terça-feira, fevereiro 21, 2006

UM HOSPITAL NO SEIXAL? 2












Sobre as opções das politicas de saúde para o Seixal, continuo sem uma justificação porque é mais importante a construção de um novo hospital à opção melhorar os existentes na região (Almada, Montijo e Barreiro) e investir no Seixal sim nos cuidados imediatos (Centros de Saúde) e nos paliativos reforçando o papel das Misericórdias.É que esta é a posição de muito boa gente conhecedora dos problemas de saúde do País e do Seixal.

Uma vez que a protecção ambiental também está em causa e não houve sequer lugar a discussão, consulta pública, sobre a localização desse hipotético hospital (outra discussão importante seria a orgânica e valências do próprio hospital...) ...surgem-me outras dúvidas...

1) O Hospital é importante para o Seixal e vamos estudar a sua localização ?...

2) O Hospital é importante para o Seixal... mas naquela (e só naquela localização) e aí há que identificar as razões... e os interesses... e se não for naquela localização? Já não interessa pois não?

3) Porque razão é escolhido um Sítio Rede Natura 2000 para a construção de um Hospital quando há outros num concelho que expande betão em todos os sentidos (por exemplo) terrenos da Siderurgia que vão deixar de ser solo industrial para serem solo de construção...

4) A escolha daquele local será mesmo por isso (referenciado em (2)) , já que é uma zona protegida e não se pode lá pôr betão então vamos lá pôr o Hospital e o local onde se poria o hospital vamos lá construir mais uma urbanização?

14 comentários:

João Afonso disse...

Essa do Hospital nos terrenos da Siderurgia só demonstra a incoerência do Ponto Verde. Então o homem agora queria colocar o Hospital no meio da industria? Que ele seja contra o Hospital, ainda se pode aceitar, agora que queira a sua localização no meio de industrias pesadas só demonstra que o homem é mesmo muito burro, ou então que o seu objectivo é lançar a confusão para descredibilizar o Hospital e que por isso é desonesto intelectualmente.

Ponto Verde disse...

Afinal toquei no ponto não foi , a desonestidade intelectual vem de quem não aponta uma única razão para a opção Hospital...

Terreno Industrial Caro senhor João Afonso? Touchée? Então não pretendem os senhores passar tal terreno para habitação??? Então em que ficamos?

Estão muito preocupados agora, mas quando fizeram o bairro social da Cucena num terreno industrial longe de tudo, mesmo com o despudor de nem terem alterado em sede de Plano de Pormenor no PDM, aí já não interessa ser "industrial", ou aquelas pessoas são portugueses de segunda?

Assim se vê de quem parte a desonestidade intelectual de quem criou um movimento fantoche "pró-hospital" e não arranja uma justificação plausivel para num espiriti metropolitano não admitir a melhoria dos hospitais de Almada, Barreiro e Montijo.

Anónimo disse...

Ponto Verde não brinque! A sua proposta foi colocar o Hospital no meio de um parque industrial! Assim se vê as suas ideias de planificação urbanistica! Não brinque com os habitantes deste concelho!

Anónimo disse...

entao vamos fazer assim sesimbra e fernao ferro vao para o montijo um hospital que nao esta na sua capacidade maxima mas esta la quase e passa a ter mais do dobro dos utentes para o qual foi criado, paio pires, arrentela e seixal passam para o barreiro e a malta do barreio da cabo dos acessos, do concelho do seixal ao barreiro porque problemas ja tem eles de sobra agora com mais 40000 mil utentes, corroios vai para almada que nao consegue dar resposta aos utentes do concelho de almada mas terao de levar com mais estes é so mais uns colchoes no corredor e o problema esta resolvido e por fim amora que tem uma populaçao superior ao montijo quase nivel do barreiro e ja seria gente a mais para almada, a melhor soluçao é a implosao e resolvemos o problema sao menos umas dezenas de milhares e com um pouco de sorte muitos sao reformados e temos um 2 me 1.
assim demostramos tudo o espirito metropolitano principalmente a malta da amora.

Ponto Verde disse...

É fantástico, são eximios em desviar a conversa e a criar figuras de diversão para evitar a discussão séria...razões nem uma, sustentação de ideias ausente, racionalidade ao que parece só aquela que rege as leis de betonização do concelho.

Sugiru que o PCP doe a Quinta da Atalaia para nela ser instalado o Hospital do seixal, já que vai ficar tão bem servida de acessos e o sítio é bem agradável.

Sóa assim me convenceriam que esta história do Hospital não é uma mega operação imobiliària, mais uma!!!

Anónimo disse...

Exactamente, na Atalaia com vista para o Tejo e doado pelo grande latifundiàrio PCP isso é que era obra, bem lembrado Pontoverde, mas isso n~eo lhes agrada, nem te deram resposta, devem estar a desmoer ou numa reunião do Comité Central.

Anónimo disse...

Da parte da tarde na Câmara deve ter sido dia de Santo Benfica daí a saída de fininho da discussão, e o Benfica sempre dá um geito à falta de argumentos desta gente.

João Afonso disse...

E claro que o ponto verde caindo no ridiculo do Hospital numa zona industrial, vem dar o salto em frente com a ideia de um Hospital na Quinta da Atalaia. Não há duvida que a Quinta da Atalaia é uma espinha espetada na garganta do Ponto Verde. Pelos vistos agora a ideia é um Hospital vermelho, com a bandeira vermelha do PC a sobressair no horizonte.
E já agora porque não o serviço de urgências do Hospital na casa do Ponto Verde?

Ponto Verde disse...

Esta sua observação é uma pura farsa do principuio ao fim um serviço de urgências na minha casa, pois então, e o serviço de psiquiatria na casa de quem teve tal ideia.

No Seixal não há hipótese de discussão séria e é pena, mas só comprova que há algo escondido em todo este processo.

João Afonso disse...

Se a sua discussão séria é a proposta de localização do Hospital numa zona industrial ou na Quinta da Atalaia, "vou ali e já venho!" Se a sua seriedade é isto, só demonstra que o senhor, mais uma vez, não é sério!. E por isso tem razão o autor de tamanhos disparates precisa de urgência ir a uma consulta de psiquiatria!

Ponto Verde disse...

Não é essa a discussão séria ou sequer inteligente aquela para onde quer encaminhar a conversa, ridicularizando o interlucutor como é técnica desta autarquia, inclusivamente por vezez com humildes Cidadãos em sessão de Câmara:

- Estão em vias de ser REQUALIFICADOS 400 HECTARES nos terrenos da antiga Siderurgia que receberá " reordenament o urbano e paisagistico com um custo estimado de 65 Milhões de Euros.

-Este projecto inclui-se no processo de revisão do PDM e prevê , na sua zona Norte "uma àrea com extensa àrea ribeirinha que poderá ser preenchida com habitações e comércio"

- Os seja estamos perante um projecto tipo Expo,ora os terrenos da antiga Expo também eram "industriais" e agora são o que são, e até lá têm imagine-se : Um Hospital (CUF DESCOBERTAS) portanto como vê provavelmente a "anormalidade" é maior pondo um Hospital em Rede Natura 2000.

-Quanto à pôr um hospital na quinta da Atalaia, qual é o impedimento? A sua futura urbanização? É que vai ser servida por uma nova via, pelo Metro Sul do Tejo, está num sitio agradável...que só é utilizado uma semana por ano...tem amplos espaços verdes...

- Mas claro só interessa aquela localização junto à A2 não é Porquê porque assim toda a gente que passa na A2 vê que o Seixal tem hospiptal, ou porque é uma forma de abrir uma brecha na protecção ambiental daquele espaço????

LB disse...

se os terrenos norte da Siderurgia servem para construir habitação porque não instalar lá o hospital???
Aliás, sou frontalmente contra a construção de mais um hospital no Seixal. Não é necessário! ainda ninguém me demonstrou que o seja e parece-me muito dificil que alguém alguma vez mo demonstre.
Num raio de 40 Km's temos vários hospitais alguns dos quais sem o devido aproveitamento. O problema deste nosso país é que mandamos estas bujardas para o ar sem antes fazer o trabalho de casa, verificar quais as reais necessidades, quais os equipamentos disponíveis e o modo como estão a ser utilizados...não é só porque acordamos de manhã e dizemos: "Que bom que seria ter um hospital no concelho do Seixal!"

Anónimo disse...

Sinceramente, pensava que isto era uma discussão séria sobre uma importante obra para a população.Mas, afinal leio alguma sugestões que apenas são de anticomunismo primário, lembro que para hoje podermos dizer aqui o que nos apetece, muitos comunistas morreram nas prisoes da pide. Talvez a localizaçao do Hospital no sitio onde quem faz tipos de sugestoes mais absurdas, seja no sitio onde esta a sua casa.Vamos falar a serio de uma coisa importante, e deixemo-nos de conserva da treta.

mário da silva disse...

Então mas não pode ser nos terrenos da Siderurgia porque é industrial e já pode ser nos mesmos terrenos a mega urbanização?

Não nos goze "camarada" Afonso. Não nos goze.

Até mais.