segunda-feira, fevereiro 26, 2007

SEIXAL - O PERIGO NA RUA




























A queda numa destas caixas significa caír num poço com mais de três metros de profundidade e com água no fundo.


Continua na justiça o longo processo (clique) da criança que morreu por ter caído numa caixa de esgoto (clique) numa via pública do Seixal, junto à Ponte da Fraternidade, a autarquia e sua assessoria juridica continua a não assumir as culpas da morte de uma criança que veio brutalmente a ser descoberta afogada na central elevatória de esgoto mais próxima.

No entanto as armadilhas nos locais mais movimentados do concelho continuam potencialmente a poder fazer idênticas vitimas sem que ao que parece haja por parte da autarquia uma preocupação e um cuidado em que uma situação dramática como a atrás mencionada não se repita.

A situação documentada na imagem ocorre numa das zonas mais movimentadas do concelho, a ligação entre a estação de comboio Fertagus do Fogueteiro e o Centro Comercial Continente - Rio Sul. As duas caixas de esgoto sem tampa estão assim há meses, podendo de um momento para o outro vir a ser palco de um qualquer acidente ou mesmo de mais uma tragédia.

Será que na autarquia não há ninguém que veja isto?

7 comentários:

ex-militante disse...

Os senhores autarcas só andam de viatura, estes locais de passagem é só para quem tem passe esses até podem caír no esgoto que os advogados da câmara depois estão lá para impedir que se faça justiça.

ex-militante disse...

É pá isto está bué da dificil cá vir e ainda mais cá pôr um comentário, não anda para aí sabotagem ó ponto?

antónimo disse...

Tudo bem, por mim entendo...
"Perante este estado de “vale-tudo” é ou não aceitável a denúncia anónima ? É feio ? É criticável ? Pode ser ! E a atitude dos representantes, ainda por cima legítimos, dos cidadãos, não o é ? É bonita ? É louvável ? Tudo na vida são opções por determinados valores em detrimento doutros. Umas vezes o futuro abençoa as nossas opções outras vezes não…"
A partir daqui precisaria de mais algumas dicas para entender.
"Parece haver quem disponha de tempo e de meios e de falta de melhor ocupação para encetar investigações que podem garantir o louvor ou a rápida promoção não se furtando ao uso de metodologia digna duma qualquer policia política embora me pareça que a competência para esse tipo de investigação pertence a um certo órgão do Estado coadjuvado pelos órgãos de polícia criminal e é feita a pedido e não a qualquer Prokuratura paralela de cariz partidário, de legalidade mais do que duvidosa e atentatória dos mais básicos princípios do estado de direito democrático."

Anónimo disse...

As denuncias são anónimas, mas o seu conteúdo é ou não verdadeiro? P.e. Há caixas de esgoto hoje ali neste estado?

Anónimo disse...

Ter ruas neste estado é um crime, não acatar a lei aceitando as consequências de ter os espaços publicos neste estado é uma pouca vergonha.

xico disse...

Isto só no Seixal é q é possível, assim como o cheirete a porcaria que vem da lixeira, que miséria

outsider disse...

Pela gravidade da situação, o melhor é informar a CMS para não haver outra desgraça igual. Assim não acusam de oportunismo político quem o denunciou, e os advogados da CMS não tem de usar a sua douta proficiência para empatar a resolução de outro caso igual ao acontecido em 1999. O pessoal é do contra, não é !