terça-feira, setembro 05, 2006

UMA VERDADE INCONVENIENTE


If the vast majority of the world's scientists are right, we have just ten years to avert a major catastrophe that could send our entire planet's climate system into a tail-spin of epic destruction involving extreme weather, floods, droughts, epidemics and heat waves. Director Davis Guggenheim offers a passionate and inspirational look at one man's commitment to expose the myths and misconceptions that surround global warming and inspire actions to prevent it. After his defeat in the 2000 election, former Vice President Al Gore re-set the course of his life to focus on an all-out effort to help save the planet from irrevocable change. In this eye-opening and poignant portrait of Gore and his "traveling global warming show," he is funny, engaging, open and downright on fire about getting the truth out to ordinary citizens before it's too late. Official Web Site

É este o texto de apresentação do documentário a estrear em Portugal no proximo dia 14, o filme realizado por Davis Guggenheim "é o documentário de Al Gore" pois baseia-se num texto seu , em que se alerta para os perigos para onde corre a Humanidade se nos próximos dez anos não inverter o seu modelo de desenvolvimento, modelo esse que contribui de forma irreversível para alterações climáticas que porão em cauda o equilibrio que hoje conhecemos no planeta.

O documentário alerta para o que significam as alterações climáticas provocadas pelo homem que estão hoje numa curva exponencial "irremediávelmente" perante a quase alegre indiferença da maioria dos habitantes das regiões mais "civilizadas" do planeta , que se deliciam com Verões cada vez mais quentes e prolongados que aumentam de ano para ano. No cerne destas alterações está o efeito de estufa provocado pela poluição do ar.

O filme foca cenários que fazem parte já do nosso dia a dia (É Setembro e estamos a sentir em Portugal temperaturas acima da época e da ordem dos 40 graus...) , os Oceanos estão mais quentes o que provoca secas prolongadas, por outro lado assistimos a cheias catastróficas e ondas de calor na Europa. Os furacões estão mais fortes que nunca e mais mortíferos e sentem-se já inundações record em várias zonas do planeta.

Al Gore é levado a sério pela comunidade científica que há muito alerta para este problema global embora em termos politicos seja um homem à frente no seu tempo... George Bush o presidente dos Estados Unidos que venceu Gore de forma original nas eleições de 2000 apelida-o pejorativamente de "Ozone man".
______________________________________________

Não deixa de ser curioso observar que as posições ambientalistas são por igual sistemáticamente descredibilizadas pelo stablishment. Nos Estados Unidos , pelo conservador Bush e a nível local nesta Margem Sul pelos instalados no poder há mais de trinta anos e que se dizem Comunistas (clique) ...


8 comentários:

nunocavaco disse...

Este post é sem dúvida o mais ... que já li. O Al Gore agora é um herói. Você não percebe nada de ambiente e muito menos de alterações climáticas, aliás nem sei se podemos usar este termo. As opiniões dividem-se e muitos cientistas acusam os políticos como Al Gore de fomentarem a sociedade do medo. Aconselho umas leituras aqui http://www.mitos-climaticos.blogspot.com/. Falar de aumentos de temperatura sem questionar a localização dos pontos de medição e sem referir a ilha de calor urbano é no minímo redutor. O sistema terra é complexo e dinâmico e nem sempre foi como é e isso tem de estar presente. Claro que o homem desde a Revolução Industrial tem alterado muito rapidamente o estado das coisas mas, ó principal problema reside na exploração desenfreada dos recursos naturais e estes fora de sítio são poluição.

tuareg disse...

Avé grande líder iluminado Nuno Cavaco, o sabe tudo, o eleito.
O Al Gore é claro que é um pateta face ao autarca Moiteiro.
Ainda iremos ver Bush na Moita a convite das estruturas concelhias do PCP local visitando esse exemplo ecológico que é o cais de desmantelamento de navios da Moita.

Caparicano disse...

Excelente post, espero brevemente ver este documentário e reflectir um pouco sobre o rumo que tem seguido este nosso Planeta Terra.

Caro Nuno Cavaco, um exemplo apenas. O aumento de temperatura dos Oceanos tem motivado a frequência cada vez maior de ciclones, furacões e tempestades tropicais. A saber, estes fenómenos dão-se normalmente em águas bem acima dos +20 graus de temperatura, daí ser muito improvável algo deste género na Costa portuguesa.

Contudo, não devemos nem podemos menosprezar as consequências da alteração climática no Planeta.

AV disse...

O Al Gore deve ser fascista e ignorante só por ser americano.
Estou mesmo as caraminholas cavaquinhas a rolarem....

A forma de NC atacar a posição do Al Gore é perfeitamente estapafúrdia, ainda mais do que o costume.
Mas ele tem tempo para gastar, por isso...

AV1

REDACÇÃO disse...

NOTA DA REDACÇÃO: UM PONTO VERDE + QUE INCONVENIENTE

nunocavaco disse...

"Caro Nuno Cavaco, um exemplo apenas. O aumento de temperatura dos Oceanos tem motivado a frequência cada vez maior de ciclones, furacões e tempestades tropicais. A saber, estes fenómenos dão-se normalmente em águas bem acima dos +20 graus de temperatura, daí ser muito improvável algo deste género na Costa portuguesa."- Caparicano.

Amigo você sabe que tenho alguma estima por si e vou responder a este pequeno trecho. Consegue provar que existe um real aumento de temperatura do oceano? Não consegue, o que existe são arrefecimentos e aquecimentos da água oceânica a nível regional. A estes re-equilibrios não podemos chamar de alterações climáticas, até porque não está provado que estas estejam a acontecer. O que é estúpido no post é atacar sem lógica a gestão das autarquias neste campo, mas o ponto verde também não percebe nada disto.

Quanto ao cobarde do Al Gore, o homem que ganha umas eleições e não faz nada para exercer o cargo, devia ter um pouco mais de juízo e assumir a sua responsabilidade no estado a que o mundo chegou. Abriu a porta ao louco do Bush e isso, é coisa que não me leva a respeitá-lo.

psico. disse...

O senhor anterior desenha repetidamente um quadro de esquizofrenia aguda nos seus comentários.

AV disse...

Quanto ao cobarde do Al Gore, o homem que ganha umas eleições e não faz nada para exercer o cargo,

Só o profundo, profundíssimo desconhecimento do que se passou nas eleições na Florida podem justificar o uso desta linguagem por parte do jovem NC que um dia talvez perceba porque Al Gore não fez o que os aparelhistas amigos dele fazem quando existem eleições ganhas perdidas por uma unha negra, quando o que está em jogo pode ser uma situação de ingovernabilidade.

Se fosse vivo, podia perguntar por o acmarada Álvaro Cunhal também preferiu não fazer asneira a arriscar numa confronto fratricida.

Mas isso é tudo muito antigo para NC chegar lá... a cassete é só de 180 minutos.

AV1