terça-feira, julho 05, 2005

SEIXAL PAISAGEM LUNAR


Seixal Paisagem Lunar esconde perigos em precípicios e lagoas contaminadas, em perigo também os lençóis subterrâneos de àgua.- Sand exploitation allover the last decades let part of Seixal landscape like image show, a Mars landscape who hide problems with water ressources

Quem passa o Oeste de Sta.Marta do Pinhal, sobretudo na presente época, em direcção às praias pensa que está ainda a fugir do betão para entrar num corredor florestal até ao Mar, pensa até que ao circular naquelas vias incluindo a nova estrada que parte da Cruz de Pau e passa sob a A2 , que está a passar num pulmão do concelho tal o arvoredo que corre ao longo da estrada.

A realidade é no entanto outra, tirando o mau cheiro do aterro municipal, revelador do que ali se esconde , a cobertura florestal das estradas resume-se às suas bermas, o interior está completamente esventrado pela ganância dos que mais não pensaram que em explorar o recurso que tinham ali à mão, o saibro, ou seja a areia de construção em que o solo é fértil.

Este explorar de recursos, na maioria dos casos agora abandonados deixou marcas irreversíveis no solo, e sem qualquer capacidade natural de regeneração, mais, já no presente é fonte de problemas para com algo perfeitamente imprescindivel para um concelho em tão grande crescimento urbano como os seus recursos hidricos, recursos hidricos esses já comprometidos na medida em que nalgumas reservas foram detectadas amostras com uma acidez acima do normal para consumo humano, numa linguagem simplificada o Seixal tem alguns problemas com àguas àcidas, sendo uma dessas razões a laboração da popularmente conhecida como "Fábrica da Pólvora" de Vale de Milhaços, mas ao olhar para esta imagem (recente , do mês passado) e pela côr da àgua depositada em alguns destes areeiros agora abandonados (outros continuam a laborar), não é de descartar que neles não tenham sido depositados ao longo dos anos, outro tipo de residuos que não estão inventariados, nem o seu grau de perigo...

Este caso dos areeiros do Seixal revela ainda um outro lado cínico e negro da protecção do ambiente a Sul do Tejo. Para além do ocultar de informação sistemático (ao que interessa ao cidadão) e por outro lado afogar o mesmo cidadão em informação desnecessária e mais grave em propaganda, fazendo-o crer que vive no melhor dos mundos.

Mais grave que isso é a crição de entidades "fantoche" que façam o cidadão crer que os seus direitos e medos estão acautelados e salvaguardados, não tendo pois (para além de pagar os seus impostos e não fazer ondas) que se preocupar, enquadram-se neste campo uma suposta Associação Ambiental apadrinhada pela autarquia do Seixal, a AEERPPAS ,(AEERPPAS - Associação de entidades ligadas ao licenciamento e exploração de Areeiros para recuperação paisagistica e preservação do Ambiente do Seixal) -compreendo que quem me lê se esteja agora arir...- uma "associação ambientalista" formada pelos Areeiros que (ecologicamente) deixaram o território no estado que a imagem documenta!!! Para além do suposto Partido Ecologista osVERDES que em tese farão parte da CDU que domina a maioria desta Câmara há 31 anos... e claro para além da autarquia que tem um gabinete e um Vereador do Ambiente...

Pela imagem, "durmamos descansados que eles velam por nós e pelo nosso ambiente".

Com amigos destes Quem precisa de inimigos?

Posted by Picasa

8 comentários:

NP disse...

Estou estupfacto com a coincidência de pensamentos que tenho com o autor deste blog, exactamente tenho na minha posse fotos muito similares a estas mas tiradas em terra e que não permitem ver tão bem a dimensaõ das crateras que existem entre a Quinta da Queimada e do Pinhal Conde da Cunha, duas áreas de residências unifamiliares que têm como prenda estes verdadeiros atentados.

Um dia por casualidade experimentem atravessar aquela zona e ir em direcção à entrada do Aterro vão-se deparar com uma cratera de centenas de metros de profundidade, sem nenhuma protecção, para além de uma rede que até uma criança de 3 anos pode saltar.

Um perigo !

Que custos tem tudo isto para a nossa vida futura e para a possível recuperação destas áreas. Esta AERPPAS para além de servir os interesses de 5 ou 6 empresários das terras e das pedras que interesse tem ? O que já promoveu para recuperar o que quer que seja ? Que benefícios tras às populações locais e do concelho ?

Isto são só pontas com rabo escondido nesta terra, mas perante as aparências parece estar tudo bem, na santa paz da honestidade, trabalho e confiança. Pois !

Anónimo disse...

Faço minhas as palavras do anterior comentário,relembro inclusivamente a morte de um jovem motociclista quando seguia por um destes caminhos e encontrou um cabo de aço esticado de berma a berma sem qualquer indicação e que o matou, isto em 2001.

Anónimo disse...

Saberá o autor do blog que a exloração dos areeiros está dependente da autorização única do Poder Central. Certamente que sim. Mas como este blog não tem nada de ambiental e unicamente de político, não refere esse facto com o único objectivo de lançarem as culpas na Câmara. Tenham juízo e deixem de utilizar o ambiente para fins políticos!

Anónimo disse...

Oara o que convém ao partido coligado com "os Verdes" a culpa já é do poder central, eles é que legalizam , eles é que permitem, quando é para queixas, a culpa é do poder central que não cede verbas e que não investe.
Coitadinhos os senhores do partido que se coliga aos "Os Verdes", não têm culpa de nada, não sabem, não viram e não sabem se existe. A dívida que têm até caiu do céu.

Seja ambiente ou não seja, este site levanta questões pertinentes e que merecem ser abordadas, tem-no sido como em nenhum outro palco.

Pardal disse...

Ambiente, Politica, as crateras não são no Seixal, são na Lua, no Mar da Tranquilidade, isto de dizerem que é no Seixal é maldade, isto é mas é uma fotomontagem do Inimigo Publico ...ou da Gaiola Aberta... que deve ser o que ainda lêem para além do Avante. Já agora, andam a pagar páginas de publicidade nos jornais do Capital por causa do falecimento do fundador ?

Anónimo disse...

Que Pais è este?, nao reconheço ja nele o belo¨Portugal. C.Franco

Anónimo disse...

É errado dizer que a Câmara do Seixal não tem responsabilidade no processo. É completamente falso que estejam de mãos atadas. São entidades que participam activamente no processo com uma palavra fundamental nos pareceres e licenças concedidas. Algumas das quais nunca o seriam sem a sua aprovação. Por favor não atirem areia para os olhos dos municipes. Daqui envio um desafio peguem em um único exemplar dos Boletim Municipal já publicados até hoje, vejam a pilha enorme de papel gasto em apenas um de cada publicação até hj, depois multipliquem por 40.000. Defensores do ambiente??? E já agora vamos ficar à espera dos suplementos desse mesmo boletim que vão começar a engordar. E podemos ainda contar com uma revista especial por certo mais perto das eleições.

Anónimo disse...

EStou de acordo com o ultimo anónimo quanto às compet^ncias. Veja-se o caso Euroárea construção sem autorização lega mas vai andando assim como o centro de estágio em zona protegida.
Já agora será que é possível identificar na foto lunar as áreas de cedência que a CMS chama a si? Não? Onde estão? Vendidas, ofertadas, como tudo isto é possivel numa câmara que coloca cartazes nas ruas alertando para honestidade, competência... A que camara se estão a referir? Alguém nos ajuda? (E acode?)