domingo, novembro 06, 2005

VERDES , POSIÇÔES E OMISSÕES
















Imagem Montijo abate de alguns sobreiros Setembro 2005 (QUEIXA!)

A posição dos VERDES foi correcta ao criticar os sobreiros cortados para instalar no Montijo um Parque Logistico. É pena não se manter tal qual está, aquela zona junto ao IC 32, zona central na imagem, também nós veriamos com bons olhos a manutenção daqueles sobreiros que embora em escasso numero, são uma espécie protegida.











Imagem Torre da Marinha -Seixal dezenas de sobreiros abatidos para construção de habitação e acessos, Verão 2005 - (OMISSÃO!)

Não compreendemos porém que os Verdes nada tenham obstado ao corte de grande parte dos sobreiros desta imagem , na Quinta do Cabral na Torre da Marinha, ainda para mais quando toda a zona envolvente está já construida e no canto superior direito temos um pavilhão desportivo que podia dar continuidade a uma zona de lazer e natureza.

















Imagem Flor da Mata/Pinhal dos Frades - Seixal, 40 hectares de , sobreiros e pinheiros abatida ilegalmente durante a noite (2004/2005) - (OMISSÃO)

Como também não compreendemos que os VERDES não tenham tomado qualquer posição sobre a desmatação ilegal documentada por esta imagem acima , com corte de sobreiros , pinheiros e outra vegetação nesta zona no Seixal (Flor da Mata - Pinhal dos Frades) , protegida no PDM como zona verde a conservar para as futuras gerações pela sua valia ecologica e paisagistica, uma zona protegida de "Mata e Maciço Arboreo.















Imagem Quinta da Princesa Seixal corte de 1200 sobreiros Abril de 2005 - (OMISSÃO!)


É também uma incognita que não tenham no concelho do Seixal qualquer posição sobre o corte de mais de mil sobreiros na Quinta da Princesa (imagem acima) para a construção de mais um hipermercado...

Até porque é notorio de uma análise das imagens, que os crimes ambientais cometidos no Seixal, inclusivamente para instalar o Centro de Estágios do Benfica são bem piores pelo numero de àrvores envolvidas e caracteristicas do terreno que os agora empolados no Montijo para a construção de um parque logistico, diferente mesmo só o facto de a Câmara do Montijo não ser CDU.

5 comentários:

NP disse...

É de facto curioso o papel de tal força política, que não pode ser mais do que um apendêncie, nem sei porque se perde tanto tempo com isto.

Na verdade em Portugal não há partidos ecologistas, o MPT tentou-o e o mais que conseguiu foi engrupir o Pedro Santana Lopes e ficar-lhe com 2 lugares no parlamento.

Quanto a denúncias, de facto ou denunciavam tudo ou então não há justificação para a selectividade que mostram, ainda para mais em áreas geográficas tão próximas.

Há que entender que o PCP não quer ir com a sua sigla a votos, tem medo dos fantasmas que não existem, e por isso criou esta dependência...

Ao autor do blog: Pude ler com atenção muitos dos últimos posts e quero dar-lhe mais uma vez os parabéns pois a generalidade dos temas estão (como é hábito) bem explicados e documentados. Apenas noto que já não há pachorra para a Bomba de Gasolina e para o Poste eléctrico... mas o blog é seu :)))

Gerónimo disse...

O amigo não lhes dá hipotese, as imagens são elucidativas, eles só contestam o que lhes interessa. O comentariata anterior está entediado com os artigos de uma escola ameaçada por um cabo de alta tensão e bomba de gasolina certamente que não tem lá filhos ou familiares a estudar.

Anónimo disse...

Afinal que ambiente ?

a reunião popular ontem realizada em setubal,com vista á discussão, da co incineração, permitiu algumas conclusões:

a) quem dirigiu os trabalhos estava preocupado com o perigo da co incineraçao em Setúbal , mas NAO se preocupou quando no Seixal, tendo responsabilidades técnicas superiores no pelouro das infraestruturas, permitiu que o CONTINENTE fosse implantado sobre uma linha de água do rio Judeu , contribuindo ainda mais para o seu aterro ou que a vala real de Fernão Ferro fosse violentada.

Também não se preocupou quando em Palmela , onde actualmente é Vereador, foram abatidos sobreiros para que uma urbanização avançasse.

Ou mesmo com o abate de sobreiros no Seixal , município onde ainda tem influencia e amigos.

b) Carlos Sousa, preocupado como está com a co incineração , anda esquecido do que é o processo de revisao do PDM de Setúbal e dos riscos urbanísticos que se perfilam, mas a populaçao não se esquece e irá promover um reunião popular, com abaixo assinados e tudo , em razão dessa matéria.

c) Augusto Polvora , Presidente da Câmara de Sesimbra é o mais sensato.


A vida tem destas coisas : o Mundo é pequeno .

realista disse...

Perguntava em primeiro lugar ao senhor a escolha destas situaçoes.E sabe porquê?
Porque de certeza já houve e haverá sempre este tipo de situaçoes quando falamos de "evoluçao sustentavel".
Esta evoluçao é definida como "por em sintonia o melhoramento das situaçoes economicas e sociais das pessoas com um asseguramento de longo prazo das necessidades naturais da vida".Ora eu penso que, embora "Os Verdes" ainda nao se tenham pronunciado publicamente sobre o abate de sobreiros na torre da marinha ou a localizaçao do continente em termos aquiferos, estes sabem que certas obras sao essenciais em certas zonas pela sua importancia e localizaçao geografica ao nivel dos concelhos. Desde que se mantenha uma politica ecologista e muito ligada ao ambiente como tem revelado o municipio do seixal, eu penso que estamos no bom caminho.
E de referir tambem que estas obras estao todas aprovadas em PDM caro senhor.
Agora sera que e tao importante o parque ecologico nessa zona?

Muito obrigado por me deixarem dar a minha opiniao.
Um ate ja para vos.

Anónimo disse...

Pergunto novamente se sabem o k e ecologia meus amigos.Qual o papel dos verdes nesta historia.Vcs sabem bem o k dizem??
Informem-se primeiro antes de fala r mal dos varios partidos politicos amigos.