pacto germano-soviético. Após a ruptura deste pacto em 1941, os alemães, ao avançarem para leste descobriram e revelaram o crime soviético na floresta de Katyn. No entanto, durante décadas a versão oficial dos factos foi a de que estes oficiais teriam sido mortos pelos alemães. Durante décadas a verdade só podia ser dita à “boca pequena” por receio de represálias.


Só pra aqueles comunistas primários

Anónimo disse...

Alfredo no seu melhor... que miséria franciscana. Assim não vai longe a liderança comunista da margem sul.

Anónimo disse...

Não é grand espingarda o presidente dacamara do Seixal realmente, o anterior, o Eufrázio Filipe falava bastante melhor..
Há camaradas bem melhor posicionados para o seu lugar no Partido..

Anónimo disse...

Alfredo continua o bom trabalho, o resto são mentiras e invejas a que ninguém liga.

Anónimo disse...

Ponto verde és um grande boi, há boas imagens tuas num blogue da moita