quarta-feira, novembro 14, 2007

A BAÍA DO BETÃO




São já visíveis os traços do que daqui a pouco tempo será a muralha de betão á volta da Baía do Seixal (Freguesias de Arrentela e Seixal), que começa na Torre da Marinha e irá até à Quinta da Trindade.

Na maioria dos casos não é já possível descrutinar o rio a partir dos núcleos mais antigos ou das urbanizações concluídas há um ou dois anos, pois à frente dessas ergueu-se nova faixa de prédios, logo que a "vista dos ateriores foi vendida."...

E na linha da frente, onde à partida não será mais possivel construír, a não ser as prometidas Marinas (ou as "moradias" que já estiveram no projecto) temos a urbanização de condomínios fechados A.Silva & Silva da Quinta do Outeiro.

Sobre esta urbanização seria justo que a autarquia esclarecesse os munícipes e os portugueses se há ou não, regime de excepção e de privilégio deste grupo económico sobre os demais , na Comunidade Europeia, no País, na Região e no Seixal, é que os grandes negócios já concretizados sem concurso publico, da construção / aluguer dos Edifícios Técnicos e dos Paços do Concelho levantam algumas dúvidas...




É que para já é excepcional a localização desta urbanização, práticamente em cima do Rio, em terreno que era uma pequena unidade produtiva (mais uma alteração de Industria para Habitação) , é fantástica...e até parece promíscuo nos terrenos contíguos e em obra contemporânea, estarem a ser erguidos os tais Paços do Concelho.





A mesma promiscuidade está presente no passeio ribeirinho... quem construíu (A.Silva & Silva) quem pagou??? Quanto Custou ??? O que sabemos é que duas entidades tiram dividendos da obra, a autarquia que reclama a ter construído dois quilómetros de ciclovia...que são bem aproveitados pelo grupo A.Silva & Silva para fazer a promoção da sua urbanização no local...


Será que alguém responde a estas questões ?

Pelo menos a esta, há uma posição de privilégio e subserviência da Câmara municipal do Seixal ao Grupo A.Silva & Silva ?

7 comentários:

ex-militante disse...

Respondo com outra pergunta, mas há dúvidas?

Anónimo disse...

O negócio ruinoso e de dependência absoluta no Grupo A.Silva & Silva com a construção dos novos Paços do Concelho :

"Valor da renda.
Prevê-se uma renda inicial de €:154.000 euros/mês, o que equivaleria a cerca de 1.850.000,00 euros/ano, mas isso não é verdade.
O contrato prevê que a senhoria impute no arrendamento o valor do IMI.
Claro que a Câmara só tem que aceitar esta posição contratual por parte da ASSIMEC; na realidade não criou condições de concorrência e agora, se o Seixal quer um edifício dos Paços do Concelho com alguma dignidade só tem que aceitar o que lhe é exigido, de contrário, não há edifício.
Vamos aos números.
Valor do imóvel €:25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de euros – valor do IMI anual – 125.000,00, o que se traduz no valor da renda acrescida em mais €:10.000,0/mês, pelo que o valor da renda efectivo iniciar-se-á em cerca de €:164.000,00/mês
O município, enquanto vigorar o arrendamento, com este contrato irá perder 125.000,00 euros ano em benefício de um particular; na prática com este contrato está-se a conceder um benefício fiscal ao Grupo A. Silva & Silva que, do ponto de vista do princípio da igualdade é inaceitável politicamente e com um prejuízo económico efectivo para o município (...)

portugalweb disse...

O novo edifício, construído de raiz no Parque Industrial do Seixal, com um investimento que rondou os 17 milhões de euros.

Os 16 mil m2 das novas instalações vão acolher os serviços operacionais da autarquia, até à data dispersos pelo município, sendo que a transferência de equipamentos e material tem vindo a ser feita nas últimas três semanas, "para não perturbar o normal funcionamento dos serviços".

"No próximo mandato" - adiantou ao PÚBLICO Alfredo Monteiro, presidente da Câmara do Seixal (CDU) - "será a vez de construir um novo edifício para os Paços do Concelho". O projecto está "praticamente pronto" e o objectivo é, mais uma vez, "centralizar, articular e melhorar serviços", frisou o autarca.
Sem recurso a fundos estatais ou comunitários, o investimento foi possível através de uma contratualização com privados. Os 17 milhões de euros foram assegurados pela ASSIMEC, uma empresa sedeada no concelho, "no quadro de um contrato celebrado com a Câmara Municipal, na sequência de uma consulta pública". A autarquia optou por uma solução de arrendamento do espaço, prevista no contrato, no valor de cerca de 130 mil euros mensais, sendo que a opção de aquisição pode ser concretizada no final de cada semestre.

www.juventudeseixal.blogspot.com disse...

Infelizmente há várias questões que esta maioria se recusa prontamente a responder, ou finge que não ouve as perguntas.

Não se sabe quanto custou nem nunca se saberá, pois isso ficará sempre entre a CM e a AS e Silva.

Enquanto o PCP tiver maioria absolouta não vão prestar contas a ninguem, tirando ao comité central.

Ponto Verde disse...

Sobre os Edifícios Técnicos:

O edificio teve um orçamento de 17 milhões de euros em instalações que ocupam qualquer coisa como 16 mil metros quadrados.

Mas como conseguiu uma autarquia falida, com destaque na lista das câmaras mais endividadas conseguir construir tal obra? Ainda por cima sem qualquer recurso a fundos estatais ou comunitários (o estado não tem dinheiro para estes luxos, e a Comunidade não apoia estes jogos...) Ora é para isso que servem as parcerias... os 17 milhões de euros do investimento foram assegurados pela ASSIMEC uma empresa do grupo A.Silva & Silva e sedeada no concelho.

Conforme o citado no artigo de Claudia Veloso no Público "no quadro de um contrato celebrado com a Câmara Municipal, na sequência de uma consulta publica" a autarquia optou por uma solução de arrendamento do espaço, prevista no contrato no valor de 130 000 euros mensais, sendo que a opção de aquisição pode ser concretizada no final de cada semestre.

Isto para linguagem que se entenda, o edificio é arrendado, logo propriedade de quem o pagou...ASSIMEC, a câmara faz um brilharete... é como alugar um Ferrari para impressionar as miudas... só que aqui quem paga o luxo não é o vaidoso que aluga o Ferrari, são os contribuintes, nada mais nada menos que VINTE E SEIS MIL CONTOS POR MÊS, mas resta a consolação a quem aluga o Ferrari, é que se entretanto lhe sair o totoloto...até pode comprar o Ferrari...

Imagine-se o que poderia a autarquia fazer com os VINTE E SEIS MIL CONTOS POR MÊS se se mantivesse nas antigas oficinas e não se tivesse metido nesta vaidosisse como se diz cá pelo Sul...

mário da silva disse...

Email enviado para os 12 dos deputados do PC e Verdes e para o email oficial do PCP.

Camaradas,

Tenham vergonha na cara e façam alguma coisa.
Até os verdadeiros comunistas da Margem Sul já sentem vergonha de tudo o que por cá se passa e o vosso silêncio público é escandaloso.

http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/deixa-me-rir.html
http://a-sul.blogspot.com/2007/11/viaturas-verdes.html
http://a-sul.blogspot.com/2007/11/revelaes.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/s-gastaram-isso.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/ser-politicamente-sustentvel.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/vida-est-m-para-quem.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/saem-mais-12000-contos-para-tremer-o.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/baltazar-expilica.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/demagogia-feira-maneira.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/490-mil-euros.html
http://alhosvedrosaopoder.blogspot.com/2007/11/quanto-espera-um-poltico-por-um-carro.html
http://a-sul.blogspot.com/2007/11/quercus-contra-nova-cidade-do-vitria.html
http://a-sul.blogspot.com/2007/11/o-milagre-da-rosa.html
http://oplano.blogsome.com/2007/09/12/frei-tomaz-volta-a-atacar/
http://oplano.blogsome.com/2007/09/20/grandes-amigos-do-peito-do-pcp-local/
http://reason.blogsome.com/2005/10/21/a-vida-e-dura/
http://reason.blogsome.com/2005/10/25/joao-lobo-na-reforma-coitadinho/
http://reason.blogsome.com/2005/10/24/indignacao-natural/
http://reason.blogsome.com/2005/11/28/e-favor-mandar-uma-copia/
http://reason.blogsome.com/2005/11/25/156/
http://oplano.blogsome.com/2006/02/21/parece-que-a-revisao-do-pdm/
http://oplano.blogsome.com/2006/02/15/haja-santa-paciencia/
http://oplano.blogsome.com/2006/02/08/a-avestruz-e-o-lobo/
http://oplano.blogsome.com/parque-tematico/
http://oplano.blogsome.com/2007/02/28/resumo-de-alguns-escritos/

http://reason.blogsome.com/2005/10/12/isto-e-a-gente-a-falar/

De notar que os intervenientes são sempre os mesmos, seja no Montijo (quando CDU), seja na Moita, seja em Setúbal e que os "esquemas" nebulosos são tão inacreditavelmente feitos às claras que é escandalosa a pouca vergonha.

Tudo isto é assente em documentos públicos e não é pura maledicência como fácilmente os camaradas poderão comprovar.

Como podem acusar os outros se fazem exactamente o mesmo nos sítios onde o PCP tem o PODER para fazer diferente?

É esta iniquidades, é os "amigos" construtores civis, é os negócios e os protocolos que favorecem alguns poucos em milhões e que manietam o desenvolvimento sustentável e a protecção do ambiente (que o PCP e mais ainda os Verdes deveriam pugnar por defender), é as reformas de nababo ao arrepio do que o próprio partido "considera um crime".

É tudo demasiado ignóbil para que a CDU continue a fingir não vêr.

Espero sinceramente que tomem medidas. Isto precisa de uma purga séria.

Os outros (PSD, CDS e até PS) fizeram-no e perderam algumas câmaras (que o Povo é estúpido e muito pouco politizado, infelizmente), mas fizeram-no. Que esperam vocês para fazerem uma "varredura" nisto? Pelas próximas eleições?

Eu não sou comunista. Eu sou Democrata (com D grande) e custa-me cada vez mais vêr o que os partidos políticos estão a fazer às conquistas de Abril.

Foi por causa de situações destas que a República se implantou e seguidamentem a Ditadura Salazarenta. Descreiam do Povo e continuem a pressioná-lo com estas ignominias e verão a tampa a explodir... e desta vez não serão cravos, camaradas, não serão cravos!

Com os melhores cumprimentos,
Mário da Silva


Duvido que haja resposta e como também não tenho porta aberta nos jornais da região como certos camaradas banheirenses têm sempre que querem...

Até mais.

m disse...

O email passou a estar aqui.

Era bom que outros o adaptassem ao seu estilo e o enviassem para os mesmos destinatários.

Quantos mais formos a enviar mais difícil será para eles "ignorarem" o que se passa.

Caso precisem o Anonymouse ou o Web2Proxy estão sempre ao virar da esquina.

Experimentem aqui com e aqui sem.

Até mais.