quinta-feira, abril 10, 2008

AGRADECIMENTO AO "PORTUGAL PROFUNDO"



Eu, habitante da Margem Sul , beneficiário de variado equipamento público , servido por rede viária na qual incluo uma autoestrada , servido por uma rede de comboios , ligações fluviais que me permitem residir , utilizando viatura própria, a cerca de um quarto de hora do centro de Lisboa , com tudo o que isso representa.

Ten
ho hospital com a maioria das valências a cinco minutos de casa, multiplas urbanizações , centros comerciais com cinemas, tenho também acesso fácil a equipamentos culturais , a concertos de todo o tipo de musica e a exposições, tudo permitido pela proximidade e facilidade de acesso à Capital . Esse facto permite-me ter também o Aeroporto a vinte minutos , o mesmo tempo que levo a chegar à maioria das universidades (até a Independente e a Moderna ) , o que faz de mim e da minha familia , não afectado com o encerramento de escolas , de Serviços de Urgência ou de Maternidades , um privilegiado em termos nacionais.

Tenho também um Metro onde durante uma hora e por pouco mais de um euro, me posso pasear para trás e para a frente como se de um transporte privado se tratasse, há até quem lhe chame a "maior limousine" do mundo.


Disponho actualmente , para além dos meios publicos atrás referidos , de duas pontes para acesso à capital !

Em breve os cidadãos do resto do país vão contribuír para ver ainda melhorada a minha situação já de si privilegiada, com a construção de uma nova ponte que trará ainda mais alternativas de acesso a essa panóplia de oferta e de transportes , e também de um TGV que trará Madrid e a Europa para mais perto de casa e também um Novo Aeroporto , mais moderno e maior que o existente que já não serve, mas onde se continuam a gastar rios de dinheiro . Agora, antes de o fechar , até vão finalmente lá fazer chegar o Metro.

Venho pois, muito reconhecer agradecido entre outros aos residentes de :

Linhela , Lebução,Tronco , Pinelo, Coelhosa ,Algoso , Urros ,Labruja , Bico, Cabração , Oldrões, Chazendo, Rendo, Sobral de Casegas , Farroupa , Alf
rivida , Folgas, Souto , Capelins, Funcheira , Sáfara, Brinches , Pereiro ... e também de ...Trevões, Nespereira, Prova, Freixedo, Besselga, Avelãs de Cima, Bajancos, Fármio, Chão de Vã, Lentiscais, Soalheira, Ciladas, Gafanhoeira, S.Manços, Tojais, Peladinho, Picota, Currais de Boeiros e Vaqueiros...

...na impossibilidade de agradecer a todos os residentes de todas as terras de Portugal que contribuem de uma forma tão generosa para que cidadãos como eu possam agora contar nas suas deslocações diárias, com mais uma proeza da nossa engenharia, apesar de só remotamente dela possam usufruír !

Agradeço também a alegria assim permitida a Alfredo Monteiro , Carlos Humbero, João Lobo , Maria Emilia... pelo " realizar de um sonho com mais de vinte anos... duas décadas" que deixou extasiados de alegria estes autarcas da Margem Sul.


Podem os caros concidadãos ter a certeza que terão em mim um denunciante caso o dinheiro dos vossos impostos venha a servir , não para o desenvolvimento de todo o país , mas para o enriquecimento dos xicos-espertos do costume, com a ajuda dos que agora tanto, e em público, rejubilam !

_______________________________________________

POST-SCRIPTUM


Sei que muitos de vós que contribuem para manter viva a nossa agricultura , para manter verdes os nossos campos e de pé as nossas florestas , não têm ainda luz eléctrica nem água canalizada , nem telefone e muito menos internet de banda-larga , sei também que viram as escolas que os vossos filhos frequentavam fechadas, tal como os Correios, os Centros de Saúde, as Maternidades e as Urgências dos hospitais que existiam , mas caros concidadãos, têm que compreender que há um esforço a fazer e que não dá para tudo !

Da minha parte o agradecimento é sincero. Estou em dívida para convosco!

12 comentários:

Paulo Edson Cunha disse...

Estou em perfeita sintonia, pelo menos com o tom irónico e revoltado aqui exposto.
Claro que a margem Sul precisa de uma ponte. Claro que um novo aeroporto é uma exigência do País.
Até posso compreender que seja bom para o País o TGV (embora pessoalmente não concorde)
Agora, a questão da desertificação do interior a que este Governo está a votar o nosso País merecia, no mínimo um amplo debate.
Escrevi isso, com alguma dose de ironia em 2006, no "Notícias do Seixal" num texto que previa ser futurista chamado "Um conto (lá para 2008) e estando agora em 200, convido-vos a reverem (e verem se falhei por muito), já que o publiquei no blogue no ano passado, neste endereço:
http://pauloedsonc.blogspot.com/2007/05/um-conto-l-para-2008.html
Cumprimentos

Anónimo disse...

Este texto mostra que vivemos muitas das vezes, governantes e governados afastados da realidade e do país real.

J.A. disse...

Temos o que temos na margem sul graças ao PCP, se não fosse o PCP através da CDU ainda estávamos na idade da pedra. Era lá que o Pontoverde devia estar.

ex-militante disse...

O mal dos Camaradas é que andam há trinta e quatro anos a ignorar os pobres e a querer acabar com os ricos, quando deviam era querer acabar com a pobreza e deixar os ricos criar riqueza e pagar impostos!
Quem ainda anda na idade da pedra sei eu bem quem é.

Velas do Tejo disse...

Idade da Pedra?!

Isso faz-me lembrar Cuba. Será ironia que aquilo lá é comunista?!

João Afonso disse...

Este post do ponto verde demonstra que é mentira tudo aquilo que ele aqui escreveu ao longo de vários anos! É que o homem ao longo de anos tem escrito que a margem sul é o pior sitio do mundo... Agora conclui que é o melhor!... Isto é tão bom, aqui há tudo e nem precisamos de mais investimentos... Assim é que eu gosto de ouvir... A coerência deste ponto verde é um ponto!...
PS: atenção que os SAP e escolas não tem encerrado só no interior, aqui no concelho do Seixal encerraram os SAP de Corroios e Seixal e encerrou a Escola Moinho de Maré

EMALMADA disse...

Aplaudo este retrato de uma faceta sinistra da administração deste país no pós Abril 1974 sintonizado com o que de mais negativo nos trouxe a globalização do final do sec. XX, do progresso económico só para alguns, os já detentores da maior riqueza, os grandes grupos capitalistas e o enfraquecimento deslizante dos Estados, pela mão cúmplice de governantes e autarcas, perante o Poder Económico.

Ponto Verde disse...

O Sr. João Afonso só lê o que lhe convém !
É pena não atingir onde pretendo chegar, talvez lendo o post de amanhã perceba mais um pouco.
Entre o que pretendo sublinhar está o desperdicio panfletário que tanto por cá abunda quando o país tem desiquilibrios e faltas primarias para a maioria dos seus habitantes e para a maioria da sua área.
Quero sublinhar o pouco solidários que somos para quem acaba por ser solidário com a vaidade citadina.

Anónimo disse...

Pré históricos são os comunas e da idade da pedra basta vê-los a pavonearem-se nos plenários da camara e sitios parecidos. Parecem da idade da pedra lascada. o que dizem nos plenários parece o gato fedorento pré-histórico. Fica-se com a sensação que ainda se vive na idade em que o homem resolvia as coisas à mocada nas cabeças. Amanhã vai haver outro plenário para derrubar o governo.

Anónimo disse...

O João Afonso é estúpido. Só tem meio neurónio. E é se tem talvez tenha só 1/4 de neurónio.
Felicito o autor do blog pelo excelente trabalho.

Anónimo disse...

SOLIDARIEDADE ZERO É O QUE É!

shinoyan disse...

Eu vi o seu site, very nice site para você, por favor, me link. http://161618.blogspot.com/