quarta-feira, janeiro 11, 2006

AMANHAR A TERRA EM ALCOCHETE
















Em Alcochete é ainda tempo de amanhar a terra, prepará-la para a nova sementeira que na próxima estação se renovará , como sempre até aqui, mas as gruas que se conseguem ver ao fundo mostram a sementeira dos tempos presentes, aquela que fechará o ciclo e secará no futuro a hipótese de quaisquer outras.















Não longe do local da primeira imagem, num terreno com as mesmas caracteristicas e aptidão agrícola nasce mais uma urbanização de consideráveis dimensões, decalca-se com a Ponte Vasco da Gama o modelo ao que parece ainda não esgotado , da Ponte 25 de Abril. Nada se aprendeu.

Os mesmos erros, os mesmos interesses instalados... Dois mundos que se cruzam pela ultima vez porque há um que inevitávelmente desaparecerá. Sinais do progresso... tem que ser assim... é a Europa e o desenvolvimento... É mentira, nada mais falso.

Na Europa Rica não é assim!

Que modelo é este que tentamos passar como desenvolvimento, tão diferente do que lá se faz e que não nos tira da cauda dessa mesma Europa?

2 comentários:

Luciana disse...

Fotos 2005: http://www.msnbc.com/modules/yip05/dw.asp?nStartOn=1

Fica bem!

Anónimo disse...

Este país é uma pena. Ainda terá emenda?