sexta-feira, abril 21, 2006

COMPARAR 1




















As duas imagens de baixo são n
a Amora e na Arrentela , as outras em Amsterdão (patins) e Copenhaga ... ao clicar sobre as imagens verá bem a diferença!!!

Compare as viagens dos representantes da Câmara de Almada (clique) a congressos sobre o uso da bicicleta com o que há muito se faz por aí, não na África do Sul onde sobre este ponto não há muito a aprender, mas nos casos continuamente aqui referidos por essa Europa (clique) fora e até já em Portugal, nos casos práticos de Aveiro (clique) , de Cascais (Clique), e de Évora (clique) como é hoje anunciado no Correio da Manhã :

"A Câmara de Évora vai aumentar as ecopistas para peões e ciclistas e criar vários circuitos de manutenção no concelho. Terça feira é aberto um novo troço de ecopista"
Ou seja, enquanto uns vão a congressos, formam comissões de acompanhamento e grupos de estudo, outros ajem de forma simples , efectiva e pragmática.

















A imagem é do Seixal, onde "se comemora o Mês da Àrvore, se a autarquia não dissesse, eu não acreditava...

No Seixal (clique) por sua vez comemora-se em Março (que já lá vai) e Abril ( que está no fim) , o dia da árvore, iniciativas prometidas no papel eram até bonitas, e na prática? O que se fez? Sentiu que algo mudou em termos de ambiente, de mais àrvores, de mais jardins (para além de se terem inspirado na Câmara da Moita e terem arrazado com o Jardim do Seixal para "requalificar") veja-se então o que foi feito e fora de época de eleições , no Publico:

"Bosque pedagógico abre hoje em Pombal

- Uma área de oito mil metros quadrados com 70 espécies de árvores plantadas, é inaugurada hoje em Pombal(clique), dando origem ao Bosque Pedagógico local. De iniciativa municipal, este bosque será inaugurado no Jardim do Vale, tendo como objectivo sensibilizar a população, em particular as crianças, «para a importância dos espaços verdes» . Por outro lado, é «um convite a que se conheçam diferentes variedades e espécies de árvores» , proporcionando um relacionamento próximo com a diversidade arboricola existente, refere a autarquia. "

Se calhar estou a ser injusto, é que em Almada nasceu mais uma rotunda (clique) ,e o que é isso comparado com um bosque ou com uma cidade ciclável ???!!!

6 comentários:

Anónimo disse...

Nas Câmaras CDU onde há Verdes, é só conversa fiada, muitas promessas e propaganda mas nada de real. É só conversa para apanhar papalvos, amim já me enganaram, mas já não me enganam mais.

mmr disse...

Aqui só se faz qualquer coisa e á pressa na véspera de irem a votos, depois esquecem-se nos quatro anos seguintes , tirando o folclore de Abril.

Antonio Luis disse...

Acho giro, nas Câmaras CDU também saem noticias excelentes sobre realizações ambientais, em resposta o ponto verde de imediato vem logo dizer que não se pode acreditar nas noticias, que é tudo mentira. Todavia as noticias que saem sobre as Câmaras que não são CDU são sempre verdadeiras e são exemplos de grandes actos de gestão, não se preocupando o ponto verde em confirmar se são verdadeiras ou não. Por isto é que este blog faz parte do anedotário concelhio... Quando estou deprimido, venho sempre aqui e farto-me de rir com as idiotices do ponto verde...

JP disse...

Uma coisa é anunciar, outra é fazer senhor António.

Anónimo disse...

"Por isto é que este blog faz parte do anedotário concelhio"

ora aí está.... se faz parte do anedotário concelhio é porque o lêem... se o lêem é porque vos interessa... "se um ponto verde incomoda muita gente"... "um ponto verde a dizer umas verdades incomoda muito mais"...
não se esqueçam... o Seixal ainda é o segundo concelho mais poluído do país... e não existem medidas mitigadoras para este problema... que os comuns dos mortais acha que é um problema mas que os nossos autarcas acham que é uma coisa natural...
sempre que leio o jornal/boletim do seixal vejo que na parte do ambiente é sempre propaganda (como todo o jornal! pensando bem!!!), mas não vejo acções e soluções concretas para os problemas ambientais reais do concelho, era bom que apresentassem os verdadeiros problemas e o que a autarquia pensa fazer para os solucionar.

a minha opinião
Ana S.

copy-paste disse...

Manual Comunista, modo de emprego:

«O modo mais seguro de desacreditar e prejudicar uma nova ideia política (e não apenas política) é reduzi-la ao absurdo com o pretexto de a defender. Pois toda a ideia, (...) se exagerada, se levada para além dos limites da sua aplicabilidade actual, pode ser reduzida a uma absurdidade e, sob as condições mencionadas, é mesmo capaz de se tornar absurda.»