quarta-feira, setembro 21, 2005

SEMANA DA MOBILIDADE 3 - AGORA NUMA EUROPA A SÉRIO












Como diz a
propaganda CDU Seixal : "Obra que se vê..."

Mobilidade a sério e que a Comunidade Europeia pretende promover não é de todo aquela a que Almada se associa, mobilidade na Europa e Dia sem Carros não tem o cariz panfletário que tem em Portugal, estas iniciativas para um Norueguês, para um Belga... não tem nem de perto dem de longe o esgar risivel que o macho-latino português faz ao olhar para o ciclista que acaba de deitar ao chão com o seu reluzente Mercedes (quiçá pago com os fundos de coesão nascidos dos impostos cobrados aos Noruegueses, belgas...).

Mobilidade na Europa é o que mostro nas imagens e nos projectos que publicarei no post de amanhã (a propósito do Dia sem Carros) , como já aqui demonstrei, não tem a ver com desenvolvimento social, nem com grandes investimentos, tem a ver com vontades, com cultura cívica e com prioridades que não passem pelo desenvolvimento insustentado dos espaços urbanos como tem acontecido nos ultimos anos na Margem Sul, como já referi bastavam mais "dois riscos nas nossas ruas"... e que se saiba ainda há dinheiro para tinta quando o vemos ser gasto de forma desnecessária em faustosas rotundas ou em fugaz fogo de artificio.

Mobilidade é qualidade de vida, é parmitir aos cidadão que se desloquem dentro da cidade, ricos ou pobres, deficientes ou atletas, novos ou velhos, isso é que é democracia e liberdade, não frazes ocas e sem sentido que significam milhares de Euros gastos em campanhas eleitorais ou de promoção de gente corrupta e incapaz de gerar o bem comum e o bem estar dos seus semelhantes... em trinta anos temos realmente "obra que se vê...e que obra..."











MOBILIDADE

As imagens deste grupo são de um suburbio operário de Londres habitado por Ingleses e por muitos emigrantes e as soluções não são nada a que os Portugueses não possam aspirar... é tudo uma questão de opções, senhores autarcas e senhores canditatos:

- Ficam-se pela primeira imagem da entrada da A2 na Ponte? Ou querem ir mais longe?

Atenção que aqui, ir mais longe, é poder optar por ficar mais perto!!!...é poder escolher, sem obstáculos arquitectonicos,sem carros estacionados anárquicamente e por todo o lado .

6 comentários:

João Afonso disse...

Isto é para rir, agora as Câmaras CDU são culpadas das filas de trânsito na Ponte 25 de Abril... Deve ser da competência das Câmaras a construção de uma nova ponte ou do muito reclamado túnel Algés-Trafaria. Quanto às fotografias de Londres as mesmas são hilariantes, já estive em Londres e o tráfego é mais intenso do que em Lisboa e as bichas constantes a todas as horas do dia, e este esperto vem para aqui com uma sfotografias a querer enganar o povo... Porque não vai ele tirar fotografias à Herdade da Aroeira para mostrar como é fácil circular em Almada? Tudo isto é triste tudo isto é o nosso fado!

Anónimo disse...

Pois é, quem permitiu a densificação urbana não tem responsabilidade nos congestionamentos e na mobilidade...e já agora só falta acusar que as imagens de Londres é uma encenação, encenação é o que neste momento estão a fazer lá para os lados da Quinta da Trindade. Tenham vergonha meus senhores

Anónimo disse...

O Povo não é estupido senhor João Afonso, ao contrário do que dele o senhor tem em conta, se o crescimento urbano não é culpa das autarquias e de PDM's inflaccionados de quem é então? Não me diga que são os espanhóis que vêm engarafar diàriamente a Ponte 25 de Abril só para chatear os autarcas CDU.
C.Cerqueira

João Afonso disse...

É óbvio que as imagens de Lonres são uma encenação, não correspondem à realidade do dia a dia do trânsito em Londres... Quanto à massificação urbana, já pensaram para perguntar porque é que as pessoas vieram viver para o concelho do Seixal? Ninguém veio obrigado! Todos vieram porque quiseram! Assim sendo vocês é que passam um atestado de menoridade a essas pessoas que vieram porque quiseram e entenderam que era bom viver no concelho do Seixal!

Ponto Verde disse...

Vejo que o sr.João afonso continua activo na sua arte de desinformar, se compara a zona que fotografei , um suburbio de emigrantes Londrino com a Aroeira, a reserva de ricos da margem Sul, só lhe fica bem, assim podemos aferir a distância de qualidade urbana que nos separa da Europa, agora imaginem a Aroeira lá de Londres, se as imagens mostram um suburbio operário...

Parece que já lhe responderam quanto à responsabilidade das autarquias (Almada e Seixal, Sesimbra) nos engarrafamentos na A2 (Sintra) IC 19, ou não tarda (Moita,Montijo,Alcochete)em futuros engarrafamentos da Vasco da Gama. Não querer das essa responsabilidade aos autarcas, é a fuga á mais elementar justiça , bom senso e à nossa inteligência.

Francamente, triste fado o nosso como diz e muito bem.É que se defende serem inimputáveis os nossos autarcas é porque dá razão ao Vereador do urbanismo do Porto que disse serem os projectos assinados ou por corruptos ou por atrazados mentais, se rejeita a primeira hipótese, e defende a inimputabilidade dos autarcas deduzo que os considera a todos "uns atrazados mentais" , pois temos a mesma opinião.

Carlos (Brocas) disse...

Ponto verde passe pelo meu blog e veja umas imagens que trei fim de semana passado em amsterdam