quarta-feira, abril 25, 2007

BLOGOSFERA "DE ABRIL"



Hoje 25 de Abril de 2007, a cidadania que no post de ontem aqui se apelidava de "activista", tem novos meios de divulgação, novas formas de comunicação, ou não tivessem visto estes ultimos anos uma evolução impar nos meios e nas formas de comunicar.

Há trinta e três anos foi preciso ocupar uma rádio para transmitir uma senha e emitir comunicados, hoje, bem hoje seria impensável a ditadura que então vivíamos, mas se tal acontecesse, era provável que tudo tivesse sido despoletado por um fervilhar de opiniões num blogue clandestino e anónimo, tivesse depois tomado corpo em e-mails de circulação mais ou menos restrita e depois tudo tivesse arrancado para a rua como uma rave, através de um SMS.

Os tempos são outros, embora haja mentalidades e ideologias cristalizadas como antes , essas conhecemo-las bem por estas bandas e são a prova que a principal Revolução não passou (ainda) por aqui, ouvir Cunhal em 1975 a falar que há " regiões , e vastas regiões do país onde não se pode considerar que existem liberdades democráticas ... onde há bandos...milicias de caceteiros que perseguem os democratas que ousam ler tal ou tal jornal" hoje tais declarações serviriam ainda...33 anos depois... que nem uma luva para uma região que conhecemos bem... e para gente que só melhorava a frase substituindo o "democratas que ousam ler tal ou tal jornal" por "democratas que ousam ler ou escrever em tal ou tal blogue"... assim se vê a fossilização do ...

Os ataques a esta forma de expressão (após 33 anos de Liberdade e Democracia) são diários e vêm desde o Primeiro Ministro... a outras altas figuras do Estado (como o Procurador da Republica) , hoje veio mais uma de um jornalista (Luis Bonixe) , embora nesta semana " de Abril" tenham sido também escritos sobre o tema dois excelentes artigos, um de Helena Vieira no PUBLICO , já aqui citado, outro no Expresso da autoria de Daniel Oliveira ( daniel@netcabo.pt) que passo a citar:

"(...) Quem fala da blogosfera não está a falar de nada. Há blogues literários, politicos, de fãs de cantores pimba, de empresas, de adolescentes, de escritores frustrados e não frustrados, de culinária, de mulheres nuas, de medicina... Há blogues de anónimos que assinam o que escrevem, de anónimos que não assinam e de figuras públicas. Há até blogues de colegas do procurador e do Primeiro Ministro.

Basta ter acesso à internet para fazer um blogue. E basta entrar na rede de blogues para ser citado e espalhar noticias falsas ou verdadeiras. O boato e a mentira não nasceram com a blogosfera. Nasceram quando o homem inventou a palavra.

E para os blogues aplicam-se as mesmas leis que para qualquer outro meio. Só que os blogues são uma concorrência poderosa à centralização do maior de todos os poderes: o da informação.

Um pobre diabo sem estatuto a dar opiniões e a espalhar noticias, aí está o maximo descaramento da democracia.

Por isso, não precisaremos de esperar muito para que se multipliquem os candidatos a entregar-se à urgente tarefa de disciplinar esta "vergonha".
____________________________________________________

Enquanto escrevi estas palavras ardiam lá fora 15 minutos de fogo de artificio, quanto terão custado? Quem terá pago? O que poderia ter sido feito para a melhoria real e perene das populações com uma tal quantia, poderiam ter dado uma casa decente a uma familia carenciada por exemplo, pão a alguém com fome, medicamentos a quem deles precisa , ou livros a estudantes que os não podem comprar seria uma forma verdadeira de comemorar Abril (a paz...o pão...saúde...educação...habitação) , assim foi só mais propaganda!!! E já vai quase nos vinte minutos...vinte e cinco minutos!!!

Não foi para isto que fizeram Abri!
____________________________________________________

O 25 de Abril está hoje mais perto de ser o que sempre deveria ter sido, não propriedade dos partidos, mas dos cidadãos, dos Movimentos Civicos, da cidadania activa !

12 comentários:

Anónimo disse...

Eles dizem que estão a comemorar Abril. Mentira, estão a gastar milhares.
Dizem que é para não esquecer Abril.
Mentira,querem distrair a malta, não querem lembrar Abril.
Dizem que o povo é quem mais ordena.
Mentira, eles enganam o povo.

Paulo disse...

e se... Abril...renascesse...em Maio...?

ex-militante disse...

Têm ainda o poder, mas perderam o controlo...perderam o controlo...perderam o controlo...desesperados têm os seus comsndos, os seus snipers...mas falham constantemente o alvo, patéticos!

ex-militante disse...

Qanto custou e quem lucrou para além da empresa Piroespectáculos, com os 25 minutos de fogo de artificio?

É tal e qual como Alberto João e o fogo do Fim de Ano na Madeira, um negócio que põe os basbaques a olhar para o céu!

Repórter disse...

Há poucos instantes acabou, por aqui, a cerimónia de comemoração do 25 de Abril.
Palavras que o vento nem sequer precisou de levar porque saíram já com falta de convicção.
No lugar onde a comemoração aconteceu, talvez em 2008 haja outro cenário.
Muito dinheiro que sai do nosso bolso, e tanta miséria/necessidade espalhada, num grito que apela ao bom senso. O tal que deixou de existir.
E lá vão eles, dentro das viaturas que também são nossas, em direcção a um grande almoço, sabe-se lá onde, com o rótulo de almoço pela democracia.
Hummm, faz-me rir. Porque outra coisa não consigo fazer.

Anónimo disse...

Não são os obreiros do 25 de Abril, nunca foram os seus autores, esses foram esquecidos como Salgueiro Maia, herói a titulo póstumo como tantos outros, estes são os cacíques, os abutres dessa data, os oportunistas que sempre emergem destas situações de ruptura.

Repórter disse...

Mas são esses que estão maioritariamente no poder.
Infelizmente.

maria joão disse...

É por estas e por outras que ganha o Salazar como melhor português...que vergonha misturar-se questões como estas com a revolução de Abril...é melhor não se festejar a Liberdade e tornar Portugal ainda mais cinzento...que aberrações que se vêm para aí e que se ouvem por aí...aiii

João Afonso - seixalsim disse...

Senhor Ponto Verde pelos vistos descobriu o Seixal sim e já não quer outra coisa, aé já tras os amigos inventados... Mas é sempre bem vindo e ao contrario do que acontece no seu blog não o vamos ofender, por que aqui é um espaço de liberdade, e no seu blog existe um espaço de opressão em que se inventam nomes para se responder às vozes divergentes... Sobre o Metro Sul do Tejo aconselho-o a estudar o assunto, se o fizer e tiver liberdade de pensamento, vai concluir que está enganado.

Anónimo disse...

Pergunto: o que é liberdade? o que é festejar a liberdade? liberdade em quê?
Aconselho a lerem documentos reais sobre o MST no blog http://triangulodaramalha.blogspot.com e talvez conclua, joao afonso, que está enganado, se fõr capaz.

Mário da Silva disse...

Infelizmente parece que outras áreas de intervenção também estão a passar para a internet e a perder "inteligência" no "mundo real".

Será que isto significa que tudo está pior.

O termos acesso a dizer o que queremos numaa internet mais ou menos não controlada não é uma conquista de Abril mas sim um resultado da inevitabilidade de um meio que não conseguem controlar (ainda) e da podridão em que se transformaram as esperanças do "paz...pão...saúde...educação...habitação".

Até mais.

maria joão - seixal sim disse...

Que lindo discurso muito convicente...sim sra como se houvessem inimigos ferozes a atacar! Que bom virem a este blogue descarregar as frustrações, as pseudo conquistas e as tristezas de quem vive no concelho do seixal, onde os ataques são constantes por parte dos bandidos da autarquia. E atacar os criminosos do Seixal Sim, esses vermelhos incuráveis que atentam contra o povo!
Haja juízo senhor vá dar uma voltinha ao cacém, a odivelas, e as outros sitios do género...

UMA GRANDE VIVA AO CONCELHO DO SEIXAL E AO TRABALHO DESTA AUTARQUIA SEMPRE EM FAVOR DAS SUAS POPULAÇÕES!!!