quarta-feira, março 05, 2008

TELHADOS DE VIDRO-CIMENTO




Do Jornal Comércio do Seixal
:


Drogas, prostituição e lixo à porta de casa .

Espaços abandonados são propícios a situações de degradação. É perante este problema que se encontram os moradores e comerciantes instalados junto às antigas instalações da Filosela- Fábrica de Fiação e Produtos de Seda, no Fogueteiro, onde funcionaram as Oficinas da Câmara Municipal. Hoje o espaço só tem para oferecer edifícios em ruínas, onde covivem ratos e toxicodependentes. A retirada das vedações por parte da autarquia parece ter piorado a situação.

O tema aqui despoletado a 24 de Janeiro (veja aqui o video) , de forma tão bem documentada que mereceu uma chamada de atenção por Pedro Rolo Duarte na Antena 1 em 26 de Janeiro (ouça aqui) , e com destaque no blogue Janela Indiscreta no mesmo dia .
Voltou aqui a ser abordado a 31 de Janeiro .
Entretanto houve diligências no sentido do conhecimento e esclarecimento desta situação junto da autarquia , pedido e comunicado pelas vias burocráticas normais e também na blogoesfera por pa
rte de quem tem responsabilidades autárquicas, mas na oposição, nomeadamente o Dr.Edson Cunha (PSD).

Entretanto saíram vários números do Boletim Municipal e nem ali, nem no seu clone electrónico para os quais todos contribuímos , veio alguma explicação ou foi entretanto , restaurada a lei e a ordem no local do Fogueteiro hoje já conhecido como o Hipermercado da Droga.

Passado mais de um mês , finalmente o tema foi abordado em público , pelos eleitos da maioria, novamente ao serem questionados por iniciativa do PSD na ultima sessão da Assembleia Municipal, tendo sido também tema de primeira página no Jornal Comércio do Seixal de 29 de Fevereiro .

A laboriosa máquina de branqueamento de imagem do PCP deixou escapar a realidade para a rua , uma realidade que , para além da degradação e da criminalidade, transpôs para o cidadão outras duas situações, o alegado projecto a la carte que a autarquia parece querer "oferecer" a alguém que não os actuais proprietários com a "reconversão" daquele espaço . E da escandalosa incompetência revelada pela maioria CDU, nomeadamente na figura do Vereador do Ambiente .

E o mais importante, não se vislumbra a desejada naturalização daquele espaço para o fundamental "corredor verde" tão necessário ao concelho, um corredor verde que ligue a Baía e os pinhais no eixo ainda verde Rio - Flor da Mata - Pinhal das Freiras (Sítio Rede Natura 2000)!

Curioso é o facto de uma moção que requeria a reposição da vedação retirada e a restauração da ordem pública no local, ter sido rejeitada pelos eleitos da maioria em mais um contributo para o clima de insegurança e de criminalidade grave em que vivemos .

Volto a sublinhar que é um espaço onde já resultou a morte por espancamento de um sem-abrigo , cidadão de Leste , onde se trafica e consome droga e onde se pratica prostituição , paredes meias com uma zona residencial, o Rio Sul Shoping, uma Estação de Serviço e numa das zonas mais movimentadas .
É também imobiliári
amente , mas também ecológicamente , uma das zonas mais valiosas do concelho do Seixal.

Também volto a sublinhar que as construções não estão em ruína técnica , estão sim vandalizadas , vandalização d
a responsabilidade da autarquia que as abandonou e retirou os meios de segurança existentes , vedações e seguranças.

Relembro que as instalações são formadas por várias naves que serviam o Parque Auto da autarquia e outras atribuições técnicas , havia uma cozinha devidamente equipada, balneáreos, escritórios e gabinetes vários que poderiam ter sido reconvertidos com a retirada ruinosa para a autarquia para umas instalações alugadas em Coina à empresa A.Silva & Silva.

Entretanto, com o trabalho de pesquisa publicado no Comércio do Seixal sabe-se que os outros co-proprietários daquele apetecível espaço têm visto recusadas propostas de reconversão apresentados à autarquia depois de em 2000 terem sido para tal instados pela autarquia, projectos esses recusados , levando uma das proprietárias a afirmar:

"Todas as vezes que pretendemos negociar com a Câmara há qualquer coisa que emperra as coisas. Temos conhecimento que este é u
m dos terrenos mais valiosos do concelho, pela sua localização.

Ultimamente, sentimos que a Câmara está a fazer tudo para nos levar a saír daqui. E já tivemos ameaças, mais ou menos veladas, de alienamento do terreno para viabilidade pública. Deixaram este espaço ao abandono, talvez para que acabemos por ceder (...) "

Parece que foi posto a descoberto o móbil deste crime que é o abandono de património dos Seixalenses por quem foi eleito para dele cuidar e valorizar.

O que irá acontecer aos espaços agora ocupados pela autarquia no centro histórico do Seixal quando esta mais uma vez se mudar para n
ovos espaços alugados à Construtora A.Silva & Silva?

Vão fazer como aqueles senhorios de má-fé que deixam as janelas abertas para os edifícios irem apodrecendo , não sem antes servirem para alojar delinquentes e actividades criminosas?

É que foi exactamente o que fizeram ou permitiram fazer no Fogueteiro!
_______________________________________________

DESTAQUE





No blogue Rumo a Bombordo uma análise à legislação sobre o programa PER , sendo legítima a pergunta:

As habitações que a autarquia pretendende construír no espaço do Fogueteiro-Torre da Marinha vão ser só para ricos à semelhança da Quinta da Trindade e da Quinta do Outeiro ?

17 comentários:

Paulo Edson Cunha disse...

Ao Ponto Verde deixo o meu reconhecimento, sempre devido, de me ter alertado, assim como a muitos munícipes do concelho sobre esta questão, entre muitas outras.
No entanto, uma frase do que diz pode levar a uma interpretação errada. Refere:
"Passado mais de um mês , finalmente o tema foi abordado por iniciativa do PSD na ultima sessão da Assembleia Municipal, e foi também motivo de primeira página no Jornal Comércio do Seixal de 29 de Fevereiro." O que sendo verdade, falta referir que tomei conhecimento da situação da 24 de Janeiro e a 28 do mesmo mês interpús o requerimento que se pode comprovar com a sua leitura no meu blogue em
http://pauloedsonc.blogspot.com/2008/01/cumprimento-de-um-dever-de-cidadania.html
Ou seja, nem 4 dias decorreram entre ter tomado conhecimento da situação e ter oficilamente (embora em nome pessoal) tomado uma posição.
A Câmara é que, como sempre o faz, nem se dignou a responder, esperançada em que mais este assunto caísse no esquecimento, o que só não sucedeu porque o PSD apresentou o requerimento que também vos dei conhecimento através do meu blogue.
E mais, é um assunto que NÓS não podemos deixar morrer, por isso volto a felicitar o Ponto Verde por este post.
Cumprimentos

Ponto Verde disse...

Agradeço a correcção, a ideia é de sublinhar a altura em que o caso se tornou publico pela RDP no mesmo dia de uma entrevista do Sr.Presidente (considerando que este blogue é desconhecido para os autarcas da CDU) e a data em que obrigatóriamente não podem dizer que desconheciam, pois foi em sede de AM tomado conhecimento público.

Mas vou tentar reformular. Obrigado-.

Paulo Edson Cunha disse...

obrigado pela correcção.
Acrescento que tenho o comprovativo do fax (o OK) e o mail da Cãmara (sistema informático) a acusar a recepção do mail e a garantir que iam tomar as devidas medidas. Essa é a data oficial em que a Cãmara Muncipal do Seixal a partir da qual não pode dizer que desconhecia.
Nesta A.M. já eles estavam "carecas" (desculpem a expressão) de saber

Ponto Verde disse...

Fica então o registo dessa diligência.

O que é facto é que tudo continua como dantes, e que , ainda mais importante , que se recusam a corrigir ... e ainda não explicaram por quem estão mandatados para demolir património perfeitamente viável e utilizável da autarquia.

Não considero que seja liquido os prédios de seis andares para ali propostos, ou que a forma de viabilizar o espaço seja um Parque Temático ...

O que ali está agora é que não! Estar assim como forma de pressionar a aceitar ou até mesmo fazer desejar a demolição (cmo se esta fosse inevitável) é imoral , é criminoso e é anti-democrático!

Considero sim que é um grande tema de discussão pública para o concelho , não a que foi obrigatóriamente feita, mas informando as pessoas com outdoors, no local há até espaço da CMR e do PCP para alguns, utilizando a internet, não para esconder informação , mas para a divulgar e o Boletim Municipal, para além das cinco fotos do Sr.Presidente...

Gostaria de saber o que acontecerá se houver mais mortes no local é que já ali assisti a uma perseguição Hollywoodesca ainda há pouco tempo (PSP decerto confirmará).

Agradeço como municípe as diligências levadas a cabo pelo Dr.Edson Cunha.

Portugal não é um país rico e não pode desperdiçar desta forma recursos, nem defraudar o bem público da forma como entendo estar a ser feita pelos autarcas CDU , pondo em causa o presente (este caso e a desertificação que acontecerá no Seixal com a outra mudança) e empenhará as gerações futuras em exlusividade a UMA EMPRESA!!!

ex-militante disse...

Ganda negociata, mas há dúvidas? O destaque ao bombordo é oportuno para despertar a hipocrisia da CDU "as dissaminações são incomportáveis para as autarquias" não é Estaline ? Mas qual é a opinião do PS sobre o abandono do parque auto do Fogueteiro?

Anónimo disse...

Ó ex qualquer coisa deves estar a tripar, então não sabes que o P.S. cá pelo Seixal é mais PÊ-CÊ YESS , eles são mais bácinas prá raiva, adopte é um cão ou faça como eles e vá dar banho ao melhor amigo.

ana lima disse...

Sobre esta zona como residente e como utente de saúde e de bens sociais no Seixal, para os quais contribuo, gostava de sugerir o seguinte:

-hipótese A- Se temos poucos recursos, porque não aproveitar aquelas instalações para os Bombeiros do Seixal e para instalar a Polícia que parece anda aí de roulote em rolutote.

- hipótese B- Se há que demolir , porque não construír alí o desejado hospital do Seixal rodeado de verde que fosse um espaço humanizado e de fácil acesso para os seixalenses e de não exclusão para os doentes.

São duas soluções de âncora para dar vida aquele espaço que interesses imobiliários querem ver degradado.

Anónimo disse...

E os telhados em amianto são ecologicamente aconselhados?

Anónimo disse...

O Zé ficou maluquinho por causa do amianto do telhado!!

Anónimo disse...

Boa um museu da frábica de lanificios da Arrentela... ou um centro de exposições! E nesse outro espaço o Hospital do Seixal........ claro que com isto ia ao ar muita negociata imobiliária nestes dois espaços... há mt gente à espera de ganhar dinheiro com estes terrenos... e se calhar pessoas que parecem impolutas e opostas ao PCP... iam ficar admirados se soubessem... e talvez saibam se investigarem um pouquinho....

outsider disse...

No meio de tanta sugestão... aproveito para deixar mais uma: A CMS que abra lá um pólo museológico como a Mundet, é que com a quantidade de bandeiras CDU/APU certamente não demorará muito a considerar o local como reduto histórico de interesse dos "camaradas".

Avante Português que pagas impostos para que as instituições públicas façam campanha pelos "seus" partidinhos.

Saudações pouco democráticas

Paulo Edson Cunha disse...

De passagem pela "Revolta das Laranjas" vejam/leiam as incríveis declarações do Sr. Presidente da Câmara para responder à moção do PSD sobre a condenação da destruição do estaleiro naval.

Respondo também à Sra. Ana Lima, no post respectivo e que este posto faz remição.

Obrigado.

Ponto Verde disse...

Ao comentador que assinou Antoniodotelhado, autor do blogue do mesmo nome e também conhecido como "BlogueFecal" , não compreendo a sua esquizofrenia (tão bem abordada nos seus posts, lamentavelmente por conhecimento de causa) .

É que umas vezes aparece aqui a esgrimir depois dos seus textos referentes ao a-sul e ou seu autor, serem aqui (por si?) transcritos , outras vezes aparece aqui a bramir óa da guarda por serem retirados os mesmos textos por si "postados" , que nada têm a ver com a Margem Sul, o ambiente, o ordenamento do território ou com o a-sul ou o seu autor.

Como tão bem reconhece noutros os comportamentos esquizóides, deve reconhecer em si próprio estar a atravessar uma fase aguda do seu problema para o qual aconselho acompanhamento da especialidade.

No futuro,e como sempre temos feito, e relativamente ao âmbito das temáticas aqui abordadas , manteremos os comentários que acharmos oportunos e relevantes.

O texto que aqui deixou, é um dos raros feitos por si que é meramente panfletário , tem o lado positivo de, coisa rara em si, não ofender nenhum cidadão em particular e só , discutivelmente, quem desempenha um cargo politico. O que não quer dizer que tenha a ver com o post ou a temática aqui abordada , ou que tenha qualidade para aqui se manter.

Votos de felicidades para o seu "blogue fecal" (www.Antoniodotelhado.blogspot.com) onde poderá publicar e manter todas as barbaridades e obscenidades que entender.

Anónimo disse...

Ponto Verde,você não resistiu e acabou por responder ao parvalhão do Antonio do Telhado,não estava à espera e surpreendeu-me.

mariodasilva disse...

Dado que os políticos já aprovaram a sua Lei da (ir)Responsabilidade Civil e com os novos Estatutos e Leis, preparados e em preparação, aplicáveis à carreira dos trabalhadores da Função Pública vai ser um fartar vilanagem que nem à palavras. Quem se recusar a fazer o que os fascinocratas querem vai logo a meio caminho para a "inadaptação" e para o olho da rua.

É assim que se combate a sério a corrupção; desresponsabiliza-se os políticos e coloca-se uma espada de damócles sobre os desgraçados dos funcionários (especialmente os dos quadros técnicos) para os manietar e responsabilizar se algo correr mal nas negociatas.

Como é que alguém ainda tem coragem de acusar o Santana Lopes, o Telmo Correia e o Bagão Félix e aos seus tempos de governantes é que me custa muito a compreender... mesmo muito a comprender.

Este socialistas socretinos estão a fazer coisas que nem os do CDS/PP alguma vez tiver sequer a ousadia de pensar.

E com as movimentações dos professores a coisa vai passando despercebida, despercebida...

blogue fecal disse...

Aviso: o idiota do carro do lixo aka papeleira, aka lixeira, aka ponto mentiroso entre muitos mais nomes, anda a dizer uma vez mais que nós do António do Telhado andamos a deixar comentários no seu pasquim online, mas é uma vez mais MENTIRA, ninguém daqui escreveu uma vez que fosse no pasquim online de nome a-sul. Nós temos principios e nunca escreveriamos numa lixeira de mentiras e podridão como o pasquim do ponto lixo. Uma vez mais qualquer coisa aparentemente nossa que surja naquela imundice de nome a-sul, não somos nós, é apenas identidade roubada ou cópias de textos nossos.

Anónimo disse...

O ponto estúpido ainda ajuda o António LOL