domingo, maio 06, 2007

A PRAIA - FONTE DA TELHA


















Citando Voltaire (sec XVII-XVIII) :

"Nunca a natureza é tão aviltada como quando a ignorância supersticiosa tem a arma do poder"

É o que me ocorre sempre que olho para a margem sul com olhos de ver... ainda hoje, numa ida à Fonte da Telha isso veio uma vez mais ao de cima.


Como é possível que aquilo, sim AQUILO, tenha chegado assim aos nossos dias, quando em 1987 o Engº Carlos Pimenta tentou alterar , descomplexadamente, e de forma "politicamente incorrecta"o rumo das coisas?


Como é possível que um lugar como aquele, a quinze , vinte minutos das zonas mais povoadas de Almada e Seixal, não possa ser um escape de qualidade? Um lugar com condições para as pessoas desfrutarem em plena natureza e junto ao mar ?
Como é possivel por exemplo não haver uma ciclocia a unir as zonas urbanas com a praia, tendo os ciclistas que dividir a mesma via com os automóveis ?

Como é possível que (agora é a última moda) dezenas de caravanas acampem junto à praia, sem o mínimo de condições e de fogareiro aceso ? Claro que este principio é o mesmo dos parque de campismo da Costa...quem é soberbo do que tem acha que o que é de todos lhes pertence!!!


Como é possível que a ÚNICA CAPITAL EUROPEIA com tal qualidade de praias junto a si, desperdice de tal forma uma mais valia turistica valiosissíma para o país e para a região ?

NENHUMA capital da Europa dispõe de tão acessíveis e excelentes praias (paisagem, qualidade do mar, temperatura da àgua, amplitude térmica anual, qualidade da areia...) mas claro que também, mais nenhum país da Europa despreza de uma tal forma os seus recursos e a sua natureza!


As palavras sábias de Voltaire estão actuais nos dias de hoje e assentam que nem uma luva aos nossos autarcas.

9 comentários:

Anónimo disse...

Parece que as únicas palavras que os autarcas almadenses conhecem associadas a desenvolvimento e crescimento, que parecem não saber o que é, são: construção civil, imobiliário, nº de pisos, área para construção, Imposto Municipal sobre Imóveis e fogo de artificio.

Mauro Santos disse...

Talvez porque a Junta de Freguesia da Costa da Caparica não é comunista...afinal não se pode desperdiçar dinheiro com quem não vota na cor da Câmara.

É triste saber do potencial turistico e depois olhar para a zona costeira e vê-la como está. Quem perde são os concelhos do Seixal e Almada pois com o desenvolvimento turistico, poderia desenvolver estes concelhos em todos os níveis, além de a longo prazo enriquecer ambos os concelhos...é pena que assim não o seja independentemente dos partidos que exercem poder nas câmaras ou freguesias.

EMALMADA disse...

A Cãmara de Almada desperdiça tempo, recursos naturais, recursos financeiros e vai brincando (é inaceitável) com a população almadense, sob o olhar contemplativo e adulador dos fiéis do regime instalado na autarquia e, não só.

hkt disse...

"Faz-se dinheiro, muito dinheiro, com o caos urbanístico do país. Loteiam-se e urbanizam-se terrenos a torto e a direito e estão devolutas centenas de milhares de habitações. Atira-se para o abandono mais de um terço do espaço agro-florestal, continua-se a autorizar o aumento do terreno urbanizável, empreendimentos turísticos em zonas protegidas, etc. É a especulação desenfreada do território, um bem limitado e frágil, com cobertura legal o que não deixa de ser imoral e, em muitos casos, ter um fortíssimo travo de corrupção, de favorecimento ilegítimo quando, por alteração de valor de uso ou de índices de ocupação o mesmo terreno passa, do dia para a noite, a valer 5 000, 10 000, 20 000 vezes mais. Negócios da china? Não, negócios da nossa terra."

Desenganem-se porque o autor não se refere ao Seixal, à Moita, a Almada mas pela minha parte o diagnóstico da situação pode muito bem ser aplicado a estes concelhos.

Quem escreveu estas sábias palavras?? ... Manuel Araújo, na última edição do Avante.... é caso para dizer "bem prega Frei Tomás faz o que ele diz não faças o que ele faz...".

Maria Ribeiro disse...

Comungo do mesmo sentimento em relação à Fonte da Telha e a tudo o que escreve neste Post. Bom trabalho.
Parabéns! Cumprimentos.

lifestyle disse...

I think you got a great blog!! Thank you for that. I'm definitely going to add u to my favorite :)
I hope you can visit my blog at Thaer Money.

moisés disse...

Por onde anda o Programa Polis?
Por onde anda a tão apregoada qualidade de vida?
E por que razão se continua a tratar a Fonte da Telha como a parente pobre das praias caparicanas?

Papoila disse...

A praia da fonte da telha poderia ser um pequeno paraíso em Portugal.

Já conheci algumas praias bem bonitas, e olhando para a paisagem desta praia, para a zona sul que liga à Lagoa de Albufeira (sem as construções ruinosas por trás), parece que estamos num outro país.

Anónimo disse...

sou de matosinhos ( onde felizmente ha quinze kilometros de passadiços de madeira a unir todas as praias do concelho ) e 'e com muita pena que registo o meu descontentamento para com a falta de organizaçao urbana, com o pouco cuidado com o transito assim como a pouca higiene nas ruas da praia da fonte da telha... 'e de facto uma vergonha para o nosso pais... apesar de tudo isso acho que 'e uma zona fantastica que de facto deveria ser merecedora de um olhar mais atento da parte dos nossos governantes....