domingo, setembro 11, 2005

BENFICA CENTRO ESTÁGIOS - O ATRAZO OPORTUNO ...










Nova obra do "regime instituido" na região, nova bandeira eleitoral, no Seixal o Centro de Estágios do Benfica, ei-lo que está aparentemente terminado quanto a campos relvados seis ao todo, mas apesar do prometido no inicio de Junho, ainda não foi em Agosto que o Benfica começou a treinar no Seixal...com o aproximar das eleições, aumentam as probabilidades dos craques atravessarem o rio.


imagem- Longe de qualquer requalificação ou limpeza continua a zona esterior ao CEB, aqui, a vinte metros da vedação, o cheiro a esgoto é nauseabundo, ao fundo a Fábrica do Breyner (farinhas de peixe), fonte crónica de décadas de maus-cheiros no Seixal,foi desativada há décadas, mantém-se agora o mau cheiro do esgoto (não tratado) despejano naquele braço do Rio Coina.

Certo é que a qualidade do ar e os níveis de ozono no local, recomendaram em muitos dias de Agosto, mais ao recolhimento do que ao exercicio fisico
, aliás mesmo desaconselhado de todo pela protecção civil, os maus cheiros emanados do esgoto que desagua ali ao pé, também não se recomendam aos narizes mais sensiveis, um salto à praia fluvial ali ao lado também é desaconselhado pela qualidade da àgua e das areias, apesar de recomendações sobre estas ultimas estarem omissas...Terá sido por estes problemas ambientaise de salubridade do local do Centro de Estágios que o Benfica não veio para o Seixal em Agosto como prometiam em Junho?



imagem- A zona de praia fluvial (Praia Velha) junto ao CEB convida a uma corrida pela areia, no entanto a sua poluição e da àgua recomendam os atletas a manterem-se dentro de muros, alertas da Câmara e Ministério da Saúde são prova disso (clique na imagem para aumentar)

Terão sido essas razões ambientais a razão do Benfica não se ter ainda mudado para o idilico Seixal? Ou a manobra publicitária de Junho foi afinal não mais do que, o pontapé de saída, mas da campanha eleitoral, pré campanha melhor dizendo... (se bem que a maioria dos cidadãos não consiga distinguir uma da outra)... de modo que se aguarda novo pontapé de saída por estes dias para o lado do Centro de Estágios, para o Benfica poder servir de muleta ao recandidatável Alfredo Monteiro no arranque da Campanha Eleitoral ( a própriamente dita), veremos certamente noticiado antes de 9 de Outubro " Presidente do Clube Campeão Nacional, o Edil e demais personagens que tornaram possivel o sonho" em embevecido deleite para a Obra, e também , embora com menor empenho mediático, convinha até que não se falasse, do negócio que será a urbanização de 24 hectares (à esquerda na imagem) que o Centro de Estágios teve como contrapartida... mais um GOOOOOOOLO DO BENFICA!!!

Para comprovar esta ligação entre autarquias, futebol... obras e...eleições...autarquias..., a Câmara de Almada inaugurou ontem o Estádio Municipal José Martins Ventura, uma construção aguardada há cinco anos, é uma estrutura com dois campos de futebol , um com relvado sintético e outro de terra batida com um custo orçado em 3,5 milhões de Euros.

Enquanto clubes locais com pergaminhos , definham , como o Amora, o Seixal Futebol Clube, o Arrentela ou o Paio Pires ou o Almada,o Barreirense... de uma assentada vão-se inaugurar oito novos campos de futebol novinhos em folha, os seis do Centro de Estágio do Seixal e estes dois em Almada...é fantástico não é? Uma verdadeira conversão aquilo a que uns anos atrás denominavam de "o ópio do povo"...provavelmente até continuam a pensar o mesmo...

8 comentários:

Lampião disse...

Como é que um clube como o Benfica embarcou neste negócio do tempo de Vale e Azevedo?

Anónimo disse...

Vamos a ver se o Benfica agora dà a mao à CDU, a cor é a mesma, seria uma pouca vergonha se isso viesse a acontecer, mas o artigo està demasiado bem fundamentado, vamos a ver se se confirma. Para jà parece que aquela zona é desaconselhada a um empreendimento daquela natureza.

António Dias disse...

É que o João Afonso havia afrimado no excelente comentário "Os dez mandamentos do Ponto Verde", o problema é que o Benfica é vermelho e os comunistas são vermelhos e para vermelhos no Seixal já chegavam os comunistas...

João Noronha disse...

O Ponto Verde agora pafrece uma cassete riscada, como já não sabe o que há-de dizer volta sempre ao mesmo. Que me lembre deve ser o 15º post sobre o Centro de Estágios do Benfica...

Seixalense atento disse...

Saúde e Qualidade de Vida em Meio Urbano
Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis atribui prémio de reconhecimento científico



O 2.º Prémio de Reconhecimento Científico Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis, vai ser entregue na segunda-feira, dia 12, às 10.30 horas, no Salão Nobre dos Paços do concelho da Câmara Municipal de Setúbal. Os trabalhos apresentados tiveram como tema Saúde e Qualidade de Vida em Meio Urbano.



O objectivo desta iniciativa é contribuir para a investigação em termos de Saúde Pública Urbana e dar a conhecer trabalhos que contribuam para criar cidades mais saudáveis. Tem ainda como objectivo criar hábitos de participação em áreas fundamentais para o desenvolvimento urbano.



Os trabalhos foram avaliados por um júri constituído por representantes da Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis, da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, da Direcção-Geral da Saúde e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.



O júri avaliou os trabalhos de acordo com a sua adequação à temática da saúde urbana, à pertinência do tema abordado no contexto do Projecto das Cidades Saudáveis, aos aspectos inovadores no que se refere à Saúde Pública Urbana, ao acréscimo de conhecimento na área e ao rigor ao nível da escrita e da apresentação do trabalho.



Estes trabalhos têm sido um importante contributo para a acção que a Associação de Municípios Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis tem vindo a desenvolver, no contexto da promoção da saúde e da qualidade de vida das comunidades.





As Cidades Saudáveis em Portugal
Portugal faz parte da Rede Europeia desde 1991, ano em que o município da Amadora aderiu ao projecto. Iniciou-se assim o processo de divulgação desta iniciativa da Organização Mundial de Saúde junto dos municípios portugueses.

Projecto Seixal Saudável
O Município do Seixal integra a Rede desde 1998. Foi, em conjunto com a Amadora, um município pioneiro neste projecto, para o qual desenvolve actividades desde 1991. Foi um dos Municípios fundadores da Associação Nacional e tem responsabilidades na sua coordenação.



Neste momento, o concelho do Seixal tem a seu cargo a coordenação da Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis.

O Projecto Seixal Saudável envolve hoje mais de uma centena de parceiros, entre órgãos de poder local e central, instituições, associações, grupos culturais e recreativos, serviços de saúde, solidariedade social e protecção civil.

press-photo disse...

O Sr.João afonso agora autoelogia-se retirando-se estratégicamente e aparecendo com outro nome, e bate na mesma tecla de desacreditação de alguém que aqui criou um espaço de discussão com qualidade, apresentando os casos que entende, as vezes que entende sem o controlo que o poder local faz por exemplo aos orgãos da imprensa local, se calhar trata-se de um profissional dessa àrea que se sentindo espartilhado na sua liberdade de expressão aqui criou este blogue, pela qualidade dos textos, imagenms e dominio da informação, não me espantaria.

Quanto à palhaçada das cidades saudáveis que aproveitam para fazer propaganda pré eleitoral, parece ser mais uma manobra de diversão

Hoje vejam no Prós e Contras a discussão de muita desta temática.

Anónimo disse...

o doutor fernando padua conhecido como o doutor do coraçao e desde ja desconheço se é um perigoso comunista ou nao disse na apresentaçao da seixaliada que a 1% da populaçao portuguesa pratica desporto numero que sobe para perto de 35% no municipio do seixal, nao sera so merito da camara mas uma boa parte sera certamente.

flamingo disse...

Posts como este são bem vindos apareçam as vezes que apareçam, parece é que andam a incomodar muita gente. São importantes até porque vão muito além do Benfica do futebol, quem quer fazer pensar isso só quer desviar as atenções e devia-se preocupar se é Benfiquista, com a qualidade do espaço escolhido que pelo que parece está longe de ser a mais saudável para um Centro de Estágio. preocupem-se em limpar e despoluir, mais do que com as denuncias de poluição. sujidade e maus cheiros que parecem ser o ex-libris do local escolhido pelo Dr.Vale e Azevedo.