quarta-feira, julho 16, 2008

MOITA - CORRUPÇÃO , SE NÃO É ISTO , O QUE É ENTÃO ?


A notícia acima revela o escândalo e as alegadas negociatas feitas sobre o que está definido em sede de Plano director Municipal. Também , como as alterações sob figura de Planos de Pormenor , ou mais descaradamente em sede de revisão do PDM se afiguram ser verdadeiras orgias de tráfico de influência e tratamento descricionário em deterimento do bem público e do ambiente.

Pode clicar sobre a notícia para ler o artigo publicado no Jornal de Notícias de 11 de Julho e assinado por Pedro Soares, Coordenador autárquico do BE no Parlamento.

Sem mais comentários atente-se a estas afirmações do autor , dignas da caracterização de um país corrupto do terceiro mundo , cito :

"A CMM entendeu que tinha descoberto um verdadeiro Ovo de Colombo . Um Presidente de Câmara tomou a iniciativa de protocolar com diversos privados alterações de uso do solo , nomeadamente a desanexação de áreas de REN (Reserva Ecológica Nacional) , de modo a garantir a viabilidade de empreendimentos urbanisticos em locais que o PDM pura e simplesmente hoje proíbe , ao mesmo tempo que obtém contrapartidas que, elas mesmo , também podem subverter as normas em vigor .

Antes de qualquer mudança que só uma revisão do PDM poderia permitir , um presidente da CMM comprometeu-se , em nome do município , a transformar solo rústico em urbano ou urbanizável e a diminuir a área de Reserva Ecológica Nacional .

A expectativa de obtenção de mais-valias para os privados é brutal, de tal modo que nos protocolos que assinam com a Câmara , se disponibilizam ceder de imediato ao município, outras áreas de que são proprietários . Não querem perder a oportunidade óbviamente.

O negócio é fabuloso para os privados e o Presidente da Câmara argumentou, que desta forma, também obtém vantagens para o município . Um verdadeiro "Mercado de Futuros " típico da especulação bolsista levado a cabo por um presidente eleito pela CDU " (...)

___________________________________________________

Investigar este caso ? Nada disso ...

«Câmara da Moita já pode recorrer à banca para saneamento financeiro

O Tribunal de Contas aprovou o saneamento financeiro da Câmara Municipal da Moita, autorizando-a a contrair um empréstimo de 5,2 milhões de euros, para o pagamento de dívidas à Caixa Geral de Aposentações, ADSE, EDP e AMARSUL, entre outros credores.

Este foi o primeiro visto emitido pelo Tribunal de Contas, com base no decreto-lei 38/2008, de Março, tornando-se assim a Moita, o primeiro concelho a contrair um empréstimo ao abrigo da nova lei. Lisboa e Aveiro são outros concelhos que perseguem a mesma solução.

Resta saber que compromisso terá a Câmara da Moita admitido para obter a aprovação do seu plano de saneamento financeiro. Certamente terá de continuar a apertar o cinto e a procurar o aumento de receitas, o que poderá passar pela eventual redução de pessoal e pelo aumento do imposto municipal sobre imóveis.
Ao “Público”, o presidente da Câmara, João Lobo, terá dito que “já começou a apertar o cinto, não substituindo, por exemplo, todos os funcionários que se aposentam e que em estudo está ainda a subida do IMI”. (PUBLICO)


8 comentários:

Anónimo disse...

mais seguro e mais rentável que o tráfico de droga

Daniel Geraldes disse...

De facto, a Moita tambem um "dono" como o Seixal, mas eu sempre ouvi dizer que os melhores amigos dos Presidentes de Câmara são os construtores civis, vá-se lá saber porquê.

nunocavaco disse...

Uma reposição de verdade, o que coloca no post não é uma notícia, é apenas um artigo de opinião, má opinião e mal fundamentada porque o autor não conhece o concelho.

De fato o daniel geraldes não pode escrever o que escreveu e sair impune e por isso desafio o sr a provar o que escreveu, que isto de estar na politica também tem responsabilidades.

Daniel Geraldes disse...

Se os tribunais deste país não conseguem provar nada, infelizmente eu tambem não lhe consigo provar nada, mas basta olhar para a realidade e somar 2+2.

Mas as minhas palavras são uma constatação minha daquilo que vou vendo e observando, o Nuno não tem de concordar com elas,e claramente na política as poucas coisas que consigo fazer são sempre com a maior das responsabilidades,não são feitas é para agradar a ninguem nem para serem politicamente correctas.

mariodasilva disse...

Isto vai por bom caminho e segue. Já ase está a vêr quem é que se vai lixar lá mais à frente.

nunocavaco disse...

Daniel, não o conheço, nem é minha intenção vir para aqui com falsas morais mas o Sr. escreve que a Moita tem um dono e isso é falso.

Também escreve que os melhores amigos dos presidentes de câmara são construtores civis e eu acho que este tipo de generalizações são perigosas, muito perigosas.

Apena e só

Anónimo disse...

Que é isto de dignas da carcterização de um país corrupto do "terceiro mundo" me interrogo?

Que eu saiba e até prova em contrário a corrupção tem escola superior prática no "primeiro mundo" e ainda que tenhamos dificuldade em perceber um "segundo mundo", este de certeza só pode ser corrupto também!

Pena é que no combate à mentira, à impostura e ao quero poso e mando, ainda subsistam sequelas fascizantes!!!

Quanto a ser artigo de opinião ou não, não deixa de ser caricato para um geólogo serventuário da permiscuidade que se forjou na Moita através dos detentores do poder na CMM/CDU/PCP.

A impunidade dos falsos comunistas que dominam o Glorioso Partido que foi de luta e combate é que nos entristece..!

Anónimo disse...

A corrupção que existe na CMM é repugnante ,pois não se restringe apenas ao PDM, é também extensível aos fiscais da CMM! Como é possivel que um simples fiscal, consiga comprar um terreno de 80,000,00€ e construa uma vivenda de 250,000,00€ (no concelho da Moita!!!!