terça-feira, abril 25, 2006

SEIXAL , UM CONCELHO DE ABRIL OU DA CONSTRUÇÃO CIVIL?




















Imagens
do Seixal no dia 25 de Abril de 2006, onde o betão não pára de crescer (1ª imagem - betão no que era um montado, agora betonizado na Quinta da Torre) , as grandes superfícies não param de nascer (2ª imagem , as papoilas de Abril disputam espaço, agora com os hipermercados- Leclerc Amora) enquanto a qualidade de vida dos cidadãos residentes não para de minguar (a hipocrisia das comemorações "oficiais" - pagas por quem???) , mas a forma mais curiosa de comemorar este feriado é a que decorreu em Pinhal dos Frades onde foi aproveitado para desmatar uma zona protegida criminosamente ardida o Verão passado, deve ser para reflorestar, é o que a lei obriga...


A Autarquia do Seixal tornou-se proprietária de Abril , pelo menos é como se intitula, vá-se lá saber porquê, possivelmente por Chernobil, o acidente nuclear ocorrido a 25 de Abril e desde então um marco histórico como referência da forma como não deve ser tratado o ambiente e o alerta em termos da factura que se paga pelo uso de tecnologias e caminhos ambientalmente insustentáveis.

É que pelas "conquistas de Abril" não será de certeza, com o marco negativo que têm sido estas ultimas trinta décadas de maiorias CDU no Seixal e na Região, pelos posts anteriores poder-se-á aferir desta afirmação, até num ponto fulcral que é o respeito e a aplicação da vertente ambiental da Constituição, tábua rasa nos concelhos CDU da Margem Sul.

O Seixal é um triste exemplo de como uma região não deve ser gerida ou de como o poder politico eleito não deve ser ser subjugado de forma tão pornográfica e descarada aos poderes económicos reinantes, a Banca, a Construção Civil, e a Distribuição Comercial.

18 comentários:

Anónimo disse...

É de Abril é... Esta autarquia dorme com o "inimigo", o grande capital, os Silvas e com os futebóis.

Anónimo disse...

Que autoridade moral tem o ponto verde para falar de Abril. Acho piada os fascistas reacionários a querer falar de Abril!

Ponto Verde disse...

Já só cá faltava essa "fascista reaccionário" , não lhe vou dar o prazer de lhe dizer se sou ou não, uma coisa lhe garanto que não sou, é Comunista Corrupto conjugado ou em separado.

Anónimo disse...

Comunista temos a certeza que não é, agora corrupto?

SEIXALEIRO disse...

O Seixal há muito que não é de Abril!

O Título está bem escolhido e diz tudo.

SEIXAL É DA CONSTRUÇÃO CIVIL!

SEIXAL É DOS A.SILVA & SILVA, DO FERNANDO RUA, DO XAVIER DE LIMA, DO CORTEGAÇA, DO GOMES ALHO, DA EUROÁREA, DA BRITALAR E DO PARTIDO COMUNISTA, O MAIOR LATIFUNDIÁRIO E PROPRIETÁRIO DIRECTO OU ÀS ESCONDIDAS.

SEIXALEIRO disse...

O Tchernobyl do Seixal chama-se CORRUPÇÃO e TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS, investigue a quem pertencem os terrenos junto à Mundet na Quinta dos Franceses, aqueles terrenos do Forum até ao Rio...

nunocavaco disse...

É para isto que foste ao blog do banheirense falar no 25 de Abril e que a blogosfera é um poder emergente? É para chamar corruptos a pessoas que não se podem defender porque não conseguem chegar aos acusadores? é por estas e por outros que a blogosfera perde credibilidade. Se é verdade o que dizem, e eu não faço juízos de valor aqui, acusem as pessoas, não como ponto verde, mas como cidadão. A não surgirem acusações depreendo que tudo é mentira e passa por jogo político, possívelmente encomendado pela oposição frustada de perder eleições atrás de eleições.

Assim não, usem a vossa cidadania e respeitem os outros.

moitense disse...

Tanto aqui como lá é só anónimos e incógnitos a ofender e sem apresentar provas. O problema para estes senhores é que a população sabe distinguir entre o papaguear falso e uma conversa honesta. Ponto Verde vai bugiar.

Amorense disse...

O autointitulado Seixaleiro é mesmo parvo. Toda gente sabe que esses terrenos pertencem ao Xavier de Lima, o patrão do ponto verde, e que há um litigio há anos entre o Xavier de Lima e a CMS por causa da construção nesses terrenos, uma vez que Xavier de Lima quer construir em grande densidade e a Câmara não aceita, pelo que o tráfico de influências só pode estar a ser efectuado pelo ponto verde e amiguinhos.

crítico da blogosfera disse...

Este é sem dúvida o blog com mais descaramento e falta de vergonha de tão mentiroso que é.

Ponto Verde disse...

Como se tiram fotografias à "mentira" é que eu ainda não percebi, eu que até pensava que não percebia nada de "photoshop". Afinal farto-me de aqui pôr só fotomontagens.

Portanto confesso, caro Nuno Cavaco, Amorense, Seixaleiro, criticos da blogosfera:

-É realmente mentira o que aqui tenho documentado:
- Os sobreiros não foram cortados, mas apagados com o fotoshop.
- Os prédios não estão construídos uns em cima dos outros, são engenhoquices informáticas.
- A população não aumentou desmesuradamente, são os numeros que foram manipulados.
- Não houve enriquecimentos ilicitos, Portugal e a margem Sul são motores de progresso mundial.

E claro os senhores são todos MUITO INTELIGENTES e descobriram toda esta marosca da "oposição" ou "do Xavier de Lima" como um iluminado alvitrou.

Pensam também que o Povo é Estupido?

nunocavaco disse...

No que me diz respeito, digo-lhe que tudo o que disser e não provar é mentira. E você tem sido mentiroso porque não os acusa nos sítios próprios e não faz prova. Acusou pessoas de favorecer outras e não prova. Avance para tribunal ou então assuma que é um arruaceiro.

Anónimo disse...

De onde é que apareceu este Cavaco? Será primo do outro? Este é um ganda ponto á Ponto!

Av1 disse...

Este Cavaco diz que ninguém prova nada, mas quando no AVP publicamos os documentos que provam o que dizemos, diz que não temos direito de os publicar e que é "ilegal" e que não recorremos ás vias normais.
Como é que ele sabe quem pediu o quê e onde e quando ?
Por essa lógica não teria havido 25 de Abril porque ninguém meteu o requerimento "legal" ara fazer uma revolução no prazo devido.

É o mesmo que acusa os anónimos e depois participa num blog cheio de anónimos e incógnitos, mas porque "eles não dizem mal de ninguém" nas palavras de outro "coerente" daquelas banmdas. Pudera, são criaturas do poder instalado...

É a bacorada armada ao pingarelho, agora a seringar em outras bandas trazendo uma ou outra ovelha e nick atrás.

Por isso, aqui afirmo eu: quase tudo o que este Cavaco diz é encomenda a servir aos chefes e patrões, defendendo um lugarzinho que, mesmo não sendo maravilhoso, dá muita liberdade de tempo e muito trabalho, mas "político".

nunocavaco disse...

Como eu referi, afinal o ponto verde é um arruaceiro. Quanto á afirmação do av1, vai na mesma linha de mentiras. Tenho um blog, critico quem usa um nome, que não o seu para levantar calúnias contra outros, mas que não avança para os tribunais.

Moiteiro disse...

Os tribunais são muito importantes. até servem para Presidentes de Câmara colocarem processos a municipes, por estes mais acaloradamente defenderem pontos de vista em sessões de Câmara municipal.
Agora se o Sr. fulano de tal, na qualidade de presidente de Câmara, coloca o processo em tribunal, e perde. Recorre para o trinubal superior e volta a perder, quem deveria pagar as centenas de contos do processo?
A Camara Municipal ou o sr. fulano de tal que usou o poder que detém para tentar calar opiniões contrárias à sua?
Talvez esse senhor que fala tanto de tribunais saiba do assunto.

av1 disse...

Pois... é que eu não tenho advogados aveçados, nem meios para lhes dar uma vida desafogada, uma boa casa, bem localizada e tudo isso.
Graças aos honorários, claro.
O problema é esse, os senhores autarcas usam os meios do erário público para processarem munísipes, com ou sem razão, não gastando dinheiro do seu bolso, enquanto os munícipes para acompanharem os recursos vão-se esvaindo aos poucos.
Mas, o Nuno Cavaco como está dentro desse grupo defendido por avenças à custa do Orçamento, lança sempre o ónus judicial para os outros, porque sabe que com os Tribunais que temos tudo se vai arrastando e eu até tenho a referência dos processos que, na Moita, vão vagarosamente (des)avançando.

Esperteza amoitada de um banheirense do regime em todo o seu esplendor.

av1 disse...

"avençados" e "munícipes", é claro que a pressa é inimiga da perfeição.