sábado, novembro 10, 2007

FOGOS DE VERÃO...DE S.MARTINHO



Estes dias de Novembro, no chamado verão de S.Martinho, cujas brasas são tradicionalmente as da lareira e de algum magusto querem dizer pelo menos duas coisas.


A primeira é que mesmo carecendo de comprovação científica, é notório que algo vai mal com o nosso clima , as assincronias começam a ser tantas e com uma tendência tal que se não é ainda preocupante começa a fazer sentido alguns estudos sobre alterações climáticas já publicados e o alerta de que as consequências não serão só sentidas fora de portas e bem longe, mas que nos afectará também de uma forma ou de outra.


A segunda constatação é que os politicos que já tinham traçado alguns balanços e engalanado em arco com um Verão também ele climáticamente atípico e só por isso com pouca área ardida , deveriam saber que literalmente , até ao lavar dos cestos é vindima e este record de área ardida em pleno Verão mas de S.Martinho mostra que o rei vai nu e que parece que falaram e se autoelogiaram antes do tempo.


Portugal vai continuar a arder, e este Verão não aconteceu o que aconteceu na Grécia ou no mês passado na Califórnia por mera orte de um Verão húmido e com temperaturas abaixo do normal.

Continua-se sem fazer a prevenção necessária, as desmatações e as limpezas (com aproveitamento da biomassa), e quando essa limpeza é contratada e efectuada, as autarquias e os serviços florestais esquecem-se de pagar atempadamente às empresas (geralmente pequenas e micro-empresas) pelo trabalho, de relevo social e ecológico efectuado.

Enquanto forem os "meios aéreos" as "brigadas de intervenção rápida" e os corpos de bombeiros os protagonistas deste filme de terror que se repete ano após ano, e permitir por falta de pagamento, que quem faz no terreno a prevenção vá à falência ou viva no presente com as dívidas contraídas para prestar o serviço já executado (pondo em causa acções futuras com as consequências trágicas previsíveis) ... os cenários mais terriveis só não acontecerão por mero acaso ou capricho climático ... Este S.Martinho aí está para o comprovar !

5 comentários:

Luis Eme disse...

Apesar do sol andar por aí à solta, não se podem comparar temperaturas ligeiramente acima dos vinte graus com as de quase quarenta do Verão...

Há é muito desleixo e irresponsabilidade...

Mas claro que o clima já não é o que era, aqui ou em qualquer parte do mundo... mas continuamos a cometer os mesmos erros.

João Afonso disse...

A culpa destes incendios é dos perigosos autarcas comunistas da margem sul! È sabido que para o A-Sul eles são os culpados de todos os males do mundo, por isso deve ser o Alfredo e a Emilia que tem andado a atear os fogos de São Martinho!

Ponto Verde disse...

Caro João Afonso, hoje, no fim de um dia de S. Martinho só me dá vontade de rir o seu, sem dúvida, etílico comentário, bom acordar amanhã é o que lhe desejo!

o josé disse...

João Afonso: Deve ser cá um cromo... será possível que tenha cabeça tão enterrada na areia que tenha ido parar à China, terra do irmão Mao, (agora transformada em terra em que o livrinho vermelho se transformou no livrinho de cheques).

Sai dessa, pá! Já devias ter passado da fase da "negação", pelo menos para a fase da surpresa. Acorda, pá! Faz-te homem, e pára de ser o canito do dono a abanar a cauda!

João Afonso disse...

Está explicado, para o ponto verde a culpa agora é do etilico... Com tanto disparate que ele escreve, dúvidas não restam de que o etilico não lhe sai da cabeça... Uma sugestão ponto verde procura os alcoolicos anónimos e cura-te!
Quanto ao ponto josé... se alguém aqui é a voz do dono é o ponto verde, viu-se como abanou a rabinho em elogios ao Vereador Samuel, o qual se limita a reproduzir os discursos do grande lider Fonseca Gil...