domingo, maio 18, 2008

O ESTADO DO PLANETA (UM BALANÇO)






Acima , dois excelentes videos com a assinatura National Geographic !

O MUNDO está a Mudar , mude você também , pequenos gestos fazem a diferença !

5 comentários:

Anónimo disse...

e pela primeira vez(peço desculpa se me engano), um orgão se não oficial pelo menos oficioso, do Partido Socialista local, manifesta o seu posicionamento relativamnte aos blogs locais da autoria de cidadãos.
Vidé em

http://js-seixal.blogspot.com/

Anónimo disse...

In http://aldeia-paiopires.blogspot.com/

Norte do País apresenta o maior número de casas vagas e degradadas
"A equipa técnica que está a elaborar o Plano Estratégico de Habitação e algumas das conclusões dessa equipa são as seguintes:

“Quanto à distribuição no território nacional, o Norte é a região que apresenta maior número de casas vagas”

“Para conseguir uma melhor gestão do parque habitacional, o Plano Estratégico vai apostar na reabilitação, uma vez que além das casas vagas devolutas o diagnóstico nacional aponta para a necessidade de obras em 190 mil casas de residência habitual. O Norte e o Centro concentram as maiores percentagens de casas degradadas.”

Alguns dos “bloguistas" do Concelho do Seixal já sabem quem são os responsáveis por esta situação, como não podia deixar de ser, os responsáveis são os autarcas comunistas que estão à frente dos destinos dos municípios do Norte e Centro do País."

Mais uma vez os meus parabéns ao Aldeia por este excelente comentário. É bom saber na teia de interesses em que se transformou a blogosfera no Seixal ainda há alguém com a lucidez do Aldeia.
Fica-se á espera da resposta do Ponto César Verde a esta realidade que desmente 500 posts do ponto césar verde!

nunocavaco disse...

Parabéns para quem merece!

Refiro-me ao anterior comentário.

o josé disse...

Uma visão Comunista das questões ambientais / exploração dos recursos naturais / capitalismo e especulação:

"Marx e Engels compreenderam que o aumento da exploração capitalista da natureza esgotaria os recursos naturais indispensáveis à sobrevivência. No entanto, Marxistas posteriores consideraram frequentemente que aumentos de produção incanssantes poderiam ser possíveis, atingindo-se o degrau do “triunfo do homem sobre a natureza”.

No entanto, não é possível triunfar sobre a natureza. Podemos apenas compreender melhor os sustemas naturais e trabalhar dentro dos seus limites. Uma vez ultrapassados os limites naturais cruciais, causamos danos à mesma natureza da qual a nossa sobrevivência depende.

Como materialistas dialéticos, compreendemos que tudo se encontra relacionado, que tudo se atinge através de um processo de mudança constante, e que as mudanças quantitativas levam a mudanças qualitativas. Tal como os sistemas políticos e económicos acumulam pequenas mudanças quantitivas ao longo de grandes períodos, mas acabam por atingir limites de ruptura, o mesmo se passa nos sistemas naturais.

Quase diariamente há notícias novas sobre o impacto actual do aquecimento global – desde a diminuição da espessura da camada de gelo no Ártico, até à quebra e deriva no mar enormes secções da placa de gelo da Antártica, passando pelos sinais que demonstram que a primavera começa a chegar mais cedo em certos locais (e simultaneamente outors locais começam a ter invernos mais intensos), e ainda os estudos que demonstram que as “zonas mortas” nos oceanos têm aumentado(...)

Há custos directos do capitalismo, enraizados na exploração do trabalho humano para a obtenção do lucro, mas há igualmente sérios custos ambientais. A produção industrial, agricultura e distribuição capitalistas exploram os recursos naturais de que dependemos, numa cada vez mais rápida corrida em direcção à catástrofe.

O Capitalismo privilegia o lucro relativamente às pessoas, a especulação de curto-prazo em relação à sustentabilidade a longo prazo; privilegia a exploração da natureza, dos trabalhadores e dos consumidores em relação à manuteção de relações mutuamente sustentáveis; privilegia o esgotamento rápito de matérias-primas e recursos relativamente à investigação de novos processos industriais; dá ainda prioridade ao pagamento do mínimo possível pelo trabalho, matéras-primas, energia e processos de processamento de resíduos.

O que é que isto significa para o trabalho dos Comunistas?
É um erro pensar que compreender e actuar os problemas ambientais é uma tereffa que pode ser delegada a outras entidades.

Demasiadas vezes temos visto os assuntos ligados ao ambiente serem adicionados à longa lista das coisas sobre as quais que devíamos estar a fazer qualquer coisa, mas sobre as quais não fazemos nada. Temos abordado os assuntos ambientais como se fosse algo que nos obrigasse a largar as tarefas sobre as quais tradicionalmente trabalhamos, ou as delegássemos a um movimento diferente, especializado no assunto. Mas a realidade é que quaisquer lutas em que estejamos presentemente envolvidos têm sempre um lado ambiental, e este lado tem aumentado de importancia.

A criação de uma economia sustentável que não degrade o ambiente é um aspecto importante do movimento juvenil – protegendo a terra para os jovens e para as futuras gerações."

in: Marc Brodine Marxist report on global warming, March 29th, 2008. Do site do Partido Comunista dos Estados Unidos da América (http://cpusa.org/article/articleview/931/1/152/) (partes traduzidas)

Provavelmente os "Comunetas" que mandam na margem sul devem achar que betonizar e alcatroar a torto e a direito, com mão de obra ilegal e sob a capa de empreiteiros de offshores é Marxismo... Só podem serm Comunetas, porque os Comunistas a sério, como se expõe, pensam o contrário.

Ponto Verde disse...

O conceito de NORTE é muito generalizado...quem fez a antiga 4ª classa sabe que há mais habitantes a "NORTE" ... que houve desde sempre mais emigração...mas e por concelhos ?

E Parabéns :

"É bom saber na teia de interesses em que se transformou a blogosfera no Seixal ainda há alguém com a lucidez do Aldeia.
Fica-se á espera da resposta do Ponto César Verde a esta realidade que desmente 500 posts do ponto césar verde!"

Só não percebo mais uma vez essa do Cesário Verde, deve ser uma "private joke".

Bom , então já podem dormir descansados, deixar de ameaçar em reuniões de Câmara ou/e do Partido esta "teia de interesses" . Pois é claro que vão viver felizes para sempre.