sexta-feira, abril 13, 2007

RIO FRIO , A URBANIZAÇÃO QUE SE SEGUE













Mais uma noticia chocante para a Margem Sul que vê o seu riquissimo montado de sobro transforma-se em Montado de betão, os custos serão elevados a médio prazo com esta opção a contribuir para o aquecimento global e para a desertificação, quando as medidas que deveriam estar a ser postas em prática deveriam ser exactamente as inversas, a noticia vem publicada no Portugal Diário , que pela sua importância transcrevêmo-la abaixo:


"A Herdade de Rio Frio, concelho de Palmela, deverá receber um dos maiores projectos turísticos de luxo a nível nacional, nos próximos anos. Recorde-se que o Rio Frio foi a localidade que, lado a lado com a Ota, se bateu para receber o Novo Aeroporto de Lisboa. Mas devido à questão «ambiental» acabou preterida para receber a infraestrutura. Recorde-se a pergunta deixada no PortugalDiário por Reis Borges, conselheiro de Obras Públicas e Transportes jubilado: «Será que tudo isto é para urbanizar Rio Frio?».

Segundo informação recolhida pelo PortugalDiário, o empreendimento irá ocupar cerca de 1500 hectares e quer aproveitar a barragem da Venda Velha para desportos náuticos. De acordo com algumas notícias publicadas em 2004, o número de moradias, com jardim, a construir ainda não estava definido. Todavia, Emídio Catum, um dos rostos do projecto, terá garantido que «as manchas de montado de sobro, eucaliptal e pinhal» se iriam manter.

Em declarações ao PortugalDiário, um membro da Quercus afirmou que a associação ambientalista já tinha conhecimento do empreendimento e pretendia acompanhar todo o processo. Até porque, disse a mesma fonte, «se tinham sido contra a construção do aeroporto em Rio Frio para protegerem o leito do Tejo e montado de sobro, não tinha lógica deixarem construir um projecto daquela natureza».

Mas o nome de Emídio Catum não é totalmente desconhecido da Quercus e das gentes de Setúbal. Ele é administrador da Pluripar, a holding ligada à «Nova Setúbal», que se envolveu na polémica de abates de sobreiros, devido a uma mega-urbanização de sete mil fogos. Projecto que teria sido aprovado por um executivo socialista.

Desta forma, a dúvida levantada por Reis Borges, especialista em planeamento aeroportuário, tem resposta positiva. Há, de facto, planos para urbanizar a Herdade de Rio Frio. Um negócio de milhões."

4 comentários:

bonga disse...

O Bloco Central dos interesses imobiliários a satisfazer, com a salutar ignorância dos interesses betoneiros das vizinhas autarquias CDU.

Papoila disse...

Será que é uma contrapartida para a não construção do Aeroporto?

Como não foi possível atrair o aeroporto, então agora o estado autoriza o abate de sobreiros, considerando o projecto em causa um PIN, e o Concelho fica recompensado pela não vinda do Aeroporto...

Será que isto é ficção? Não sei, mas foi a primeira coisa que me lembrei...

Mário da Silva disse...

De notar que o "amigo de sucesso" é o mesmo de, pelo menos, Setúbal, Montijo, Barreiro e Moita.

Até mais

Anónimo disse...

tda esta evoluçaõ que se fala, virá mesmo a existir??? E as pessoas que vivem em rio frio? que lhes acontecerá se todo este luxo xegar??? boa questao nao axam? Pois eu sei a resposta... vao sair da casa que sempre viveram, onde nasceram e foram criados, casa dos seus avos, pais,e agora de suas familias...vão ficar sem os seus empregos (aquilo que os sustentou toda uma vida), vao morar debaixo da ponte, ou puder ficar em suas casas???
Ou será que vão ali poder continuar com suas familias e até terao vantagens com tanta evoluçaõ que se preve? gostava de um dia ter uma resposta a todas estas minhas questões...pois faço parte de uma dessas familias que espera uma resposta positiva... do tipo "as casas sao vossas, da vossa familia como sempre foram, e para alem disso a evoluçao vem para vos ajudar em mais postos de trabalho e a dar de novo vida á vossa herdade, á vossa terra de sempre, tal como os vossos antepassados tentaram sempre cuidaqr para que esta não ficasse esquecida..." será que temos direito a resposta??? Não pensem só em luxos e evolução, pensem um pouquinho nas pessoas que ali habitam....obrigado pela atenção...