sexta-feira, março 14, 2008

ALMADA A CORRUPÇÃO PELA HORA DA MORTE



Nos cemitérios da capital, as obras nas sepulturas só podem ser feitas sob licenciamento e deferimento da directora do Ambiente e Espaços Verdes da CML, depois de deferida a intervenção os materiais entram no local e a obra é controlada pelo encarregado respectivo, este é o processo legal !

Esta semana onze coveiros dos cemitérios da Benfica e Alto de S.João foram acusados de corrupção passiva e violação dos seus deveres profissionais , por , a troco de um pequeno contributo financeiro (nunca inferior a dez euros) , convencerem familiares de defuntos a alindar as sepulturas.

Os trabalhos eram depois efectuados por um empreiteiro.


Este ilícito é punível com oito a dez anos de prisão , tendo sido constituídos onze arguídos!


Ora, há muito que venho aqui alertando e documentando sobre o escândalo que representa o cemitério de Feijó-Almada, quer em termos de saúde pública, quer em termos morais, quer também na pequena corrupção "vulgo biscatagem" que os funcionários do cemitério arranjaram para somar aos seus parcos salários .


Como aqui já foi descrito, naquele cemitério, prometido como modelo e relvado "à americana" , as sepulturas são afinal constituídas por montículos precários de areia que cedem e esboroam a cada chuvada, ora o serviço de manutenção desses motículos é contratado ad-hoc , à maneira agora imputada pelo Ministério Público para o caso de Lisboa.

O caso de Almada é vergonhoso e descricionário, só quem paga por fora vê a sepultura (os tais montinhos de terra) onde jazem os seus entes queridos minimamente mantida, e tudo isto faz parte de um sistema de tolerância e cumplicidades de legalidade duvidosa e tax-free e do conhecimento dos responsáveis autárquicos .

Fica o alerta desta vez ao Ministério Publico para aplicar aqui o precedente de Lisboa! Do ponto de vista politico era curioso saber o que pensa a oposição , nomeadamente o Partido "Democrata Cristão" CDS/PP...
___________________________________________________

DESTAQUE



Agora que a Primavera se aproxima , o Sargaçal é uma fonte de inspiração para uma vida ao ar livre e de excelentes links.

8 comentários:

mariodasilva disse...

Ó Ponto Verde,

Não seja também faccioso.

O CDS/PP já há décadas que não é mesmo, mesmo, Democrata Cristão.

Até fazem parte do mesmo grupo político europeu do PSD, por incrível que pareça.

Ou bem que são os dois ou bem que não é nenhum. E se formos vêr bem o que era a ideologia da Democracia Cristã e o que é a ideologia real do PP, este último é mais Popular que Cristão.

Eu acho que nós em Portugal temos é um partido mais ou menos social democrata, partido em três (PS, PSD e PP) de tal forma se confundem os discursos e as políticas.

Ponto Verde disse...

Caro Mario Silva, a coisa era para ser lida com ironia, pronto, agora já lá puz as aspas. A questão é o que todos pensam disso, desconheço qualquer tentativa de alterar o que se passa naquele cemitério, onde há uma rede paralela , remunerada, de serviços montada.
Onde se vende uma imagem que não corresponde á realidade.
Onde há questões de saúde pública que têm a ver com infiltrações e escorrências.
Há questões morais, imagine depois de uma chuvada ver uma série de buracos em vez de um montinho de areia , isto porque entretanto o caixão que suportava tudo colapsou...

mariodasilva disse...

Eu nem condeno muito os coveiros. Coitados. São o elo mais fracoe realmente são pagos miseravelmente.

Quanto ao resto estou absolutamente consigo. Também lá tenho familiares.

Também tenho em Lisboa e na campa de um familiar houve a necessidade de fazer um pequeno arranjo e nós pedimos mesmo ao coveiro que tratasse do assunto e ele foi muito simpático e nem nos levou nada.

Ponto Verde disse...

Caro Mário, estou de acordo e nada tenho contra os coveiros, que antes pelo contrário devem ser louvados e BEM REMUNERADOS e têm todo o meu respeito .

O irem buscar um extra , é até admissível, mas não entra para o computo das suas remunerações , para as suas reformas, para o 13ºmês ou subsídio de férias...

A questão é que o serviço que prestam de arranjo dos montinhos (tipo construções na areia) devia constar da sua função e pagos para tal pela autarquia!

Devia ser um serviço feito a todos os montinhos de areia e não só a quem paga o tal extra.

Quero eu dizer, se as coisas estão minimamente mantidas e o cemitério não está todo esboroado é porque os familiares lá põem lápides e pagam para manter.

A Câmara não assume nada destes serviços de manutenção, embora colha os frutos da propaganda vendendo aquele cemitério como "Cemitério Jardim" . Até com os mortos fazem propaganda e demagogia. É o cúmulo da hipocrisia!

Ainda mais vinda de uma Câmara solidária. Sabe o que acontece quando o morto não tem família que cuide da sepultura ? Bom, lápide com nome não tem, tem uma estaca com um número, e depois o monte de areia nunca mais é mantido esboroando-se logo à primeira chuvada.

Operário Corrosivo disse...

Se os médicos podem usar os hospitais públicos para exercer medicina privada...

Em matéria de gratificações há muito que explorar, ora vejamos: o pagamento de serviços religiosos a padres (baptizados, comunhões, etc); o presunto ao fiscal da câmara no dia da vistoria; o euro para o arrumador que evirará os 150€ por reparação de cada painel da oficina... vivemos eternamente no estado da grojeta.

ex-militante disse...

Porque é que ninguém aqui assume que a Câmara de Almada é uma vergonha na gestão deste cemitério. Nem com os mortos têm o minimo de dignidade, pensa-se que ali há um jardim , mas mais parece uma vala comum. E a água que abastece Almada é captada ali junto.Mas isto não incomoda só o PCP, olha prós outros todos caladinhos.

Velas do Tejo disse...

Surgiu um novo espaço de informação reflexão:
http://velasdotejo.blogspot.com/

Visite-nos!

Anónimo disse...

"o pagamento de serviços religiosos a padres (baptizados, comunhões, etc)"

Esta está mal colocada.

Não há pagamento mas sim donativos. Eu casei e já fui a vários baptizados e não paguei uma "taxa" mas aquilo que me apeteceu.