terça-feira, janeiro 22, 2008

NÃO! O SEIXAL NÃO É DESTINO TURISTICO!



Na linha propagandistica do "lado certo" ou de outras frases feitas ou ideias não inocentemente construídas do nosso imaginário, ou melhor, no nosso imaginário, a autarquia do Seixal pretende agora , depois de ter desbaratado território para a construção civíl e especulação imobiliária, degradando ambiente, paisagem e património histórico e ecológico ,e vender o Seixal como destino turistico.

Claro que esse "destino" ou esse "turismo" não pressupõe para os autarcas alterar politicas até aqui ausentes de conservação da natureza, de protecção da biodiversidade, da renovação e requalificação urbanas , da qualidade de vida das populações, os iluminados autarcas acham antes que quem por cá reside é ignorante e basta-lhes declarar por decreto o Seixal como Destino Turistico e depois oficializar o acto e trazê-lo para a "realidade" na primeira página do Boletim Municipal.


Parece que há por aí , ou muita ignorância , ou propaganda enganosa dos nossos cacíques em relação ao que é o Turismo. Nesse sentido gostaríamos de deixar aqui a definição das Nações Unidas transposta da wikipédia , passo a citar:

«Embora não haja uma definição única do que seja Turismo, as Recomendações da Organização Mundial de Turismo/Nações Unidas sobre Estatísticas de Turismo[1], o definem como "as atividades que as pessoas realizam durante suas viagens e permanência em lugares distintos dos que vivem, por um período de tempo inferior a um ano consecutivo, com fins de lazer, negócios e outros."

Turista é um visitante que desloca-se voluntáriamente por período de tempo igual ou superior a vinte e quatro horas para local diferente da sua residência e do seu trabalho sem, este ter por motivação, a obtenção de lucro.»

Logo, considero que tentar definir Seixal , como "Destino Turistico" dadas as condicionantes actualmente existentes nomeadamente ao nível da hotelaria e da oferta ambiental, histórica, artistica ou de lazer é tão propagandística como a publicidade negativa dos cartazes anónimos entretanto surgidos que reduz o tal "Destino Seixal" a um esgoto onde se vêem em fundo um grupo de resignadas aves migratórias.

Entre os dois extremos, há de facto potencialidades como referi na passada semana de atraír ao Seixal , "Turistas" na verdadeira definição da palavra, mas há muito trabalho para fazer.


Aliás , as envolventes dos cartazes dão a resposta no presente à implícita pergunta!
________________________________________________
ULTIMA HORA

Não deixe de ver sobre este mesmo tema a opinião do Vereador Samuel Cruz (PS) e da JSD Seixal.

_________________________________________________

Continuamos sem saber quem é o autor e quem pagou aqueles outdoors, uma dica ; os suportes são dos Mestres Publicidade.

Será que a fotografia (fraquinha) foi de algum eco-turista que ali passou de Prius ?

8 comentários:

Anónimo disse...

E agora que acontece se de repente os flamingos forem embora?? Só ficaram uma semana? E porque é que tiveram sete anos sem aparecer? Terão aqueles que estavam aqui há sete anos morrido envenenados?? Depois lá vamos ter de inventar e espalhar pelas células que foram uns "ciganos" que moram no outro lado da baia a aassustá-lós.

residente disse...

Estes autarcas realmente não sabem o que é Turismo sério,nem têm respeito pelos munícipes.
Parece que a única actividade turistica que sabem levar a efeito com alguma visibilidade digna, apesar de gastarem milhares de euros dos munícipes, é a pirotécnica, que por ser à noite, ilumina o céu e deixa todo mundo a olhar para o ar, não vendo as misérias à superfície do solo.
Apesar de tudo, os autarcas do subdesenvolvimento da margem sul, também viajam para fora, mas não aprendem nada com o que vêem de verdadeira e valiosa actividade turistca para aplicarem cá.
Só põem a funcionar a máquina do desenvolvimento do betão.
É o que está a dar mais rápido e directo.

Tempo houve em que a ETAR junto do Bairro do Matadouro em Almada corria para o Tejo.
Será que ainda continua?
E a Costa da Caparica?
Em 30 anos o que fizeram os autarcas da CMA (PCP) para elevarem a Costa de Caparica e sua praia a destino turistico europeu digno,gerador de empregos e mais valias para o concelho no Verão e ao longo do ano?

Velas do Tejo disse...

Passei dois dias e meio na BTL, falei com todo o tipo de pessoas: operadores turísticos, agentes, responsáveis por regiões turisticas, turistas nacionais e internacionais.

Sobre tema apenas quero deixar registado que, neste momento, não acho que seja impossível, contudo, será que são capazes?

É mais por aí...

ana lima disse...

Vamos fazer de conta:

- Que não é um martirio ír e vir de Lisboa porque houve uma explosão demográfica que os transportes publicos não resolvem.

- Que é fácil circular no concelho, nas Paivas, na Cruz de Pau, em Pinhal dos Frades, no Casal do Marco, em Corroios...

- Que o Património está protegido,a Quinta da Trindade não está ao abandono, que podemos ver uma exposição ou visitar um museu.

- Que não estamos dependentes do Verão e da Praia onde é difícil chegar, que há piscinas em espaços aprazíveis, parques (verdadeiros e com área) para passear e respirar ar puro, contactar com a vida selvagem.

-Que vivemos num sítio que protege a natureza, ordena o espaço e não olha só para o rio que tem águas límpidas.

- Que temos praias fluviais a cinco minutos , onde podemos ir a pé ou de bicicleta no fim de um dia de trabalho , que estas estão limpas e com equipamentos de qualidade.

- Que há Hotéis, Pousadas e outros equipamentos hoteleiros de qualidade para além do Mhotel Orion...ou da Valenciana...

Se fizermos de conta que tudo isto existe, então parabéns ao autor da campanha que promove o Seixal como destino turístico.
Até lá é mesmo só fazer de conta.

Anónimo disse...

Teria sido pago pelo amigo da Costa Azul em extinção?

ex-militante disse...

Essa campanha é mais um tiro no pé. Mal concebida, má frase (na negativa) , má ideia, má fotografia e a mentira no conteúdo.
A CDU está cada vez mais fraca e desorganizada, até dá dó.

Afonso de Alcochete disse...

Esta campanha é uma campanha tipica dos tempos do fascismo, decreta-se que somos pobrezinhos mas honrados, analfabetos mas felizes, sem liberdade mas seguros.
Só falta agradecer ao senhor Presidente Alfredo Monteiro e à sua excelentíssima Corte o prazer que nos dá de voiver num destino turistico. AMÉN SUA EXCELÊNCIA SENHOR PRESIDENTE.
Então e não entra a Mocidade Portuguesa dos Tocárrufar ou a Legião dos UEC's para animar a festa?

Anónimo disse...

Mas que cena de destino é este? Anda tudo a tripar?