quinta-feira, setembro 08, 2005

SOBREIROS E AUTARQUIAS "VERDES" - INCOMPATIBILIDADES
















Palmela, mais uma urbanização "ecológica" aprovada em pleno montado desta vez em Palmela mais uma autarquia coligação "OS VERDES".

A QUERCUS acionou uma providência cautelar contra o avanço de uma urbanização de 6,5 hectares em Palmela, na base desse mecanismo juridico está o entendimento de que tal ameaça mais de uma centena de sobreiros e tendo como fim, o embargo imediato daquela urbanização composta por 60 moradias.

Segundo a QUERCUS, a Câmara de Palmela (maioria PCP-VERDES) licenciou aquele loteamento à revelia da Lei de Protecção dos Montados, e, por segundo Helder Spinola (Publico 7 Set 2005, em artigo de Claudia Veloso) ,a àrea está protegida por lei por "albergar valores naturais e económicos que interessa salvaguardar, ainda mais quando temos sido fortemente atingidos pelos incêndios".

Para a presidente da Câmara de Palmela Ana Vicente (PCP-VERDES) tais ilegalidades não existem na aprovação daquela urbanização de Brejos de Asa, negando até que vá haver abate de sobreiros uma vez que " todo o desenho aprovado pela câmara, quer para moradias quer para as infraestruturas, não põe em causa um único sobreiro", numa obra junto ao Kartódromo de Palmela e cujo promotor da refereida urbanização é curiosamente também o proprietário do Kartódromo...

Irónicamente direi que se a obra avançar será um verdadeiro modelo arquitectónico de protecção ambiental, uma vez que será a primeira urbanização plantada num montado , mas que não prejudica esse montado, nem na construção, nem na infrastruturação , é o que dá estas urbanizações feitas por maiorias "VERDES" - CDU








Nas imagems mais duas dessas urbanizações "VERDES" que arrazaram com várias dezenas de sobreiros no Seixal (mas certamente "sem os prejudicar") , primeira imagem - junto à estação Fertagus do Fogueteiro e na segunda pouco mais abaixo na Quinta do Cabral.

14 comentários:

Anónimo disse...

Os caros amigos já se esqueceram daquele milhar de sobreiros abatidos para construir o novo Carrefour na quinta da Princesa?

Aí o abate de sobreiros teve brinde, uma ajuda do Carrefour Capitalista nos arranjos pré eleitorais Comunistas na Cruz de Pau... e esta hein?

Anónimo disse...

65% dos efluentes do Concelho do Seixal são despejados na Baía do SEixal sem qq tratamento!!E isso a câmara não diz

João Afonso disse...

É falso que 65% dos afluentes domésticos do Seixal sejam despejados na Baía sem qualquer tratamento, se isso acotnecesse ninguém podia estar ao pé da Baía...
Quanto à questão das novas urbanizações e do abte de árvores, não acham estranho que o autor do post, com a sua grande independencia política, só se refira às urbanizações em autarquias CDU, então o mega-projecto para a Mata de Sesimbra, Câmara PS, ainda não teve direito a uma única linha neste blog ambiental da margem sul! Deve ser ecológico essa urbanização, e as árores que vão ser derrubadas nem prestavam...

Anónimo disse...

nem tudo é perfeito no seixal mas se o ps ganhar o que eu espero bem que nao o autor deste blog ou fecha este espaço ou entao sera substituido por betao a bem do desenvolvimento economico do seixal mas tambem nao fara mal porque o betao do ps é ecologico.

Anónimo disse...

Há gente que acha que o simples facto de negar uma evidência que ela desaparece!! Ou é ignorante ou procura deliberadamente sê-lo!! Volto a reafirmar que 65% dos efluentes (esgotos) do Concelho do Seixal não são tratados e lançados ao Tejo . Diga-me o contrário provando onde é que eles têm tratamento!! Se puder claro!!

Joao Soares disse...

Ola Pontoverde
Já fiz a acção de formação na Horta da Formiga e instalei na minha varanda um compostor- balde modificado - e ao fim de um mes e meio já tenho o meu primeiro composto para "alimentar" as minhas plantas!!!
Além disso publiquei um post sobre esta matéria no meu blogue- especial atenção aos comentários, pois tem também muito boa informação!!!
http://bioterra.blogspot.com/2005/07/compostagem-domstica.html

João Afonso disse...

Em face deste ultimo comentário decidi ir consultar o blog indicado, onde para meu espanto encontrei o seguinte comentário do ponto verde:
"Sou adepto da compostagem, pena que o desenvolvimento do país e a maioria dos habitantes viva em apartamentos onde tal prática é impossivel.
Obrigado pelos comentários
pontoverde"
Pela leitura do mesmo e atendendo a alguns posts onde o ponto verde criticou de forma veemente o projecto de compostagem desenvolvido pela Câmara Municipal do Seixal posso chegar à conclusão que o ponto verde é adepto da compostagem desde que a mesma não seja desenvolvida pela Câmara Municipal do Seixal...

Anónimo disse...

50% dos afluentes domésticos do concelho do Seixal são tratados nas ETAR's de Miratejo e Fernão Ferro, os outros 50% serão tratados na ETAR do Seixal. Esta ETAR não foi construida porque o Governo nunca disponibilizou o financiamento comunitário de 50%, preferindo devolver dinheiro de financiamentos comunitários a Bruxelas, em detrimento da população deste concelho..

Anónimo disse...

Fico chateado... concerteza que fico chateado!!
Quererem atirar com areia para os olhos dos cidãos do concelho do Seixal, saberem a verdade e ocultarem-na deliberadamente deixa-me mesmo muito chateado. Pois bem, fique sabendo que a Etar de Fernão Ferro não trabalha a 100% e por diversas razões: o próprio funcinamento, constantes avarias; não abrange metade da área construida em Fernão Ferro ePinhal dos Frades; terceiro
a estação elevatória de esgotos junto ao matadouro não funciona, como tal não os consegue levar até à estação de tratamento em Fernão Ferro, que faz com que os esgotos de cerca de trinta mil pessoas sejam deitados directamente na Baia do Seixal. Faça as contas de tudo isto e junte-lhe os outros 50% que não tem qq tratamento por incompetencia da câmara, visto tratar-se de competencias exclusivas da autarquia. Disse e repito incompetencia.

Anónimo disse...

É evidente que querem atirar com areia para os olhos dos Seixalenses, e por isso eu também fico chateado. è que o tratamento dos efleuntes não é da competência da Câmara, mas Sim da Simarsul, a empresa multimunicipal que o Governo impôs às Câmaras Municipais. É esta empresa a responsável há mais de um ano pelo tratamento dos afluentes, e é a mesma quem está incumbida de construir a ETAR do Seixal que irá permitir o tratamento a 1005 dos esgotos do Seixal. Só que estes "barata tontas" não sabem, não querem saber ou fingem não saber, tudo para atacarem a Câmara e enganarem os Seixalenses!

Anónimo disse...

Parece que a Câmara do Seixal do não foi governada durante trinta anos pelos mesmos de sempre!! O melhor é culpa a Simarsul que tem a responsabilidade do tratamento há menos de um ano!! Tiverma trinta anos para o fazer e foi tudo tão mauzinho que foi necessário dar uma resposta á incompetencia com a criação da Simarsul!!

Anónimo disse...

Caro João Afonso, não tenho nenhuma procuração de defesa de ninguém, mas o que é tão extraordinário no comentário do Ponto Verde sobre a compostagem? Os compostores comerciais são impraticáveis para se ter num apartamento e pessoalmente considero-me informado sobre esse assunto e não sabia que num espaço pequeno como um balde se podia compostar. Mas, é fácil aprender, agora já sei.
Pelo que li e me parece lógico, o projecto de compostagem da CMS (embora válido por princípio) é com base nesses compostores comerciais. Ou a câmara disponibilizou informação para se modificar baldes? Ou baldes modificados? Ou compostores micro, para apartamentos?
Relativamente aos despejos de afluentes na baía, diz que não são 65% e não sei se são nem se não são. São despejados afluentes na baía? Em que quantidade/percentagem? Uma pessoa tão bem informada, deve concerteza saber responder a estas simples questões. Ou é pelo cheiro que tira as suas conclusões? Há muitos resíduos extremamente perigosos que inodoros e incolores.
De resto, não é necessário ser muito inteligente, nem viver no Seixal, para facilmente verificar que muito do que é aqui dito é pura verdade. Pela simples razão que não se passa só no Seixal é praticamente no país todo. Em vez de provocar a sua consternação, é esse o seu primeiro e único argumento para "desmontar" as cabalas do ponto verde -- as outras câmaras não são comunistas e são iguais ou piores. Tese que aliás usou para comprovar que Cuba é um paraíso, garantindo que se vive melhor lá que na República Dominicana ou Jamaica. Como discurso é de uma pobreza genial e espelha bem a sua ideia do futuro de Portugal.
Dito isto, também não entendo o anonimato total do ponto verde e da turba de comentadores que por aqui popula. As pessoas são perseguidas pelas suas opiniões no Seixal? É a ideia que passa. Se as pessoas dessem a cara, não escreviam metade das enormidades que aqui são debitadas diariamente e talvez se conseguisse ser minimamente construtivo. -- JRF

Anónimo disse...

Este amigo disse uma grande verdade; as pessoas sao perseguidas no Seixal por "delito" de opiniao!E hà muitas formas de perseguiçao e coacçao.

Compreende-se o anonimato, basta ver as ameças encapotadas do Sr Afonso.

Anónimo disse...

A Câmara Municipal do Seixal deve ter uma polícia política para perseguir todos aqueles que criticam a Câmara. É sabido que nas caves dos paços do concelho se encontram presos, sem culpa formada e sem acesso a advogado, milhares de pessoas que ousaram criticar a Câmara. Toda a gente sabe que esta situação é bem pior de Guantanamo.