domingo, janeiro 08, 2006

SEIXAL - BETÃO SOBRE A BAÍA 3
















Quinta do Outeiro, a nova muralha de betão sobre a Baía do Seixal

Aqui estão imagens actuais da Quinta do Outeiro, o novo empreendimanto A.Silva & Silva que vai levar o betão bem sobre o Rio, talvez se pudesse chamar antes "Quinta do Betoneiro" mais de acordo com as novas caracteristicas do local agora já limpo de "inestéticos pinheiros mansos" e "sobreiros" um verdadeiro entrave ao progresso e ao bom gosto estalinista reinante...

4 comentários:

PONTO GLORIOSO disse...

Confira o vídeo do Centro de Estágio do SLB.

www.slbenfica.pt/Info/Clube/CentroEstagio/centrodeestagio_home.asp

Anónimo disse...

É inacreditável , se vão fazer o que diz esta Câmara esta a atingir todos os limites.

Célula Cavaquinhas disse...

Querem mais novidades betonizadas? Também já comexo a tar farto destes cambalaxos dos meus camaradas dirigentes, aqui no Seixal. Vou dixer ao Jerónimo!

Em frente à Excola das Cavaquinhas o A. Silva e Silva também vai conxtruir um mega projecto.

Ixto é que vai aqui uma loucura betonizada?

Deixaram primeiro conxtruir uma excola nova e agora toma lá uma urbanixação. Expertinhos...

LL disse...

O melhor mesmo é terraplanar o concelho por inteiro, enchê-lo de torres altas (que o preço do m2 está pela hora da morte), mais uma ou duas grandes superfícies comerciais, jardins de pacotilha, com umas árvores raquiticas e um canteiro de relva com a placa "por favor não pisar", avenidas de 4 faixas de rodagem para um eficaz escoamento do trânsito em direcção a Lisboa. Adicionar a tudo isto, poucos lugares de estacionamento, porque o m2 é caro e não é para lugares de estacionamento grátis... eu aponto para qualquer coisa como um concelho de 500 mil habitantes, qualquer coisa com 5.300 hab por km2, isso sim uma meta digna de registo (os números actuais apontam para 1.500 hab por km2)!
Vamos fazer do Concelho do Seixal, uma Hong Kong do ocidente!
E, essa preocupação com o rio, o ambiente, a qualidade de vida, as árvores e as quintas históricas, vamos deixá-la para os outros, para o Estado, para os outros concelhos, para os outros países, nós por cá gostamos é de viver todos bem aconchegadinhos uns nos outros.
A todos os que se identificam com esta visão, aconselhava-os a irem viver para o Cacém que já está muito próximo disto e deixassem que por uma vez que fosse, se pudesse pensar uma urbe com tempo, com razão e com sustentabilidade, ao invés de andar a reboque de interesses imediatistas!
Uma inventariação da quantidade de urbanizações a construir no Seixal e dos números de habitantes previstos por certo assustar-nos-ia! Mas infelizmente, pessoas existem para quem o desenvolvimento é isto... é o progresso!

Bardamerda para este progresso!