terça-feira, julho 22, 2008

A EXCEPÇÃO


No Seixal é vulgar as obras atribuídas à autarquia, mesmo as insignificantes, serem anunciadas com pompa e circunstância por out-doors de dimensões assinaláveis , geralmente sob um belo fundo azul.

Nesses cartazes informativos consta geralmente por exemplo, o teor da obra, prazos de conclusão, valor da mesma, executante... etc... aliás à semelhança das obras privadas licenciadas pela autarquia e onde é obrigatório a afixação do mesmo tipo de informação.

Há no entanto uma obra , uma das mais visíveis e
propagandeada (seja pela Câmara seja pelo Grupo A.Silva & Silva) , em que nada disso consta , e não é de agora ... já numa primeira fase (antes das últimas eleições onde se construíu um bocadinho) assim foi...

Claro que falo do passeio ribeirinho na Baía do Seixal , algu
ém sabe explicar a razão de tanto secretismo ?
Ou será que não é uma obra da Câmara ?

Mas mesmo assim fica a curiosidade, quanto custa, quem paga, quais as contrapartidas ?


Ou trata-se de uma obra clandestina ?

____________________________________________

EM 2005 FOI ASSIM



Na primeira fase desta obra feita aos bochechos (pré - eleitorais) , foi aqui foi publicado este post (clique) .

Nessa altura constavam junto ao local os cartazes da imagem acima . Mesmo estes, sendo semelhantes aos habituais cartazes da CMS, não eram tão claros como os demais.

Continua sem ser possível avaliar de quem é a obra, quem a paga , qual o seu custo. Os cartazes referiam Empresa A.Silva & Silva ,mas qual o seu papel ? ... Mero acaso ?

13 comentários:

EMALMADA disse...

O segredo é a alma do negócio!
Para que quer o cidadão essa informação se o dinheiro é sempre gasto com informação ou sem informação?
É perda de tempo e dinheiro dirão os inteligentes (i)responsáveis das obras.
Em Almada não há informação em painéis dos prazos nem dos custos do MST!
Para quê informar se a despesa trepa todos os dias com o faz e desfaz para fazer de novo, com o tapa e destapa para voltar a tapar?
Se dessem a informação obrigatória a obra acabava por ficar mais cara, com a actualização da despesa diária.
Também não há fiscalização para que a obra fique mais barata!
O cidadão só tem de pensar que toda essa gente está a trabalhar com honestidade e a fazer o melhor que sabe.
Por isso fazem e desfazem, tapam e destapam o que revela a sua boa vontade de tudo ficar bem, mas...infelizmente já não conseguem.

Anónimo disse...

Sendo as obras do post situadas na frente ribeirinha a entidade responsável por elas deve ser a APL.

ex-militante disse...

Pela publicidade distribuída deve ser uma obra A.Silva & Silva , o promotor da obra Seixal Baía. É que na publicidade, parece que o passeio faz parte daquela urbanização e não faz não?

Samuel Cruz disse...

No primeiro cartaz colocado no local aparecia como dono da obra o Grupo A. Silva e Silva, coloquei esta questão no Período de Antes da Ordem do Dia na Sessão de Câmara de 5 de Março de 2008, cuja Acta (n.º 5) pode ser consultada no meu Blog - Rumo a Bombordo.

Anónimo disse...

O sr. Vereador por favor corrija o link da acta pois penso que já não é possivel aceder.

Anónimo disse...

Ora aí está um assunto que deve ser levado até às últimas consequencias pela oposição, e digo porquê. É que a CMSeixal não está a pagar esta obra, mais se for alguem ligado a uma urbanização acho que deve ser pedida uma investigação para ver se essa firma foi favorecida de alguma forma; mais, a CMSeixal vai tentar fazer parecer que é eça para eventualmente poder justificar onde gastou os 10 milhões de euros do empréstimo que necessáriamente tinham de ser imputados a determinadads despesas e esta era uma delas!!
Vamos lá ver se há coragem para tanto!
Vamos lá ver se as crateras na lua são ou não interessantes...

Jorge Pieta disse...

Em Abril já lá não estava (http://porcatudonamesma.blogspot.com/2008/04/no-houve-tempo-para-publicidades.html).
A minha maior duvida é se a placa de inicio de localidade foi deslocada para que o novo edifico da camara fique no Seixal e não em Arrentela

Ponto Verde disse...

Curiosa e importante, a informação dada pelo Verador Samuel Cruz a quem agradeço. Porém não consigo aceder à acta da referida reunião.

Pena que não consiga aceder ao site da autarquia para esse fim.

Apesar desta falha, gostaria de lhe dar os parabéns pelo verdadeiro serviço público que é a disponibilização que faz das referidas Actas.

Anónimo disse...

Será que não seria mais util a Policia Judiciária investigar os interesses obscuros que se escondem por detrás deste blog??? Nomeadamente quem financia o ponto verde??? Ao menos assim faziam alguma coisa de util!!!

kaicevy disse...

Anónimo disse...

Para responder ao anónimo das 6 e 51: Boa! É + importante descobrir quem finacia o PONTO VERDE do que descobrir os imbróglios administrativo-financeiros onde a câmara parece pretender esconder os negócios de alguns autarcAS?

Ponto Verde disse...

Não seria interessante investigar porque razão um ilustre advogado desta praça se inibiu de avançar com um processo contra a CMS , fazendo tábua raza da deontologia ?

Pista, o advogado em causa faz uns trabalhos para o Grupo A.SS . Estaria com medo de perder algo ??? Ou com medo de algo ?

Quanto aos interesses obscuros deste blogue estão na Constituição que tanto gostam de apregoar!

Tranquilidade disse...

O Ilustre Advogado ainda por aí aparece numa manhã de nevoeiro...