terça-feira, março 25, 2008

A QUEM SERVE ESTE METRO ?


A quem serve este Metro ? Bom, à População não será certamente.

Já aqui analisámos excelentes exemplos no estrangeiro e em Portugal de projectos excelentes de Metros Ligeiros , o último que aqui trouxemos há dias foi o Metro do Porto.

Uma estrutura exemplar, que serve a população, que se integra na cidade e que atravessa campos à superfície e centros de cidade em subterrâneo...


Não somos os únicos a pensar que o Metro Sul do Tejo é um exemplo de como matar à nascença um bom projecto , que vai levar muitos anos e muitos milhões de erros perdão, de euros... para corrigir! Passo a citar o publicado no blogue EM ALMADA que entrega mesmo alguns interessantes prémios :

"Troféus para "gente especial"

Em...Almada...o traçado do MST tem sido alvo de muita contestação dos almadenses à Câmara de Almada por fazer uma obra com grande impacte negativo na vida da cidade, sem servir Almada e seus habitantes, o Hospital Garcia de Orta, o Almada Fórum, a Charneca da Caparica, a Costa de Caparica, a Trafaria e dividir a cidade a meio.

Na Ramalha, o traçado foi alterado por quem tinha competência para tal, o dono da obra, o Estado, mas a CMA deu a volta a muita gente e conseguiu colocá-la a trabalhar para si em prejuízo dos munícipes, dos moradores da Ramalha e dos contribuintes.
A CMA desrespeitou decisões da Assembleia Municipal. Alguns autarcas mentiram aos almadenses, com a colaboração de outras pessoas, sacrificando duas ruas na Ramalha com o traçado do MST, apesar da solução escolhida pelo Estado ser melhor e de menores custos.
O blogue http://triangulodaramalha.blogspot.com/ tem bastante informção documental disponível sobre o assunto."

4 comentários:

citar sotnas disse...

Para além de outras, uma das grandes limitações da CMAlmada é a manutenção. De qualquer coisa: equipamentos, espaços verdes, monumentos, espaços públicos, tudo sem excepção. Depois de inaugurados, e bem servidos com magníficas fotos no Boletim Municipal, tudo fica ao abandono, em auto-gestão. Em Almada, os equipamentos não servem para o seu fim, servem para a propaganda da câmara. Uma vez tirado todo o sumo propagandístico, o equipamento é esquecido e deixado à sua sorte. Isto é África, não é Europa. MESousa não tem categoria, nem competência, porque é uma básica, para construir nesta terra uma cidade europeia, de que todos nos possamos orgulhar. Ela sabe disso: sabe das suas limitações e das dos seus boys. Daí a obsessão com a propaganda: esta mais não é do que uma maquilhagem para esconder a incompetência que ela sabe que é a da sua equipa. Como é que nós podemos acreditar em projectos como o da Margueira, se durante a sua implementação for esta gente que estiver à frente de Almada ? Eu, não posso. Aliás, por motivos que poderei explicar noutra ocasião, não acredito na bondade de MESousa quanto à implementação do projecto. Daí que ela já o perspective para daqui a 20 anos. Parece, mais uma vez, que mais importante que o projecto em si, são as mais-valias propagandísticas e eleitorais que possam ser dele tiradas.

Esta gente está a dar cabo de Almada.

Sotnas

Anónimo disse...

Este metro serve para uns quantos meterem dinheiro ao bolso e não é só em Almada.
Sim nem todos residem no concelho.

Velas do Tejo disse...

Adoro o metro! Foi o momento mais próximo que tive da sensação de andar de limusine: uma viatura imensa, eu e um motorista... foi sempre assim das vezes que experimentei.

Anónimo disse...

Velas do Tejo obrigado pela sua participação neste blog. Depois de um cansativo dia de trabalho ri sozinha ao ler o seu comentário. Mas é mobilizador apeteceu-me por o cansaço de lado.
Obrigado.