terça-feira, setembro 12, 2006

PÓS 9/11 - SEGWAY

O Mundo de hoje é um Mundo muito diferente de há cinco anos atrás antes do ataque a Nova Yorque e Washington, mas somos um Mundo que continua dependente do Petróleo, afinal a pedra de toque de tudo. Há já alternativas,em termos de mobilidade e energéticos (para além da bicicleta) e é sobre uma dessas alternativas, uma simples, surgida no pós 9/11 e que aqui gostávamos hoje de trazer.






O SEGWAY é considerado por muitos o futuro, por outros uma aberração, mas ninguém poderá negar que é uma verdadeira revolução em termos tecnológicos e na forma como se pode já alterar radicalmente a forma como nos deslocamos nas nossas cidades e não só.




O veículo é ainda de circulação restrita, sem legislação que o regule e de preço elevado, mas a democratização do seu uso e as economias de escala podem fazer baixar esse preço tornando-o acessível a um maior número de pessoas.

A sua adopção estará depois dependente das facilidades no seu uso que as cidades proporcionarão, nomeadamente se dispõem de ciclovias e ou passeios libertos , onde estes veículos não poluentes poderão também circular.












As criações e evoluções da marca têm já em produção novos veículos que alargarão o seu uso, novas aplicações e terrenos serão possíveis de abordar, e que trazem decididamente estes veículos inovadores para o nosso dia a dia, ajudando a melhorar significativamente a nossa mobilidade e o ar que respiramos.












É também um veículo que pode promover o turismo dentro e fora das cidades, havendo já tours organizados em diversas cidades (Paris, Londres, Budapeste...) que recorrem a este meio de transporte como pode ver aqui(clique)

2 comentários:

np disse...

Custa entre 4000 e 5000 euros, ao que me disseram, mas é um óptimo meio para quem tem possibilidade de o usar. Já experimentei um e é fenomenal.

Nas nossas estradas todas remendadas, cheias de declives, lombas e obstáculos e com o nível de civismo existente é um risco (muito) grande.

alentjano disse...

Viva a trotinete de Aljustrel